Reavivados por Sua Palavra


Comentários em inglês e espanhol by jquimelli
17 de janeiro de 2016, 9:04
Filed under: Sem categoria

Uma dica para aqueles que gostariam de ter material do “Reavivados” e do “Crede em Seus Profetas” em espanhol e inglês

Obs: O material em português de http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt é o mesmo que você encontra aqui neste blog, porque a sua atualização é feita por nós.



Josué 3 by jquimelli
17 de janeiro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Deus quer realizar milagres por nós, tanto pessoal quanto coletivamente. Mas, para que Ele possa agir poderosamente em nós, precisamos cooperar com Ele.

A primeira coisa que precisamos fazer é reconhecer a santidade de Sua Lei e obedecê-la (“Quando virem a arca da aliança do Senhor, o seu Deus… saiam das suas posições e sigam-na”, v. 3 NVI).

Nós também precisamos nos consagrar (“Santifiquem-se, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês”. v. 5). Precisamos experimentar limpeza de alma e nos dedicarmos completamente, de todo o coração.

Quando, através do reavivamento e da reforma, desejarmos ardentemente fazer a vontade de Deus, então contemplaremos as maravilhas que Ele tem reservado para nós (v.5). No Seu próprio tempo e do Seu próprio modo, Deus nos concederá todas as bênçãos que Ele, amorosamente, deseja nos dar.

Willie Edward Hucks II
Secretário Ministerial Associado
Conferência Geral

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/js/3 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/jos/3 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/jsh/3/
Texto original expandido em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/10/23/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Josué 3
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, caps. 3-4



JOSUÉ 3 – Comentário Pr. Heber Toth Armí by pastorheber
17 de janeiro de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

JOSUÉ 3 – Avançar com base nos propósitos divinos é a maior garantia de experimentar milagres durante a jornada rumo ao Céu. Santificar-se genuinamente através do poder do Espírito Santo é o melhor meio de preparar-se para ver Deus agir em nosso favor.

O Pr. Laércio Mazaro destacou que “Deus comissionou Josué para realizar 3 coisas: conduzir o povo à terra, derrotar os inimigos e tomar posse da herança”. Disposto a cumprir os propósitos de Deus juntamente com o povo do qual era responsável, Josué chamou cada um a inteira consagração.

Observe a síntese de aplicações do capítulo:

· Para viver os grandes planos de Deus para nossa vida, precisamos aprender com Josué a levantar-se de madrugada e agir com precisão e rapidez (v.1);

· Para experimentar a vitória que vem de Deus é necessário organizar a vida de nossos liderados na presença de Senhor da vitória (vs. 2-4);

· Para provar das maravilhas de Deus em nossa vida pessoal e coletiva é fundamental a santificação total do coração de todo o povo com a participação especial de seus líderes espirituais (vs. 5-6);

· Para viver à altura do sucesso especificado por Deus é importante dar atenção a todas as palavras e orientações de Deus (vs. 7-8);

· Para que o povo de Deus viva os extraordinários planos dos Céus aqui na Terra, o líder espiritual deve estar 100% focado na Palavra de Deus ao orientar cada passo a ser dado (vs. 9-13);

· Para ver, experimentar e viver milagres reais é preciso agir com base na Palavra de Deus, com fé na certeza de que o que parece impossível com Deus torna-se possível (vs. 14-17).

Deus prepara condições (abre o mar) para quem quiser fazer Sua vontade e ver Seus grandes milagres. E, isso tudo é apenas o começo! O início da caminhada com Deus já começa com extraordinários milagres, mas nunca devemos deixar de avançar porque já experimentamos alguns deles. Para a vitória total, é preciso avançar!

Além de levar-se de madrugada evidenciando não ser preguiçoso e, buscar a santificação evidenciando não ser indiferente à consagração, Josué demonstrou fé nas orientações divinas: Falou que o sacerdote colocaria os pés nas águas do rio Jordão e elas abririam caminho ao povo – crendo que realmente isso aconteceria. De fato, aconteceu! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



Josué 3 – Comentários selecionados by jquimelli
17 de janeiro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

3.1 – 4.24 Pormenores da travessia do rio e do memorial com 12 pedras que foi erigido no acampamento em Gilgal. Por mais que se ressalte, nunca se estará exagerando a grande importância desse relato, pois marca a travessia da fronteira da terra prometida e forma um paralelo com o milagre da travessia do “mar Vermelho” no êxodo (Êx 14 e 15). A fé que os israelitas tinham no Deus de seus pais foi renovada e fortalecida quando estava para enfrentar sua prova mais desafiadora, ao passo que, ao mesmo tempo, o medo dos cananeus foi grandemente intensificado (5.1). Bíblia de Estudo NVI Vida.

A grande significação dessas maravilhas é indicada em 4.24. Essas maravilhas deviam permanecer como um testemunho para todos os povos de todos os séculos de que a mão do Senhor é poderosa. Bíblia de Genebra.

Levantou-se, pois, Josué de madrugada. Um refrão repetido ao longo do livro de Josué (3:1; 6:12; 7:16; 8:10). No início da carreira de Josué como líder de Israel, Deus o instruiu a meditar na Torah dia e noite (1:8). É evidente que Josué tinha o hábito de levantar cedo para comungar com Deus em meditação e oração (ver 5:13-15). Andrews Study Bible.

Josué não podia descansar enquanto havia uma importante obra do Senhor a fazer. … Os que realizam grandes coisas para Deus precisam se levantar cedoCBASD-Comentários Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 173.

Sitim, ou “Abel Sitim, nas campinas de Moabe”, era a localização do acampamento de Israel a leste do rio Jordão, defronte de Jericó (cf Nm 33.49). Bíblia Shedd.

três dias. Durante três dias, a multidão ficou diante daquele rio transbordante. Isto bastou para amedrontá-los, a menos que, como Abraão, ousassem enfrentá-lo à luz da graça divina. Tudo foi feito para incutir neles o fato de que o rio fora cortado por efeito da arca, e para ela. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

arca da Aliança. A arca simbolizava a presença de Deus em poder no meio do Seu povo. Era tão sagrada que, pelo fato de nela tocar, Uzá teve morte instantânea (2 Sm 6.6-9). Só podia ser levada por sacerdotes descendentes de Levi. A palavra “aliança” (heb “berith”) significa “concerto”, “pacto”, “testamento”, “contrato”. A arca era o símbolo do concerto feito entre Deus e o homem (cf Êx 2.25; Dt 4.7; 7.6-8; 8.17-18). Bíblia Shedd.

Era o tesouro mais sagrado de Israel. Life Application Study Bible Kingsway.

os levitas sacerdotes a levam. Normalmente, eram os filhos de Coate [levitas não sacerdotes, ou seja, não descendentes de Arão] que carregavam a arca. … No Jordão, os sacerdotes, representando Cristo, nosso mediador e sumo sacerdote, deviam ir à frente e abrir o caminho. CBASD, vol. 2, p. 174.

4 A distância entre o povo e os sacerdotes foi intencionalmente aumentada para que não pudesse haver dúvida quanto ao milagre. Sempre que avançamos através de um caminho desconhecido, a arca da aliança, que simboliza Cristo, no precede (Is 52.12)Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

Santificai-vos. Santificação, na Bíblia, significa separação para uso exclusivo de Deus (cf Gn 2.3; Êx 28.2, 3, etc.). Esta separação implicava uma purificação tanto da alma como do corpo…. “Santificação, a necessidade de distinguir entre Deus e as coisas que Ele criou”. Bíblia Shedd.

Houve um requisito semelhante quando Deus desceu para o povo, no monte Sinai (Êx 19.10, 14-15). Bíblia de Genebra.

Eles deviam se banhar, lavar as vestes e se abster de tudo que pudesse lhes impedir de concentrar a atenção no grande milagre que logo seria operado em favor deles. O Senhor, é claro, abençoaria a obra de preparação. O ser humano sempre deve cooperar com Deus na experiência da salvação (Fp 2:12). Para esperar a bênção e a orientação divina nos preparativos para entrar na Canaã celestial, é essencial que o crente se “santifique” por meio da consagração da vida ao Senhor, a fim de que Ele o purifique e o torne santo. Se isso era necessário para entrar na Canaã terrena, quanto mais para a admissão na Canaã celestial! CBASD, vol. 2, p. 174.

amanhã o SENHOR fará maravilhas por meio de vós. As “maravilhas” que o Senhor fazia de tempos em tempos O distinguiam como o verdadeiro Deus. Por serem feitas em favor de Israel, separavam esse povo das outras nações como objeto especial do favor divino. Porém, não seria possível haver “maravilhas” – Deus não poderia operar em favor dos israelitas – se não cumprissem primeiro a ordem de se santificar. CBASD, vol. 2, p. 175.

Hoje, começarei a engrandecer-te. O Senhor validaria a liderança de Josué repetindo as maravilhas que Ele fizera às margens do mar Vermelho através de Moisés. O Deus de Josué era o Deus de Moisés [e é o nosso Deus]. Bíblia de Genebra.

para que saibam. Os atos de Deus, com frequência, têm o propósito de esclarecer e das conhecimento (Êx 8.10; Dt 4.35; 2Rs 19.19; Is 45.6). Tal conhecimento nunca é meramente intelectual. … é atingível mediante o ouvir acerca dos atos de Deus, bem como de contemplá-los (2.9-10; 4.24). Bíblia de Genebra.

10 Nisto conhecereis. No antigo Oriente Médio, um modo comum de obter o veredicto judicial dos deuses era obrigando o acusado a submeter-se ao julgamento mediante o ordálio [prova judiciária feita com a concorrência de elementos da natureza e cujo resultado era interpretado como um julgamento divino] pela água. Em geral, tratava-se de lançar o acusado num rio (se morresse, os deuses o tinham declarado culpado; se sobrevivesse, os deuses o tinham declarado inocente). … É significativo que o Senhor entraria primeiro no Jordão e permaneceria ali até que todo o Seu exército tivesse atravessado com segurança. Sendo assim, a sua reivindicação à terra foi vindicada diante dos olhos de todos os que ouvissem a respeito. E a reivindicação era de Deus, e não de Israel; foi somente com ele que a nação atravessou o Jordão e como exército dEle, “batizado” para o Seu serviço. Bíblia de Estudo NVI Vida.

A passagem através do rio era um tipo de teste pela água, frequentemente usado em tempos antigos para determinar a decisão legal dos deuses. Deus passou com segurança pela água com Seu povo, demonstrando, assim, Seu direito (e do povo) à terra de Canaã. Andrews Study Bible.

lançarás diante de vós. Por que Deus estas nações de suas terras? Deus já havia punido Israel por sua desobediência. Ele, então, se voltou ao restante das nações. Gênesis 15.16 indica que o povo de Canaã era ímpio e merecia ser punido por seus pecados terríveis. Israel deveria ser um meio para esta destruição. Mais importante, ainda, era o fato de que Israel, como nação santa, não poderia viver entre este povo tão mau e idólatra. Fazer isso seria convidar o pecado a habitar em suas vidas. O único meio de prevenir Israel de ser infectado por religiões más era expulsar aqueles que as praticavam. Israel, contudo, falhou em expulsar todos que Deus ordenara expulsar. Não demorou muito para que Israel – a nação que Deus escolheu para ser Seu povo – começasse a seguir as más práticas dos cananitas. Life Application Study Bible Kingsway.

11 a arca da Aliança do Senhor de toda a terra. Lit. “a arca da Aliança, o Senhor de toda a terra”. Não somente o símbolo da Aliança, mas o próprio Senhor iria à frente de Seu povo. Bíblia de Genebra.

12 doze homens. Isso antecipa o principal assunto do cap. 4; ver 4.2. Bíblia de Genebra.

13 assim que as plantas dos pés… pousem nas águas. Muitas vezes, Deus não provê solução aos nossos problemas até que confiemos nEle e nos movimentemos à frente com aquilo que sabemos que devemos fazer. Quais são os rios ou obstáculos em sua vida? Em obediência a Deus, avance e pise na águaLife Application Study Bible Kingsway.

Os sacerdotes que levavam a arca deviam manifestar sua fé na palavra de Deus ao pisar na água. O Senhor sempre pede a Seu povo que, além de enfrentar dificuldades, também avance ousadamente com fé, sob Seu comando, confiando que Ele abrirá o caminho. Deus prometeu separar as águas e superar os obstáculos (Is 43:2)CBASD, vol. 2, p. 176.

Por que Israel precisou esperar até o Jordão estar em período de cheia para atravessá-lo? Um mês antes ou um mês depois a situação teria sido diferente, e os israelitas já se encontravam acampados em Sitim faziam dois meses. Provavelmente havia duas razões: (1) o poder de Deus seria mais evidente (ver com. de Êx 9:16; ver também 2Co 12:9) e (2) o povo de Jericó não os estaria esperando , e não haveria guardas junto ao rio. … Para Deus, o volume de água do Jordão não fazia a menor diferença. CBASD, vol. 2, p. 176- 177.

15 O Jordão transbordava sobre todas as suas ribanceiras (ARA; NVI: “em ambas as margens”). Essa informação vital toma o leitor de surpresa. A travessia seria ainda mais notável do que o v. 13 tinha indicado. Bíblia de Genebra.

Por causa das chuvas da primavera e do derretimento da neve no monte Hermom. Bíblia de Estudo NVI Vida.

16 Adã. Uma cidade a cerca de 32 km ao norte de onde Israel atravessou. Este grande milagre de interromper o fluxo do Jordão pode ter ocorrido pela suspensão direta de Deus das leis da natureza ou, tão miraculosamente quanto, pelo trabalho de Deus através de Suas leis, providenciando a exata coordenação para que isso atingisse os Seus propósitos.A História secular registra que, ao menos em duas instâncias (08/dez/1267 e 11/07/1927), quando em resultado de um terremoto e deslizamento de terra, o Jordão teve cessado o seu fluxo aproximadamente no mesmo lugar dos dias de Josué (hoje Damieh) e muitos km do leito do rio permaneceram secos por muitas horas. Andrews Study Bible.

Seja qual for o caso [ocorrência natural usada por Deus, como um deslizamento de terra, ou outra maneira], Deus mostrou Seu grande poderem operar um milagre de coordenação de tempo [timing] e de localização para permitir que Seu povo cruzasse o rio em terra seca. Este testemunho do poder sobrenatural de Deus serviu para construir a esperança dos israelitas em Deus e dar a eles grande reputação contra seus inimigos, que os excediam em grande número. Life Application Study Bible Kingsway.

mar da Arabá. Ou, mar da planície, isto é, o Mar Morto. Arabá [heb Ahava] era a grande depressão do vale do Jordão que se estendia para o sul até o golfo de Áqaba. CBASD, vol. 2, p. 177.

17 os sacerdotes. O sacerdócio do AT era um tipo do sacerdócio de Jesus Cristo (cf Hb 10). Os sacerdotes, obedientes á vontade de Deus, entraram no Jordão. … Cristo, nosso Sumo Sacerdote, entrou na morte (rio), preparando o caminho para o Seu povo. Pela Sua morte expiatória, Ele abriu o caminho para os Seus (Hb 10.19-22). Agora, os crente em Cristo podem herdar sua Terra da Promissão, porque Cristo, seguindo a vontade de Deus, entrou na sua frente, preparando o caminho (Jo 14.6). A morte de Cristo será eficaz para todo o povo de Deus chegar até a glória. Bíblia Shedd.

16 passou o povo defronte de Jericó. Fica claro que os sacerdotes que levavam a arca cruzaram defronte de Jericó, e a multidão passou por ambos os lados da arca. Os cananeus teriam tentado defender os vaus do Jordão se houvessem previsto esse plano de passagem. Por certo sabiam que o acampamento dos israelitas ficava do outro lado do Jordão, mas a travessia lhes pegou totalmente de surpresa. CBASD, vol. 2, p. 177.




%d blogueiros gostam disto: