Reavivados por Sua Palavra


Amanhã, Deuteronômio 32 – O Cântico de Moisés by jquimelli
11 de janeiro de 2016, 9:42
Filed under: Sem categoria

Amados,

Ao começar a estudar o texto de amanhã, fui deveras surpreendido com a riqueza do cap. 32 de Deuteronômio.

Dt 32 é poesia pura, um cântico escrito por Moisés, mas plenamente inspirado por Deus; um lamento do Criador pela rejeição de Seu povo, apesar de todas as bênçãos e amor demonstrados por Ele.

Assim sendo, e considerando que poesia requer um momento de paz e introspecção para ser entendida e assimilada (“saboreada”, eu diria), sugiro que você já reserve um espaço tranquilo no seu tempo de amanhã (se necessário – e possível – dormindo mais cedo hoje) para que você possa desfrutar adequadamente do que Deus quer falar a você.

Veja o que diz F.B.Meyer sobre este capítulo: “Esse belo cântico declara para todos os tempos o caminho de vida e paz, em contraste com a morte e a infelicidade”.

Tenha um dia abençoado.
Jeferson



DEUTERONÔMIO 31 – Comentário Pr. Heber Toth Armí by pastorheber
11 de janeiro de 2016, 6:03
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 31 – Um futuro sem graça, ninguém merece! Portanto, sem Deus o futuro de qualquer um não terá graça nenhuma. A graça divina é fundamental para nossa existência. Sem a existência dessa graça a raça humana seria uma raça extinta há muito tempo.

1. Sucessor para um plano especial: O melhor que um líder pode fazer é treinar outros para ocupar seu lugar enquanto muitos cuidam de seu posto para que ninguém o “usurpe”. Tem muitos líderes de igreja que viram museu, apodrecem e ainda se orgulham, quando deveriam envergonhar-se, por não ter ninguém capaz de ocupar seu lugar. Moisés observou Josué, viu que ele era um líder em potencial e o treinou para continuar operando no plano divino (vs. 1-8);

2. Graça sobre graça, infinita graça: Mesmo sabendo da rebeldia, apostasia e perversão futura de Seu povo, Deus continuou investindo no presente desse povo. Embora com todo empenho em alertar amorosamente ao povo na obediência, Deus vê que futuramente a desobediência caracterizaria Seu povo; contudo o próprio Deus promete ir adiante, conquistar o inconquistável, vencer o invencível e alcançar o inalcançável ao povo que não aprendera a amar e confiar totalmente nEle (vs. 8-29);

3. Deus nunca abandona Sua obra, mesmo quando morre um grande líder espiritual: Com 120 anos, Moisés morreria. O projeto divino na terra não estava concluído; a Promessa da Terra ainda não se concretizara. O povo não deveria preocupar-se caso Moisés morresse pois Deus já havia “Se preocupado” e já tinha um nome para liderar Seu povo rumo à vitória. Josué seria o líder espiritual e militar das campinas de Moabe até o assentamento em Canaã (vs. 14, 23).

Nesse texto, “Moisés se dirige especificamente a Josué e lhe diz que seja forte e corajoso (31:7) – um incentivo repetido várias vezes (31:8,23; Js 1:6-9,18), sugerindo a dificuldade na tarefa da qual ele estava sendo incumbido. Para realizar essa tarefa, Josué deveria confiar na promessa de Deus de dar a terra a Israel (31:7) e de estar com ele o tempo todo (31:8)”, observa o comentário bíblico africano.

Se Deus nos…

· …chama para uma obra, jamais deveríamos fazê-la sem Sua orientação e presença!

· …escolhe para lidar Sua obra, devemos treinar outros líderes!

· …chama para algo difícil, Ele nos capacita!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



Deuteronômio 31 by jquimelli
11 de janeiro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Moisés viveu uma vida longa e difícil, que parece terminar de forma decepcionante. Os primeiros 40 anos foram vividos no Egito, no palácio do Faraó; passou 40 anos cuidando de ovelhas no deserto midianita; e, por fim, 40 anos conduzindo Israel através do deserto.

Cada fase de sua vida foi progressivamente mais e mais difícil. E agora, para completar, ele foi impedido de atravessar o Jordão e entrar na Terra Prometida. Que final decepcionante!

Mas foi o “relacionamento” de Moisés com Deus (chamado de “fé” em Hebreus 11:23-27) que manteve a sua visão no eterno em vez de nas dificuldades. Moisés certamente poderia nos dizer, exatamente como Paulo fez: “Considero que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada” (Romanos 8:18 NVI).

Moisés foi um grande homem, um dos maiores que já andaram nesta terra. Mas Moisés não era indispensável ou insubstituível. Com Deus, Israel estava em boas mãos, com ou sem Moisés.

John Ash
União Missão Chinesa
Hong Kong

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/deut/31 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/deut/31 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/deut/31/
Texto original expandido em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/10/17/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Deuteronômio 31
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 2



Deuteronômio 31 – Comentários selecionados by jquimelli
11 de janeiro de 2016, 0:35
Filed under: Sem categoria

31:1 – 34:12 Estes capítulos concluem Deuteronômio ao registrarem a morte de Moisés (cap. 34), precedida pelos passos finais para preparar o povo para sua partida. Andrews Study Bible.

Já não posso sair e entrar. Moisés ainda era forte para conduzir sua própria vida diária (34.7), mas perdera a energia necessária para liderar a uma nação inteira. Bíblia Shedd.

passará diante de ti. Deus continuaria com Seu povo. Bíblia Shedd.

Sejam fortes e corajosos (NVI). A exortação do Senhor, muitas vezes por meio dos seus servos, ao povo de Israel (Js 10.25), a Josué (v. 7, 23; Js 1.6, 7, 9, 18), a Salomão (1Cr 22.13; 28.20) e aos oficiais militares de Ezequias (2Cr 32.7). Ao confiarem no Senhor e serem obedientes a Ele, Seus seguidores seriam vitoriosos a despeito de grandes obstáculos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

não vos deixará. Deus fez a mesma promessa a Josué após a morte de Moisés (Js 1:5). O apóstolo Paulo aplica esta experiência à igreja cristã (ver Hb 13:5). Moisés teve vida longa e cheia de venturas. Havia servido a Deus e ao povo sem interesses próprios e de forma incansável. Na terra de Canaã, ele não poderia ser maior do que havia sido até então; contudo Deus tinha mais para lhe dar na Canaã celestial. Isso pode ser comparado com a experiência de Paulo (2Tm 4:6-8). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1169.

7,8 Josué já fora nomeado sucessor de Moisés (Nm 27.18-23). Agora Moisés o encorajava a enfrentar sua nova responsabilidade. Bíblia Shedd.

Chamou Moisés a Josué. A transferência de poder político, com frequência, é uma questão delicada. Sabiamente, e por ordem de Deus, Moisés elevou Josué na presença do povo de Israel. Bíblia de Genebra.

Esta lei, escreveu-a Moisés e a deu aos sacerdotes. Os tratados da antiguidade especificavam que uma cópia do tratado fosse colocada diante dos deuses nos centros religiosos das nações em questão. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Esta lei. Da Torah, um termo que abrange toda a vontade revelada de Deus. CBASD, vol. 1, p. 1169.

10 Ao fim de cada sete anos. Moisés providenciou a instrução regular do povo e dos seus filhos, na lei da aliança, pelos sacerdotes, num período do ano em que o povo teve tempo amplo para aprender. A Festa dos Tabernáculos caía no outono e perdurava uma semana (16.13-17, nota). Durante o ano sabático, a terra ficaria sem cultivo e o povo, desta forma, não estaria sobrecarregado com deveres agrícolas (15.31, nota). Bíblia de Genebra.

Nesta ocasião festiva, uma grande número de israelitas se reuniria no santuário. Eles seriam libertados de suas dívidas, devido ao fim dos sete anos (ver cap. 15) e da preocupação com suas colheitas, porque a Festa do Tabernáculos  acontecia no final da época da colheita (ver 16:13-15). Então, este era o melhor tempo para que o povo se focasse em renovar seu entendimento das instruções de Deus. Andrews Study Bible. [A Festa dos Tabernáculos encontra seu cumprimento na vida de Jesus no Seu nascimento, quando ele veio habitar – “tabernacular” – com os homens e na Sua Segunda Vinda, quando habitará – “tabernaculará”- para sempre com Seu povo. Da análise do turno sacerdotal de Zacarias e do tempo de gravidez de João Batista e de Jesus, pode se verificar que muito provavelmente Jesus nasceu à época desta Festa, ou seja, começo de outubro].

As leis deveriam ser lidas para toda a assembleia para que todos, incluindo as crianças, pudessem ouvi-las. A cada sete anos a nação inteira se reuniria e ouviria ao um sacerdote ler a lei para eles. Não havia livros, Bíblias ou jornais para disseminar a Palavra de Deus, portanto o povo devia confiar na palavra oral e em uma memória acurada. A memorização era uma parte importante da adoração porque se alguém conhecesse a lei, não poderia alegar ignorância por quebrá-la. Para cumprir o propósito e vontade de Deus em nossas vidas, precisamos do conteúdo e substância de Sua Palavra em nossos corações e mentes. Para os hebreus, este processo começava na infância. Ensinar aos nossos filhos e novos crentes deveria ser uma de nossas mais elevadas prioridades. Nossos melhores professores, os melhores recursos e os mais cuidadosos pensamentos deveriam ser direcionados a mostrar aos novos crentes como seguir a Deus em todas as situações da vida. Life Application Study Bible Kingsway.

A leitura da lei, cada sete anos, não era o único meio de ensinar ao povo as obrigações da aliança. Os pais também tinham o dever de instruir regularmente aos seus filhos (6.7, 20ss). A instrução normal da Palavra de Deus, no templo ou na escola, não tornava a instrução paterna menos necessária. Bíblia Shedd.

11 lerás esta lei. A lei também era lida em outras ocasiões (ver Js 8:34; 2Rs 23:2; Ne 8:1-3). A leitura reverente da palavra de Deus é um fator estabilizador na vida de qualquer pessoaCBASD, vol. 1, p. 1169.

13 para que seus filhos … ouçam e aprendam a temer o SENHOR. Um dos maiores privilégios dados aos judeus foi a custódia da Palavra de Deus (ver Rm 3:1, 2). O plano da redenção, as maravilhas do reino futuro ´tudo está registrado na Sua Palavra. Permitir que os filhos sejam criados sem conhecer a Palavra é loucura. As Escrituras foram escritas para serem lidas e para se meditar nelas. A sabedoria contida nelas deve ser a herança de nossos filhos. Não dar às crianças e aos jovens a devida instrução religiosa é falhar num dever básico. CBASD, vol. 1, p. 1170.

16 se prostituirá, indo atrás de deuses estranhos. Mesmo antes dos israelitas entrarem em Canaã, o Senhor predissera que no futuro eles quebrariam Sua aliança, adorando outros deuses. Andrews Study Bible.

17 Males e angústias sobreviriam a Israel, mas o Cântico do Testemunho lhes lembraria que só eles eram culpados (21). Bíblia Shedd.

19 Escrevei para vós outros este cântico. Conhecendo a inclinação do povo de Israel para a infidelidade (v. 21) e percebendo o poder do cântico na adoração e na memória, o Senhor ordenou a Moisés escrever um cântico que serviria como testemunho nos dias futuros. Bíblia de Genebra.

Ver Dt 32:1. Os israelitas aprenderiam o cântico e o transmitiriam de geração em geração. Assim, ele ficaria sempre vívido na memória e os ligaria aos elevados princípios sustentados por Moisés. CBASD, vol. 1, p. 1170.

21 este cântico… a sua descendência… sempre, o trará em sua boca. O valor dos cânticos é que podem ser facilmente aprendidos e transmitidos a outros. Deve-se ensinar aos novos crentes os hinos mais instrutivos e úteis. Bíblia Shedd.

Existe um lugar para a música na educação cristã e para a edificação de todos os crentes. Algumas pessoas memorizam hinos clássicos da igreja para auxiliá-los a pensar no que é verdadeiro, correto e bom. Outros selecionam músicas para ouvi-las em seus carros ou casas. De que modos criativos a música pode ser utilizada para o ensino em sua igreja? Como você poderia maximizar o benefício da música em sua família? Life Application Study Bible Kingsway.

23 Ordenou o SENHOR a Josué. Uma continuação dos versículos 14-15. Bíblia Shedd.

Uma de suas qualificações era a sua fé. Como um dos 12 espias que primeiro entraram em Canaã, somente ele e Calebe acreditaram que Deus podia auxiliar Israel a conquistar a terra(Nm 13:1-14:30). … Encontrar coragem seria o maior teste de Josué. Ele era forte e corajoso porque ele sabia que Deus era com ele e porque ele tinha fé que Deus faria tudo que prometera a Israel. Life Application Study Bible Kingsway.

26 Tomais este Livro da Lei e pode-o ao lado da arca da Aliança do Senhor. Os sacerdotes deveriam colocar o Livro da Lei, consistido principalmente do livro de Deuteronômio, ao lado da arca, como uma testemunha contra os israelitas (vv. 24-26). Andrews Study Bible.

…foi colocado num compartimento do lado direito da arca formado por uma tábua sobressalente… (2Cr 5:10)… Os princípios inscritos sobre as tábuas de pedra eram de tal natureza que se tornava indispensável colocá-los numa categoria à parte. O decálogo era supremo; o “livro” contendo “as palavras desta lei” (Dt 31:24) era uma amplificação e aplicação de seus princípios ao sistema que regia Israel. CBASD, vol. 1, p. 1170.

27-29 Moisés sabia que os israelitas, a despeito de tudo que haviam visto das obras de Deus, tinham corações rebeldes. Eles mereciam a punição de Deus, entretanto eles frequentemente recebiam Sua misericórdia. Nós também somos teimosos e rebeldes por natureza. Através de nossas vidas nós lutamos com o pecado. Arrependimento uma vez por mês ou uma vez por semana não é suficiente. Nós devemos constantemente nos voltar de nossos pecados para Deus e deixar que Ele, em sua misericórdia, nos salve. Life Application Study Bible Kingsway.

27 dura cerviz [pescoço duro, “difícil”, “teimoso”]. O povo já havia determinado sua conduta e era difícil, senão impossível, que mudasse. CBASD, vol. 1, p. 1171.

29 nos últimos dias. No AT, … em geral, refere-se simplesmente ao futuro. CBASD, vol. 1, p. 1171.

30 Este versículo introduz o Cântico do testemunho, que vem a seguir. Bíblia Shedd.

 




%d blogueiros gostam disto: