Reavivados por Sua Palavra


Os Dez Mandamentos by jquimelli
7 de janeiro de 2016, 9:28
Filed under: Sem categoria

Seja muito bem vindo, querido(a) amigo(a) que chegou até a esta página!

Talvez você nunca tenha conhecido, na íntegra, os DEZ MANDAMENTOS.
Aqui estão eles, como escritos duas vezes em pedra, pelo próprio dedo de Deus:

1 Então, falou Deus todas estas palavras:
2 Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
3 Não terás outros deuses diante de mim.
4 Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem
6 e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.
7 Não tomarás o nome do SENHOR, teu Deus, em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.
8 Lembra-te do dia de sábado, para o santificar.
9 Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra.
10 Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro;
11 porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou.
12 Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.
13 Não matarás.
14 Não adulterarás.
15 Não furtarás.
16 Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.
17 Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu próximo
. (Êxodo 20:1-17. Ver tb Êx 34:1-4; Mateus 5:17-19Mateus 24:35)

Leia mais sobre os Dez Mandamentos em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2015/09/19/

Que Deus nos abençoe a podermos cumprir em nossas vidas a vontade expressa de Deus nos Dez Mandamentos.



Deuteronômio 27 by jquimelli
7 de janeiro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Como você vê todas as maldições registradas neste capítulo? Deus estava dizendo que estas maldições são o que naturalmente acontecem quando as pessoas se desconectam da única fonte de vida – Ele próprio. Por outro lado, se o Seu povo seguisse Suas leis, ele seria abençoado com a Sua graça, com a fecundidade, com alimentos e com a comunhão.

Para ter certeza de que as pessoas haviam entendido corretamente a mensagem, Deus colocou metade do povo em uma montanha e a outra metade sobre outra montanha. Os levitas ficaram no vale, entre os dois montes. Quando os levitas liam as maldições, as pessoas em uma montanha gritavam: “Amém!” Então, quando as bênçãos eram lidas, as pessoas no outro monte gritavam: “Amém!” As consequências da obediência e da desobediência foram deixadas muito claras para eles de forma muito dramática.

Colocando de outro modo: viver desordenadamente no ordenado universo de Deus traz consequências terríveis. Deus não nos está vigiando, aguardando somente que demos um passo em falso para que possa nos amaldiçoar. Provavelmente, a descrição que Oseias faz da resposta de Deus, frente à desobediência de Israel, seja a que melhor descreva Seu sentimento a respeito do rebelde comportamento de Israel: “Como posso desistir de você, Israel? Como posso deixar você ir? “(Oseias 11:8, NTLH)

John Ash
União Missão Chinesa
Hong Kong

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/deut/27 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/deut/27 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/deut/27/
Texto original expandido em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/10/13/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Deuteronômio 27
Comentário em áudio
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas: Patriarcas e Profetas, cap. 1

 



DEUTERONÔMIO 27 – Comentário Pr. Heber Toth Armi by pastorheber
7 de janeiro de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 27 – Creio que deveríamos ter aulas sobre decisão. Precisamos aprender decidir. Toda nossa vida gira em torno de decisões, somos e vivemos o que decidimos.

Para decidir corretamente é necessário ter consciência das consequências de nossas decisões, até quando decidimos não decidir. Se soubéssemos o estrago que faríamos a nós e a quem amamos com nossas decisões, nossas atitudes seriam diferentes.

Para precaver diversas desgraças, Deus revelou as consequências de decisões erradas; quem estuda a Bíblia torna-se sábio e vive melhor.

Leia em tua Bíblia o capítulo em apreço, e descubra o preço das decisões erradas, e evite desgraças:

· Possuir imagens de esculturas para veneração e adoração resulta em maldição, portanto, nunca as cultue no lugar de Deus (v. 15);

· Desprezar aos pais resulta em desgraça, por conseguinte, honre-os para teu bem (v. 16);

· Tirar vantagens, alterar o combinado, invadir propriedades, atraem desgraças; fique longe deste comportamento (v. 17);

· Aproveitar das deficiências dos outros, fazer o cego errar o caminho, por qualquer que seja o motivo, resulta em maldição; não faça isso (v. 18);

· Perverter o direito dos frágeis da sociedade, como estrangeiros, órfãos e viúvas, é preparar a própria armadilha para o sofrimento. Cuidado! (v. 19);

· Ter relação sexual com a madrasta, ou animal, ou com a irmã, mesmo sendo meia-irmã, ou com a sogra, resulta em profanação da bênção do sexo, o que é maldição; então, nunca descambe por esse caminho (vs. 20-23);

· Ferir pessoas pelas costas, ou em lugar escondido, ou aceitar suborno para matar gente inocente, implica cavar a própria sepultura; então, decida nunca ir por esse caminho (vs. 24-25);

· Aquele que ignorar estes ensinamentos e desprezar a lei do Senhor pode esperar a desgraça tomar conta de sua vida pessoal e/ou familiar (v. 26).

Visando o bem de seu povo, Moisés apresentou o caminho do sucesso, da felicidade e da bênção:

1. Guardar/obedecer a todos os mandamentos de Deus (v. 1);

2. Criar estratégias para relembrar todos os mandamentos (vs. 2-3);

3. Louvar, adorar, ofertar e servir somente ao Senhor Deus (vs. 4-7);

4. Escrever a lei como um contrato de compromisso com Deus (vs. 8-10).

Qual tua decisão? Decida-te pelo certo para que tua vida seja uma bênção!

Deus quer que sejamos sábios e felizes! – Heber Toth Armí.



Deuteronômio 27 – Comentários selecionados by jquimelli
7 de janeiro de 2016, 0:19
Filed under: Sem categoria

1 Moisés e os anciãos deram ordem ao povo. Moisés e os anciãos especificaram uma cerimônia de dedicação a ser realizada depois que os israelitas entrassem na Terra Prometida. Bíblia de Genebra.

Pela primeira vez em Deuteronômio, os anciãos se uniram a Moisés para exortar o povo. A razão disso não é mencionada (ver Dt 31:9), mas pode ter sido porque a morte de Moisés colocaria sobre eles uma responsabilidade maior como líderes. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1151.

3 desta lei. Refere-se ao pacto do Deuteronômio. Bíblia Shedd.

A palavra traduzida como lei é torah, termo geral para toda instrução sagrada e que não se limita ao decálogo apenas. Nesse caso, refere-se em específico à vontade divina conforme revelada a Moisés. Ela deveria ser escrita de forma legível e em lugar visível, como lembrete perpétuo da aliança entre Deus e Israel (ver Js 8:30-35). Os cristão têm a Bíblia, a vontade revelada de Deus, mas Israel não tinha esse privilégio. Por isso, as pedras do campo deviam proclamá-la para que todos pudessem lê-la e não se esquecer dela. CBASD, vol. 1, p. 1151.

sobre as quais não manejarás instrumento de ferro. As pedras deviam ser pedras “não cortadas” ou pedras inteiras (Js 8.31; cf Êx 20.25). Bíblia de Genebra.

sacrificarás ofertas pacíficas; ali, comerás e te alegrarás. A alma arrependida via a oferta pacífica como um banquete de alegria e felicidade. A comunhão com Deus tinha sido restaurada, e nessa festa sagrada Deus e o crente se aproximavam um do outro. União e paz prevaleciam entre Yahweh e Seu povo. CBASD, vol. 1, p. 1153.

Hoje, vieste a ser povo do SENHOR. Essa renovação da aliança parece ter sido quase tão impressionante quanto a confirmação da aliança no Sinai. Naquela ocasião, a maioria dos adultos que agora participava da cerimônia de rededicação eram crianças ou ainda não tinham nascido. CBASD, vol. 1, p. 1153.

12 – 13 Gerizim…Ebal. O monte Gerizim eo monte Ebal eram dois maciços de rocha calcárea, atingindo, respectivamente, 890 e 660 metros acima do nível do mar. entre os dois estende-se um lindo vale com cerca de 275 metros de largura. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. Ed Betânia. F. B. Meyer.

A quem viaja das planícies de Moabe (34.1) é fácil avistar ao longe aquelas duas montanhas, para além do vale do Jordão, onde, ao entardecer, o sol se esconde (11:30). Ali estão a atestar a necessidade de uma escolha entre o bem e o mal (Bíblia Shedd).

Comparar com 11:29; Js 8:33-35. Uma cerimônia de aliança nas montanhas de cada lado de Siquém para proclamar as bênçãos da obediência e as maldições da desobediência enfatizariam a necessidade de satisfazer aos mandamentos da aliança de Deus. Andrews Study Bible.

Monte Gerizim. Do lado sul do vale fértil onde fica Siquém. O monte Ebal está ao norte do mesmo vale. O monte Gerizim é fertil e o Ebal, não. Alguns comentaristas consideram que essa distinção dá motivo, ao menos em parte, a que um seja o monte da “bênção” e o outro, o da “maldição”. … Há um estreito vale entre eles. Os dois montes formavam um grande anfiteatro natural, de tamanho suficiente para acomodar a grande multidão. Os oradores deviam estar ao centro, no vale; as tribos devem ter se reunido nas ladeiras dos dois montes. As seis tribos descendentes de Lia e Raquel deviam responder às bênçãos. As tribos que deviam responder às maldições pronunciadas por causa da desobediência eram os descendentes de Zilpa e Bila, juntamente com as tribos de Zebulom, filho mais novo de Lia, e a de Rúben, que perdeu a primogenitura por causa do pecado cometido contra seu pai  (Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 1).

14 sobre o monte Gerizim, para abençoarem. Comparar com 11:29; Jos. 8:33-35. Uma cerimônia de aliança em cada lado de Siquém para proclamar bênçãos pela obediência e maldições pela desobediência enfatizaria a necessidade de cumprir os mandamentos da aliança de Deus (Andrews Study Bible).

15-26 Esta lista de maldições poderia nos dar a ideia de que Deus tem um mau gênio e está pronto a esmagar quem pisar fora da linha. Mas precisamos ver estas restrições não como ameaças, mas como advertências amorosas a respeito de consequências da vida. Assim como advertimos as crianças para ficarem longe de fornos quentes e ruas movimentadas, Deus nos aconselha a ficarmos longe de ações perigosas. AS leis naturais de Seu universo deixam claro que más ações contra outros ou contra Deus terão trágicas consequências. Life Application Study Bible Kingsway.

Esta lista de delitos sujeitos a maldições não é exaustiva. Estes delitos podem ter sido escolhidos como exemplificações dos tipos de pecados que poderiam escapar à detecção e, assim sendo, permaneceriam secretos (cf vs. 15.24). Até mesmo pecados secretos afetariam o relacionamento pactual de Israel com Deus (cf. Js 7.10-27). Bíblia de Genebra.

Uma maldição significa que o próprio Deus os puniria, mesmo que escapassem da detecção humana. Andrews Study Bible.

15 que fizer imagem de escultura. A primeira maldição diz respeito à idolatria (5.7-9). Bíblia de Genebra.

Amém. Essa palavra hebraica, transliterada para o português e outras línguas modernas (cf Nm 5.22), significa “assim seja”. Bíblia de Genebra.

26 Citado em Gl 3.10 para comprovar que a raça humana está sujeita a uma maldição porque ninguém obedece totalmente á lei de Deus.

não confirmar as palavras (ARA; NVI: “não puser em prática”). Não basta asseverar lealdade à lei; as pessoas devem viver em conformidade com as suas estipulações. Bíblia deEstudo NVI Vida.




%d blogueiros gostam disto: