Reavivados por Sua Palavra


DEUTERONÔMIO 2 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
17 de junho de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO DEUTERONÔMIO 2 – Primeiro leia a Bíblia

DEUTERONÔMIO 2 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL

DEUTERONÔMIO 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



DEUTERONÔMIO 2 by Luís Uehara
17 de junho de 2022, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://www.bibliaonline.com.br/nvi/dt/2

Os emins eram, no seu tempo, numerosos e gigantes em altura. Mas Deus os destruíra em benefício dos moabitas, descendentes de Ló. Isto lançou vergonha sobre a maioria de Israel que, no início do êxodo, ficaram com muito medo dos gigantes anaquins, tão altos como o foram os emins. Mas agora a geração não convertida estava morta e uma nova geração estava prestes a entrar na terra prometida. Eles, então, se moveram para a frente com fé e derrotaram totalmente os amorreus e todas as suas cidades. Eles apropriadamente declararam: “nenhuma cidade houve alta demais para nós; tudo isto o SENHOR, nosso Deus, nos entregou” (v. 36b).

Para o Israel do fim dos tempos não há cidades à nossa frente a serem conquistadas, há inimigos impondo uma lei dominical e um decreto de morte (Ap 13:15). Deus irá nos livrar também gloriosamente (Dn 12:1). “Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado.” (1Co 10:11). Cristo nos diz: “erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima” (Lc 21:28b). Deus nunca perdeu uma batalha a favor de seu dependente povo e nunca perderá.

Norman Gulley
Southern Adventist University

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/deut/2
Tradução: Pr. Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



DEUTERONÔMIO 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
17 de junho de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

722 palavras

4 Guardai-vos bem. Os habitantes de Edom ficariam nervosos e apreensivos e, como resultado, podiam fazer um ataque repentino a Israel. Por outro lado, o fato de Israel estar ciente do medo no coração dos edomitas podia fazercom que se sentisse tentado a tomar vantagem desse temos e invadir o país. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1052.

5. A Esaú. Ver Jr 24:4. Deus é fiel mesmo com os que não fazem parte da aliança. Deus prometeu bênçãos temporais aos descendentes de Esaú e cumpriu Sua palavra. CBASD, vol. 1, p. 1052.

9. Dei Ar. Os descendentes de Ló, como os de Ismael e Esaú, tiveram sua herança confirmada antes que a semente de Abraão ocupasse o que tinha sido atribuído a ela. Ar aparentemente era a principal cidade daquele território, e toda a região recebeu seu nome (Nm 21:15, 28). CBASD, vol. 1, p. 1052.

14, 15 Israel não precisava gastar 40 anos no caminho da terra prometida. Deus os sentenciou a vaguearem no deserto porque rejeitaram Seu amor, rebelaram-se contra a Sua autoridade, ignoraram Seus mandamentos para viver retamente e intencionalmente quebraram seu acordo firmado em Êxodo 19:8 e 24:3-8. Resumindo, eles desobedeceram a Deus. Frequentemente nós tornamos a jornada de nossa vida mais difícil que o necessário pela desobediência. Aceite o amor de Deus, leia e siga Seus mandamentos na Bíblia e faça uma promessa de permanecer com Deus qualquer que seja a situação. Você descobrirá que sua vida será menos complicada e mais recompensadora. Life Application Study Bible Kingsway.

24 Seom, amorreu. Seom tinha tirado esse território dos moabitas, que por sua vez se retirou para o sul do rio Arnom. CBASD, vol. 1, p. 1052.

27 Pela estrada. Uma estrada real mantida para viagens de oficiais e tropas (Nm 20:17; 21:22). Existem vestígios desta antiga estrada desde o golfo de Áqaba em direção ao norte atravessando a Jordânia. CBASD, vol. 1, p. 1052.

30 Fizera obstinado o seu coração. O Senhor não poderia interferir na inclinação natural do coração e dos propósitos de Seom (ver com. de Êx 4:21). Pode-se usar a força mental e do coração, dada por Deus para continuar fazendo o que é errado ou para fazer o que é certo. O Senhor não força ninguém a fazer o bem ou o mal, mas sempre está pronto a cooperar por meio de Seu Espírito com aquele que escolhe o bem. A mesma palavra [traduzida por obstinado] é traduzida em Josué 1:6 como “corajoso”. CBASD, vol. 1, p. 1053.

[Comentário Adventista sobre Êxodo 4:21: “Eu lhe endurecerei o coração”: “…o endurecimento do coração do faraó não foi de forma alguma um ato de Deus , mas uma escolha deliberada de sua parte (ver PP, 268). … Cada manifestação do poder divino … fazia com que ele ficasse mais determinado a fazer sua própria vontade. Ao recusar ser corrigido, o rei desprezou ser corrigido, o rei desprezou e rejeitou a luz, até que se tornou insensível à mesma, e a luz foi finalmente retirada. Foi sua própria resistência à luz que endureceu seu coração. Até os pagãos reconheceram o fato de que foi o faraó e os egípcios que endureceram o coração, e não Deus (1Sm 6:6). … Deus não tem prazer algum com o sofrimento e morte do ímpio. Pelo contrário, Ele deseja que todos se arrependam e sejam, salvos (Ez 33:11; 1Tm 2:4; 2Pe 3:9). Ele faz o sol brilhar sobre os ímpios e os bons (Mt 5:45). Mas, assim como o sol afeta a matéria de diferentes formas, de acordo com sua natureza – derrete a cera e endurece o barro -, assim é a influência do Espírito de Deus sobre o coração humano. Ele produz efeitos diferentes, de acordo com a condição do coração. O pecador arrependido permite que o Espírito de Deus o conduza à conversão e à salvação, mas o impenitente endurece o coração cada vez mais. CBASD, vol. 1, p. 548, 549.]

34 A cada uma destruímos. Literalmente, “colocamos sob maldição”, “colocamos à parte”. Um ato assim pode ser realizado apenas sob ordem divina. O mesmo foi feito com Jericó. CBASD, vol. 1, p. 1053.

37 Jaboque. Ver Nm 21:24; Jz 11:22. Por ordem divina, o território dos amonitas não foi invadido. A ambição deve estar sempre em harmonia com a vontade de Deus e não procurar ir além dos limites estabelecidos por Ele. Assim, o êxito nesta vida será uma bênção. Mas caso se vá além da vontade divina para buscar mais do que Ele permite, o êxito provará ser um fruto estéril. CBASD, vol. 1, p. 1053.



Deuteronômio 02 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
17 de junho de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Tendes já rodeado bastante esta montanha; virai-vos para o norte” (v.3).

A rebelião de Israel os levou a retroceder para o lugar inicial de sua peregrinação. E após uma jornada prolongada ao redor da montanha de Seir, o Senhor orientou o Seu povo a marchar para o norte. Passariam pelas fronteiras das terras dos filhos de Esaú, que temeriam ao avistar aquela numerosa e organizada multidão. A ordem dada por Deus, contudo, incluía um procedimento pacífico tanto para com eles, como também para com os descendentes de Ló. Aquelas terras pertenciam aos descendentes de Esaú e de Ló, tanto quanto Canaã um dia pertenceria aos filhos de Israel.

Em um trajeto consideravelmente curto, Israel demorou “trinta e oito anos, até que toda aquela geração dos homens de guerra se consumiu no meio do arraial, como o Senhor lhes jurara” (v.14). Mesmo sob as ordens de atravessar as terras inimigas em paz, o Senhor sabia da recusa de Seom em conceder a Israel uma passagem pacífica e tanto este reino quanto outros testemunharam da força de um povo cujo Deus é o Senhor. Ao ouvirem da fama de Israel, todas as nações tremeriam diante dela e seriam tomadas por terrível angústia.

Seom representa as primícias da terra que Deus havia prometido aos filhos de Israel. Após uma longa jornada, aquela geração estava preparada para a tão aguardada conquista. No livro Educação encontramos a seguinte revelação: “No trato com os errantes no deserto, em suas marchas de um para outro lado, expostos à fome, à sede e ao cansaço, em perigos de adversários gentios, e na manifestação de Sua providência em seu socorro, Deus procurava fortalecer-lhes a fé, revelando-lhes o poder que continuamente operava para seu bem. E havendo-os ensinado a confiar em Seu amor e poder, era Seu intuito pôr diante deles, nos preceitos de Sua lei, a norma de caráter que, pela Sua graça, desejava alcançassem” (Ellen G. White, Educação, p.34).

Muitos julgam árdua e demorada a jornada cristã neste mundo. Já se passaram quase dois mil anos desde que Jesus nos prometeu as moradas do Pai (Jo.14:1-3), e que estamos andando “por este grande deserto” (v.7). No entanto, o Senhor, nosso Deus, tem estado com o Seu povo todo este tempo e, sendo o bom Pastor, jamais permitiu que nada nos faltasse (v.7). Pelo contrário, aqueles que nEle confiam e se entregam por completo ao Seu amoroso cuidado, sentem alegria na tristeza, alívio na dor e paz na tribulação. A amizade com Cristo sacia-lhes a alma e é como uma fonte que jamais se esgota.

Quem anda no Caminho excelente já pode provar aqui das primícias do celeste Lar. Por Seu Espírito, Deus nos concede na Terra o antegozo de Sua bondade e a paz “que excede todo o entendimento”, guardando o nosso coração e a nossa mente “em Cristo Jesus” (Fp.4:7). Através do fruto do Espírito podemos provar das delícias que havemos de usufruir pelos séculos eternos. “Levantai-vos, agora” (v.13), Israel de Deus, e marchemos “à terra que o Senhor, nosso Deus, nos dá” (v.29)!

Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, Aquele que vem virá e não tardará” (Hb.10:35-37). Vigiemos e oremos!

Bom dia, geração de eleitos do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Deuteronômio2 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



DEUTERONÔMIO 2 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
17 de junho de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

DEUTERONÔMIO 2 – Alguns creem que, em Deuteronômio, Deus apenas recapitula a história israelita. Entretanto, Ele não desperdiça espaço nas páginas sagradas. Se há certas repetições, nenhuma delas é sem motivo, “há sempre uma ênfase diferente ou detalhes novos. É justamente o que acontece em Deuteronômio que merece ser estudado com atenção”, aponta William MacDonald.

Considere a análise de J. A. Thompson: “Deuteronômio é um dos livros mais notáveis do Antigo Testamento. Nenhum livro da Bíblia exerceu maior influência sobre a religião no lar e na vida pessoal em todas as eras. É citado mais de 80 vezes no Novo Testamento e, portanto, pertence ao pequeno grupo de livros do Antigo Testamento (Gênesis, Deuteronômio, Salmo e Isaías) aos quais os cristãos primitivos se referiam com frequência”.

Deuteronômio 2 trata da graça divina para com as nações oriundas dos filhos incestuosos de Ló e dos filhos perversos de Esaú (edomitas). Também trata da vitória provida milagrosa por Deus aos israelitas sobre Seon, rei de Hesbom, dos amorreus.

É importante saber que Seom era “rei amorreu da região da Transjordânia cujo reino se estendia desde Jaboque a Arnom. Sua capital era Hesbom. Conquistou seu território dos moabitas (Nm 21:26:36) e também subjugou algumas tribos midianitas, pois cinco príncipes midianitas eram seus vassalos (Js 13:21). Quando os israelitas chegaram a sua fronteira, pediram permissão para passar em seu território no caminho para Canaã. Seon recusou-se e reuniu um exército contra Israel, levando à batalha de Jaza. Os amorreus foram derrotados, Seom foi morto, e todo seu território foi tomado pelos israelitas (Nm 21:21-32; Dt 2:26-36; Jz 11:22; Sl 135:4, 10-12). Israel acampou no meio do antigo reino de Seom antes de avançar contra o rei de Basã (Nm 22:1). Visto que o território capturado de Seom era bom para pasto, as tribos de Rúben e Gade o requereram, e a área lhes foi concedida como possessão por Moisés (Nm 32:1-38)” (Dicionário Bíblico ASD).

Isto revela-nos que nem sempre a solicitação com educação resulta em solução; pode gerar confusão por parte dos arrogantes. Porém, Deus concede vitória ao Seu povo.

Nossa sociedade parece uma bomba prestes a explodir; por mais cortês e educados que formos, estressados medrosos poderão provocar confusão. Contudo, Deus cuida daqueles que confiam nEle. Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: