Reavivados por Sua Palavra


NÚMEROS 26 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
5 de junho de 2022, 1:00
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO NÚMEROS 26 – Primeiro leia a Bíblia

NÚMEROS 26 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

NÚMEROS 26 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

Acesse os comentários em vídeo em nosso canal no Youtube (pastores Adolfo, Valdeci, Weverton, Ronaldo e Michelson)



NÚMEROS 26 by Luís Uehara
5 de junho de 2022, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://www.bibliaonline.com.br/nvi/nm/26

Se você me perguntasse, eu poderia te dar os nomes de todos os meus filhos e netos. Eu também poderia lhe dar os nomes da minha mãe, pai, irmãos e todos os seus filhos também. Eu sei os nomes de muitas das pessoas que tenho servido em várias igrejas e eu poderia dizer-lhes algo sobre todas elas. A razão pela qual eu sei todos esses nomes é porque eles são importantes para mim.

Deus faz listas de nomes de tempos em tempos porque essas pessoas são importantes para Ele. Aquele que vê o pardal cair e sabe o número de cabelos em sua cabeça (Mateus 10:29, Lucas 12:7) sabe o seu nome e tudo sobre você, e tudo importa para Ele. No céu há um livro chamado Livro da Vida (Apocalipse 20:12). Nele estão todos os nomes daqueles que serão salvos por toda a eternidade. Cada uma dessas pessoas é tão importante para Deus que mundos inteiros afundam na insignificância em comparação com um dos Seus filhos (O Desejado de Todas as Nações, p. 404).

A grande pergunta a ser feita é: “Meu nome está escrito lá?”

Por que não conversar hoje com o Senhor? Peça a Ele para perdoá-lo e salvá-lo. Ele terá prazer em adicionar seu nome à Sua lista!

Kevin Wilfley
Diretor do Ministério de Oração
União do Pacífico Norte dos Adventistas do Sétimo Dia EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/num/26
Tradução: Pr. Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



NÚMEROS 26 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
5 de junho de 2022, 0:50
Filed under: Sem categoria

26:1 – 36:13 O preparo de Deus em preparar a nova geração, limpa da apostasia, para ocupar a terra prometida (Andrews Study Bible).

1-2 a Moisés e a Eleazar… Levantai o censo. Arão já havia morrido e seu filho Eleazar partilhava com Moisés a responsabilidade da liderança. No primeiro censo, foi nomeado um homem de cada tribo, como chefe da casa de seu pai, para cooperar com Moisés e Arão na contagem do povo. Muito embora um arranjo como esse não seja mencionado nesta ocasião, sem dúvida um plano similar foi seguido. O censo do povo devia ser a base para a divisão da terra prometida (Nm 26:53). Os filhos de Israel ainda estavam nas campinas de Moabe (Nm 22:1). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 999.

Repetindo o censo militar (que não incluía levitas, cap. 1), era necessário organizar a nova geração e constatar que a velha geração tinha-se ido, à exceção de Calebe e Josué (vs. 64-65; comparar com o cap. 14) (Andrews Study Bible).

5-11 A tribo do filho mais velho de Jacó, Rúben, foi mencionada em primeiro lugar. Embora tivesse sofrido perdas por causa da rebelião dirigida por Datã e Abirão (vs 8-10), tinha-se recuperado o suficiente para ser quase tão numerosa quanto fora no primeiro recenseamento. Bíblia de Genebra.

5-6 Rúben, o primogênito. … os filhos de Rúben: … Enoque … Palu … Hezrom … Carmi. Ver Gn 46:8-9; Êx 6:14; Nm 1:20; 1Cr 5:3. Os quatro nomes listados nos v. 5 e 6 eram de famílias distintas dentro da tribo de Rúben, e estão de acordo com as outras listas nas referências dadas. CBASD, vol. 1, p. 1000.

Datã e Abirão. A lista das famílias de Rúben torna-se uma oportunidade para lembrar ao leitor o papel que alguns dos seus membros tinham desempenhado na rebelião de Corá (v. 16.1; cf. Jd 11). Bíblia de Estudo NVI Vida.

10 advertência. Uma referência a Números 16:38, onde se diz que os incensários desses homens se tornaram um “sinal”. CBASD, vol. 1, p. 1000.

11 os filhos de Coré não morreram. Esta é uma nota surpreendente, colocada entre as histórias de famílias. As famílias de Datã e Abirão morreram com eles (16:27, 32-33), mas os filhos de Coré (relacionados em Ex. 6:24) provavelmente se mantiveram à parte dos rebeldes. Os descendentes de Coré vieram a compor salmos magníficos (Sal. 42, 44-49, 84-85, 87-88) (Andrews Study Bible).

12-14 Os números relativos à tribo de Simeão diminuíram mais do que os de qualquer outra tribo (de 60.000 para pouco mais de 22.000), provavelmente indicando que o líder simeonita [Zinri], morto durante a sedição dos midianitas, pouco antes que este censo tivesse sido feito (25.14), era apenas um dentre milhares de simeonitas envolvidos na sedução dos midianitas (25.1-9). Ver nota em Gn 49:7 [Simeão não foi incluído na bênção de Moisés, Dt 33, e não recebeu herança de terras, somente cidades da terra de Judá, Js 19.1-9]. Bíblia de Genebra.

Esse castigo era tão recente que a tribo não teve tempo para se recuperar, da mesma forma que a tribo de Rúben. Bíblia de Estudo NVI Vida.

13 Saul. O filho de uma mulher cananeia (Gn 46:10). CBASD, vol. 1, p. 1000.

20 Perez. A linhagem de Davi e de Jesus seria estabelecida por meio dele (Rt 4.18-22; Mt 1.1-3). Bíblia de Estudo NVI Vida.

22 as famílias de Judá. A tribo de Judá era a mais numerosa. Com exceção de Calebe, a velha geração perecera, mas a nova excedia a antiga em quase duas mil pessoas (ver Nm 1:27). CBASD, vol. 1, p. 1000.

23 Tola … Puva. Os nomes Tola e Puva se originam de tintas. “Tola” era a cochinilha, inseto do qual se obtém a tinta escarlate, e “Puva”, uma espécie de … flores amarelas, das quais se fazia uma tinta. A família de Tola foi a mais fecunda, chegou a 22.600 homens no tempo de Davi (1Cr 7:2). CBASD, vol. 1, p. 1000.

33 Zelofeade. ver Nm 27:1; 36:11; e Js 17:3. CBASD, vol. 1, p. 1001.

34 Manassés … 52.700 homens. O maior aumento foi na tribo de Manassés (dos 32.200 anteriores). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Isso lembra a profecia de Jacó em relação à fecundidade dos filhos de José (Gn 49:22). CBASD, vol. 1, p. 1001.

51 seiscentos e um mil, setecentos e trinta O total [601.730] era apenas um pouco menor do que os 603.500 contados no censo anterior (1:46), a despeito da perda dos 24.000 devido à praga (25:9) (Andrews Study Bible).

54 À tribo mais numerosa darás herança maior. O crescimento e diminuição (inclusive devido a destruição divina) da população das tribos estava relacionada com sua lealdade ou deslealdade a Deus. Portanto, recompensas de territórios adicionais estavam indiretamente ligadas à conduta tribal (Andrews Study Bible).

A herança haveria de ser de acordo com a necessidade e a capacidade de cada tribo. Assim é que Deus distribui os dons e responsabilidades dentro da Sua igreja, Mt 25.15; Lc 19.17, 19; Ex 16.18; 2Co 8.13-15 (Bíblia Shedd).

64 Um novo censo para uma nova geração. … Números registra alguns milagres dramáticos. Este, porém, é um silencioso porém poderoso milagre frequentemente desconsiderado. Uma nação inteira se mudou de uma terra para outra, perdeu sua população adulta inteira, porém manteve seu direcionamento espiritual. Às vezes, parece que Deus não está efetuando milagres em nossas vidas. Mas Deus sempre trabalha de modos tranquilos para realizar seus propósitos de longo prazo. Life Application Study Bible Kingsway.

65 Calebe. Deus havia prometido poupar Calebe e Josué e permitir que entrassem na terra de Canaã graças a seu relatório corajoso (Nm 14:24, 30, 38). Além deles, Moisés e Eleazar eram sobreviventes do primeiro  censo realizado no monte Sinai. Uma geração inteira tinha perecido, com exceção de poucas pessoas que estavam sob o cuidado protetor de Deus e a quem Ele destinara para coisas maiores. O Senhor sabe quem são os Seus (2Tm 2:19); Ele sempre conserva o nome dos santos diante dEle (Ex 33:17; Is 43:1), no livro da vida (Ap 3:5; Fp 4:3). Calebe permanece como um digno exemplo de lealdade aos princípios sob as circunstâncias mais adversas e desafiadoras.  CBASD, vol. 1, p. 1002).



Números 26 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
5 de junho de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Entre estes, porém, nenhum houve dos que foram contados por Moisés e pelo sacerdote Arão, quando levantaram o censo dos filhos de Israel no deserto do Sinai” (v.64).

A longa peregrinação de Israel pelo deserto estava dando os primeiros sinais de seu fim. Como no Sinai, Deus ordenou a Moisés que fizesse a contagem dos homens do povo, de todos que fossem capazes “de sair à guerra” (v.2). Acampados “ao pé do Jordão, na altura de Jericó” (v.3), estavam margeando a terra prometida; às vésperas de adentrar no lugar tão aguardado. A começar pela tribo de Rúben, foram contadas as tribos, terminando com uma contagem especial da tribo de Levi.

O censo iniciou relembrando o caso de Datã e Abirão quando sua rebelião os levou à morte junto com suas famílias. “Mas os filhos de Corá não morreram” (v.11). Uma prova de que a justiça de Deus não isenta o culpado, mas também não culpa o inocente. A morte de Nadabe e Abiú também foi citada, encerrando o senso com a contagem especial dos levitas. Os quarenta anos no deserto serviram para forjar um povo que chamasse o pecado pelo nome e levasse adiante, de geração em geração, os princípios inegociáveis de Deus. Como o Senhor havia dito, após a sedição dos dez espias e de Israel, toda aquela geração morreria no deserto, menos “Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num” (v.65), por sua obediência, e confiança em Deus.

Noé e sua família, Ló, Josué e Calebe, representam o pequeno povo que o Senhor encontrará em pé no Dia de Seu retorno. Em um mundo com mais de sete bilhões de pessoas, há um remanescente sendo reavivado e reformado, aceitando o apelo final do Espírito Santo. Deus está levantando um último senso, e Ele nos relembra do pecado inaugural, que nasceu da rebelião de um anjo de luz, e do pecado final, que fará muitos serem enganados pelo “fogo estranho” (v.61).

Há uma necessidade urgente de homens e mulheres que sejam tão obedientes como Noé, tão nobres como Ló e tão corajosos e fiéis como Josué e Calebe. Uma geração de crentes que não se contamina com o mal, que não se corrompe com as influências e que confia nas promessas de Deus ainda que o mundo os odeie por isso. O Senhor tem uma recompensa eterna para dar ao Seu povo, “segundo as suas famílias” (v.57). A salvação bate à porta de nossos lares clamando para entrar e fazer morada. Josué e Calebe tiveram suas vidas e famílias preservadas pelo amor e devoção com que se dedicaram a Deus e à Sua obra, e tiveram o privilégio de entrar na contagem dos que herdariam Canaã.

Hoje é dia de decisão. Hoje é dia de senso nos registros celestiais. Como o apóstolo dos gentios, seja esta a nossa firme resolução:
Quer, pois, vivamos ou morramos, somos do Senhor” (Rm.14:8). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, herdeiros da Canaã celeste!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Números26 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



NÚMEROS 26 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
5 de junho de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

NÚMEROS 26 – A revelação apresentada neste capítulo rende preciosas lições que devem chamar nossa atenção.

A primeira e mais impactante é que Israel diminuiu em tamanho após 40 anos de libertação do Egito. Em vez de crescer, a nação decresceu; em relação ao senso do início da jornada, havia 1.820 a menos. Note as razões:

• A geração que saiu do Egito apresentou ingratidão, falta de fé e atitude de rebelião frente às promessas e direção de Deus; consequentemente, sobraram apenas Josué e Calebe, os únicos que preservaram sua fidelidade frente à infidelidade generalizada do povo que havia saído do Egito, atravessado o Mar Vermelho, e experimentado a revelação graciosa e miraculosa de Deus no Sinai (Números 26:63-65). Devemos atentar para nossa vida e atitudes, para que tais pecados não nos tirem o privilégio do Novo Céu e da Nova Terra (Apocalipse 21).

• A irreverência dos sacerdotes Nadabe e Abiú os levou à morte instantânea, sem deixar descendência. A geração de sacerdotes continuou através dos outros dois filhos de Arão: Eleazar e Itamar (Números 26:57-62). Deus continua o mesmo no início da igreja cristã mostrando que não devemos brincar com coisas sagradas sem sofrer as consequências (Atos 5:1-11). Deus espera reverência no tempo do fim tanto quanto esperou durante a trajetória de Seu povo no passado.

• A rebeldia dos líderes Corá, Datão e Abirão que desembocou em rebelião, a qual gerou destruição para eles e seus seguidores, sofreram consequências semelhantes às de Lúcifer e seus anjos quando se rebelaram lá no Céu (Números 26:8-11; Apocalipse 12:4, 7-9). Mostrando que Deus nunca tolera àqueles que se opõem a Seus líderes e não tolerará os rebeldes contra a organização de Sua igreja no tempo do fim (veja Judas 1:3-22).

• O sincretismo religioso é um pecado extremamente perigoso. A praga resultante do adultério físico e espiritual, da mistura da religião verdadeira com a falsa, levou catastroficamente 24.000 pessoas à morte no fim da caminhada rumo à Terra Prometida (Números 26:1-4; conf. Números 25:9). Tal fatalidade serve de advertência para nós que estamos prestes a ver Jesus retornar para levar-nos ao Céu.

Querer a plenitude das bênçãos de Deus não é suficiente. Precisamos moldar nossa atitude com a vontade dAquele que promete o Céu aos fieis.

Portanto, reavivemo-nos! Consagremo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: