Reavivados por Sua Palavra


MIQUEIAS 3 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
26 de março de 2021, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO MIQUEIAS 3 – Primeiro leia a Bíblia

MIQUEIAS 3 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

MIQUEIAS 3 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO – ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO(link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)



MIQUEIAS 3 by Jeferson Quimelli
26 de março de 2021, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/mq/3

Miqueias não foi pago pelos líderes ou por outros profetas em Israel por seu trabalho! No terceiro capítulo, ele tem algumas mensagens muito diretas para as pessoas no poder: “Ouvi, agora, vós, cabeças de Jacó, e vós, chefes da casa de Israel: Não é a vós outros que pertence saber o juízo? Os que aborreceis o bem e amais o mal” (Miquéias 3:1-2, ARA).

Em Atos dos Apóstolos, lemos: “Solenes são as responsabilidades impendentes sobre os que são chamados a agir como dirigentes na igreja de Deus na Terra.” (p. 92). É simples: líderes sempre terão outras pessoas olhando para eles, e por causa de sua influência expandida, eles têm mais responsabilidade de viver como exemplos cristãos em todos os aspectos da vida.

Em certo sentido, todos somos líderes porque liderança é influência e todos nós temos influência sobre outras pessoas. Quando não demonstramos virtudes cristãs – usando linguagem que denigre as pessoas, perdendo a paciência, não praticando a humildade – representamos erroneamente o Salvador a quem servimos.

Gordon Bietz
Ex-presidente da Southern Adventist University (aposentado)

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1142
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



MIQUEIAS 3 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
26 de março de 2021, 0:50
Filed under: Sem categoria

609 palavras

Todo o pecado é ruim, mas o pecado que leva os outros a se desviar é o pior. Life Application Study Bible Kingsway.

1 Cabeças de Jacó. Miqueias denuncia então as injustiças e a opressão dos líderes e dos falsos profetas. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 1124.

2-4 Nós, como os líderes, não devemos tratar Deus como um interruptor de luz para ser ativado apenas quando precisamos. Em vez disso, sempre devemos confiar nEle. Life Application Study Bible Kingsway.

2 Arrancais. Em vez de serem pastores para guiar e proteger as ovelhas, esses líderes eram como açougueiros do rebanho, aproveitando-se dele. CBASD, vol. 4, p. 1124.

3 Comeis a carne. De um modo metafórico chocante, o profeta enfatiza a extrema cobiça e a voracidade dos líderes em seus negócios com o povo comum (ver Sl 14:4; Am 8:4). CBASD, vol. 4, p. 1124.

5-7 Nem todos os que afirmam ter mensagens de Deus realmente as tem. Miquéias profetizou que um dia os falsos profetas seriam envergonhados por suas ações. Life Application Study Bible Kingsway.

5 Acerca dos profetas. Nos v. 5 a 8 Miqueias denuncia os pecados dos falsos profetas que enganavam o povo, e pronuncia os juízos de Deus sobre eles. Eles mostram que eles pensavam apenas em si mesmos e em seu ganho. Ao se unir aos ricos, eles fecharam os olhos para as necessidades do povo e não condenavam os pecados de seu tempo. CBASD, vol. 4, p. 1125.

6 Portanto, se vos fará noite. Estas palavras de calamidade anunciada são dirigidas aos falsos profetas ou aos governantes. Miqueias informa que, no tempo da angústia, nenhuma profecia viria para orientá-los (ver 1Sm 28:6; Lm 2:9). CBASD, vol. 4, p. 1125.

7 Os videntes se envergonharão. Porque as previsões de paz eram enganadoras. CBASD, vol. 4, p. 1125.

Cobrirão o seu bigode. Cobrir o bigode ou a barba era sinal de luto e vergonha (ver Lv 13:45; Ez 24:17, 22). CBASD, vol. 4, p. 1125.

8 Cheio de poder. Em contraste com os falsos profetas que seguiam “seu próprio espírito” (Ez 13:3), Miqueias era dirigido “pelo Espírito do Senhor”” (ver 2Sm 23:2; 1Pe 1:10, 11; 2Pe 1:20, 21). … (1) … poder para proclamar a mensagem divina … (2) … palavras certas e justas… (3) …contra toda e qualquer oposição… CBASD, vol. 4, p. 1125.

Você não pode testemunhar de forma eficaz confiando unicamente em sua própria força, porque o medo impedirá que você fale de Deus. Só confiando no poder do Espírito Santo é que você pode viver e testemunhar por Ele. Life Application Study Bible Kingsway.

11 Miqueias advertiu os líderes, sacerdotes e profetas do seu tempo para que evitassem subornos. Os pastores de hoje aceitam subornos quando permitem que aqueles que contribuem muito controlem a igreja. Quando o medo de perder dinheiro dos membros influencia os pastores a permanecer em silêncio quando devem falar o que é o correto, suas igrejas estão em perigo. Devemos lembrar que o reino de Judá foi finalmente destruído por causa do comportamento de seus líderes religiosos. Um aviso semelhante deve ser direcionado para aqueles que têm dinheiro – nunca use seus recursos para influenciar ou manipular os ministros de Deus – isso é suborno. Life Application Study Bible Kingsway.

12 Sião. Originalmente, era o nome da fortaleza jebusita (2Cr 5:2; cf, 2Sm 5:7), mais tarde, porém, foi aplicado ao cume oriental todo [monte do templo] e, poeticamente, a toda a cidade de Jerusalém (ver com. do Sl 48:2). CBASD, vol. 4, p. 1126.

Monte. A altura imponente do Moriá [monte do templo] se tornaria tão desolada como o topo de qualquer montanha. CBASD, vol. 4, p. 1126.

Jerusalém seria destruída assim como Samaria foi (1:6). Isso aconteceu em 586 a.C. quando Nabucodonosor e o exército babilônico atacaram a cidade (2Rs 25). Embora Miqueias tenha culpado os líderes da corrupção, as pessoas não estavam sem culpa. Eles permitiram que a corrupção continuasse sem se voltar para Deus ou exigir justiça. Life Application Study Bible Kingsway.



MIQUEIAS 3 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
26 de março de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Eu, porém, estou cheio do poder do Espírito do Senhor, cheio de juízo e de força, para declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado” (v.8).

Quando os filhos são apenas bebês, é mais fácil para os pais lidar com eles no sentido de discipliná-los. À medida em que vão crescendo, e eles passam a ganhar certa autonomia, como andar, comer e fazer outras coisas sozinhos, começam a manifestar seus gostos e vontades de forma mais forte, mas, a depender da estrutura familiar, ainda são subordinados aos seus pais. Na adolescência, quando passam por uma fase de transição, pensam estar sempre com a razão e torna-se mais difícil ainda os corrigir. E, a depender da educação do lar e formação do caráter desses filhos, eles serão adultos submissos à vontade de Deus ou homens e mulheres que não admitem ser corrigidos.

Através de meus filhos, o Senhor tem me ensinado a lidar com diferentes fases ao mesmo tempo e, nos desafios diários, me ensinado a descansar em Seus cuidados. Foi na educação do lar que Deus deixou para Israel a base sólida para a formação de homens e mulheres que temem a Deus e que permanecem como alunos que nunca se desligam da escola de Cristo (Dt.6:4-9). E foi na negligência dessa educação que o povo se corrompeu e passou a ser regido por pessoas alheias à vontade divina e incapazes de dar ouvidos à voz da repreensão. Aos “chefes da casa de Israel” (v.1) foi dirigida a mais dura palavra, pois, como líderes, era seu dever cuidar do povo e garantir que seguissem o “assim diz o Senhor”. No entanto, por seus corações obstinados “fizeram mal nas suas obras” (v.4) e até mesmo os profetas falavam do que não sabiam, “porque não [havia] resposta de Deus” (v.7).

Com a autoridade dada pelo Céu, Miqueias se colocou diante do povo como o porta-voz do Senhor, declarando a transgressão de Jacó e o pecado de Israel. Como era de se esperar de uma geração movida pela avareza e pelo egoísmo, as palavras proféticas eram desconsideradas enquanto sustentava estar Deus no meio dela: “Não está o Senhor no meio de nós? Nenhum mal nós sobrevirá” (v.11). Mas as ameaças dadas por intermédio do homem “cheio do poder do Espírito do Senhor” (v.8), certamente se cumpririam, pois que, qual filhos rebeldes, os líderes insensatos se recusaram a submeter-se ao Pai celestial.

Amados, como última igreja de Deus, não fomos repreendidos por sustentar doutrinas falsas ou ensinamentos contrários à Palavra de Deus. Pelo contrário, somos ricos e abastados do conhecimento da verdade. Somos ricos e abastados de bons oradores e mestres com capacidades brilhantes. Mas somos infelizes, miseráveis, pobres, cegos e nus (Ap.3:17) do único conhecimento que salva. “E a vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Jo.17:3). Jesus repreende e disciplina o Seu último povo porque O ama (Ap.3:19); porque deseja que ele O conheça de fato e de verdade, em um relacionamento pessoal e íntimo que nos leve a aprender mais e mais quem Ele é. E quando isso acontece, é impossível não nos unirmos à declaração do apóstolo: “o amor de Cristo nos constrange” (2Co.5:14).

Está chegando o tempo, e creio que já chegou, em que precisaremos de muito mais que bons sermões e poucos minutos de comunhão se queremos, como Miqueias e os discípulos no Pentecostes, experimentar o poder do Espírito Santo em nossa vida. Todos nós temos um trabalho a fazer na seara do Senhor. Todos nós fomos chamados à santa lida. A não ser, contudo, que nos tornemos como crianças, totalmente dependentes e submissos à vontade do Pai, jamais entenderemos o valiosíssimo preço de nossa redenção e a maravilhosa graça que nos foi outorgada. É tempo de, como Jesus, falar mais com a vida do que com os lábios. Então, com o coração humilde e manso, receberemos do Céu o direito e a autoridade de declarar: “Eu, porém, estou cheio do Espírito do Senhor, cheio de juízo e de força, para declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado” (v.8). Vigiemos e oremos!

Bom dia, porta-vozes do Pai!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Miqueias3 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



MIQUEIAS 3 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
26 de março de 2021, 0:40
Filed under: Sem categoria
Jesus morreu na cruz para libertar-nos das mazelas do pecado e da opressão dos agentes do diabo.
 
Disfarçados, os falsos líderes espirituais estão por todos os lados, inclusive (ou principalmente) entre o próprio povo de Deus. Em igrejas cristãs de todos os tipos e líderes religiosos escrupulosos dão margem aos “anti-cristos” (ateus) levantarem sua bandeira e desprezarem à igreja de Deus.
 
Fique alerta!
 
• Usar a religião para ganhar a vida, satisfazer a avareza e alimentar a ganância a tal ponto de explorar aos incautos, ávidos pela verdadeira manifestação divina, caracteriza os falsos representantes de Deus (vs. 1-3).
 
• Pior que ser um mensageiro iludido, pervertido e enganador é o pecador preferir tais pregadores e rejeitar aos verdadeiros enviados de Deus para oferecer o bálsamo refrescante do perdão, da restauração e da reconciliação (vs. 4-8).
 
• Usar a fama, a habilidade e a influência para levar os crentes ao engano, à práticas contrárias à Palavra de Deus e à doutrinas de demônios pensando estar fazendo a obra de Deus é o pensamento de todos os líderes falsos que falam em nome de Cristo (vs. 9-12).
 
Observe atentamente e com oração as análises teológicas de Paul R. House:
 
“Os profetas verdadeiros pregam, contudo sua mensagem, a mensagem de Yahweh, é rejeitada (3.4-8). Por esse motivo logo procurarão uma palavra da parte de Deus, mas não terão nenhuma resposta (3.6-7) […]. Vários textos de Isaías pronunciam ais contra os perversos. Em Amós 8.4-6, Jeremias 4.14, Ezequiel 11.12 e Provérbios 6.10 condenam-se os que planejam o mal. Êxodo 20.17 ordena a Israel que não cobice, e Amós 8.11,12 adverte das consequências da fome da Palavra de Deus. Jeremias 8.4-17 denuncia líderes perversos que levam o povo para a destruição. Poder-se-ia ampliar a lista, mas a lição está clara: Quando, em Miqueias 1-3, Deus testemunha contra o pecado, esse testemunho tem o apoio de todas as Escrituras”.
 
Precisamos, nestes últimos dias da história deste mundo…
 
1. Dar mais atenção à Palavra de Deus;
2. Estudar mais a Palavra de Deus;
3. Permitir que o Espírito Santo implante os princípios da Palavra de Deus em nossa vida;
4. Pautar nossa rotina pela revelação divina, não pelos pregadores gananciosos;
5. Viver segundo os nobres propósitos de Deus para nós.
 
Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



%d blogueiros gostam disto: