Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 09 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
31 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“[E] lhe disse: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal a testa dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela” (v.4).

Assim foi apresentado a Ezequiel o juízo divino. Seres celestiais, agentes do juízo, tomaram posição no cumprimento de seu dever. Detentores das armas da justiça de Deus, e acompanhados de um escrivão com a ordem de selar “a testa dos homens” (v.4) que se entristeciam por todas as abominações cometidas no meio de seu povo, um cenário foi apresentado não somente para aquele tempo, mas como uma prefiguração do juízo final. O sinal na testa representa uma escolha consciente de temer a Deus e de se desviar do mal. Contudo, aos demais que haviam se corrompido e se recusado a dar ouvidos ao Senhor, seu destino foi a morte, a começar pelo santuário, ou seja, pelos líderes espirituais da nação (v.6).

Quão terrível foi o sentimento experimentado pelo profeta ao perceber que só havia ficado ele “de resto” (v.8)! Um sinal também foi exigido dos filhos de Israel quando do derramamento da última praga no Egito. O sangue de um cordeiro nos umbrais da porta era uma marca demasiado significativa, um sinal da aliança de cada família com “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo.1:29). Uma grande tensão tomou conta de cada casa, mas tão logo o anjo destruidor passava sem molestar os que obedeceram às ordens de Deus, seus corações eram tomados de profunda gratidão. O sangue de Cristo, este símbolo sagrado de nossa preciosa redenção, continua sendo um símbolo de purificação na vida de quem escolhe não se contaminar com as finas iguarias do príncipe deste século (Dn.1:8).

Está escrito sobre os salvos: “São estes os que vêm da grande tribulação, lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro” (Ap.7:14). Havemos de passar por um selamento definitivo e um tempo de grande angústia. Ouso afirmar que já começamos a experimentar o princípio deste tempo. E muitos têm sido guardados pelo Senhor no descanso da morte. Mas um derradeiro grupo, os que ficarem “de resto”, terão de passar pelo tempo sombrio. Nossa mente, porém, não deve estar concentrada no futuro desafiador, mas nas presentes oportunidades que temos de estar preparados e preparando outros para o glorioso retorno do nosso Redentor.

Embora a nossa luta seja grande e constante mediante um inimigo derrotado que tenta nos roubar a paz, que a bendita esperança que encheu o meu coração de fé através das palavras a seguir, também preencha o seu coração na certeza de que o Senhor já nos garantiu a vitória:

Não fiqueis desalentados”, diz a irmã White, “não desfaleçais. Embora tenhais tentações; embora sejais assediados pelo astuto inimigo, se o temor de Deus estiver diante de vós, anjos valorosos em poder serão enviados em vosso auxílio e podereis estar à altura de enfrentar os poderes das trevas. Jesus vive. Ele morreu para prover um meio de escape à raça caída; e vive hoje para fazer intercessão por nós, a fim de que sejamos exaltados à Sua destra. Tende confiança em Deus. O mundo anda no caminho largo; e ao andar no caminho estreito e ter de lutar com principados e potestades, e enfrentar a oposição de inimigos, lembrai-vos de que foram tomadas providências a vosso favor. A ajuda está a cargo de Alguém que é poderoso; e, por meio dEle, podeis vencer” (E Recebereis Poder, p.373).

Como Lutero e os demais reformadores tiveram de enfrentar a rejeição e perseguição daqueles que se diziam representantes de Deus, o remanescente fiel enfrentará a dura perseguição daqueles que antes erguiam o mesmo estandarte. Maior aflição, porém, advém de um coração que clama qual Davi: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. Não me repulses da Tua presença, nem me retires o Teu Santo Espírito” (Sl.51:10-11). Consciente de seus pecados, Davi clamou pelo perdão e pela misericórdia divina. “De igual modo, todos quantos desejem seja seu nome conservado no livro da vida, devem, agora, nos poucos dias de graça que restam, afligir a alma diante de Deus, em tristeza pelo pecado e em arrependimento verdadeiro. Deve haver um exame de coração, profundo e fiel” (EGW, O Grande Conflito, p.493).

Examinemos o nosso coração e o preparemos para o selamento final dos santos (Ap.7:3). Vigiemos e oremos!

Bom dia santos do Altíssimo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Ezequiel9 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: