Reavivados por Sua Palavra


LAMENTAÇÕES 2 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
19 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“No furor da Sua ira, cortou toda a força de Israel; retirou a Sua destra de diante do inimigo; e ardeu contra Jacó, como labareda de fogo que tudo consome em redor” (v.3).

Uma das coisas que mais o mundo tem clamado é pela paz. Contudo, para que haja paz, precisa haver justiça. E isto só é possível quando o homem observa as leis e estatutos que regulam uma determinada sociedade em prol do bem-estar individual e coletivo. A partir do momento em que há uma quebra nem que seja de um dos menores dispositivos legais, há uma ruptura com a justiça, e, consequentemente, com a paz.

No monte Carmelo, Elias provou diante de todo o povo quem é de fato o verdadeiro e único Deus: “porque o nosso Deus é fogo consumidor” (Hb.12:29). Aquele fogo que consumiu todo o holocausto, inclusive as pedras, poderia ter descido com ímpeto sobre aquele povo que precisava ver para crer. Afinal, o Senhor ainda tinha sete mil joelhos que permaneciam fiéis diante de Sua presença (1Rs.19:18). Porém, Ele escolheu poupar o Seu povo concedendo-lhe nova oportunidade.

Israel rompeu com a paz a partir do momento em que deixou de cumprir com a justiça. Como filhos do Senhor, não fizeram o que é justo: “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo” (Ef.6:1). E este mandamento também se aplica a nós com relação Àquele que chamamos de Pai. A ira de Deus é considerada pela maioria como tirania. Até os que dizem crer em Deus têm julgado Suas ações antigas como sendo demasiadamente severas e desprovidas de misericórdia. Mas esquecem que a justiça de Deus foi violada, e que a Suas misericórdias clamavam insistentemente através dos Seus profetas a um povo que se negava a ouvi-Lo. Hoje estamos vivendo um verdadeiro pandemônio no que se refere aos relacionamentos. Paulo escreveu que nos últimos dias os filhos seriam “desobedientes aos pais” (2Tm.3:2). E essa quebra na autoridade paterna é um fator que, consequentemente, gera uma sociedade que não teme a Deus. Mas Deus, em Sua infinita graça, tem estendido o Seu tempo de misericórdia enquanto clama aos corações ainda endurecidos.

Não adianta, amados, nos apegarmos ao fato de pertencermos a uma igreja e de participarmos de suas atividades litúrgicas. Israel continuava observando as leis cerimoniais, mas seu coração estava longe de Deus. E perante seus olhos viram a queda do lugar que o Senhor rejeitou e detestou (v.7). Estamos prestes a testemunhar o tempo em que “não vigora a lei, nem recebem visão alguma do Senhor os Seus profetas” (v.9). Tempo em que Deus enviará “fome sobre a Terra, não de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. Andarão de mar a mar e do Norte até ao Oriente; correrão por toda parte, procurando a palavra do Senhor, e não acharão” (Am.8:11-12).

Queremos paz? Então, andemos na justiça enquanto há tempo! Pratiquemos o que é nosso dever: “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os Seus mandamentos; porque isto é dever de todo homem” (Ec.12:13). É tempo de consumirmos os nossos olhos de lágrimas clamando a Deus uns pelos outros (v.11)! É tempo de derramarmos “como água o coração perante o Senhor” e erguermos “a Ele as mãos pela vida” de nossos filhos (v.19)! Está chegando o Dia da ira do Cordeiro em que Ele “julgará o Seu povo” (Hb.10:30), para que possa haver paz eterna. Com o coração partido, Ele terá de ver aqueles do Seu carinho, os quais criou, sendo consumidos (v.22). Que você e eu façamos parte do pequeno grupo que, com perseverança e constante oração, permanecerá praticando a justiça até que do alto possamos ouvir: “Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor” (Mt.25:21). Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, perseverantes em Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Lamentações2 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: