Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 51 by Jobson Santos
16 de dezembro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/jr/50

O simbolismo neste capítulo é incrível! A história da Babilônia literal é paralela em todos os aspectos ao destino da Babilônia espiritual. As pessoas se rebelaram contra Deus e buscaram independência dEle, desde o início dos tempos. Considere, por exemplo, a torre de Babel em Gênesis 12. E eles continuarão a se rebelar contra Ele até o fim dos tempos (Ap 14: 8; 18: 21.)

A rebelião começou no céu no coração de Lúcifer, mas terá um fim. Ao longo dos tempos, as pessoas se rebelaram contra Deus e tentaram estabelecer seu próprio caminho para o céu, mas falharam terrivelmente, assim como a tentativa de Saddam Hussein de reconstruir a Babilônia falhou. Da mesma forma, a Babilônia espiritual será derrotada.

Há duas razões pelas quais os cristãos podem se alegrar:
1) Haverá um fim para o pecado.
2) A morte é apenas um sono (João 11:11, 14, 43), mas o v. 39 neste capítulo nos diz que os ímpios “dormem e jamais acordam”. O pecado não surgirá uma segunda vez para atormentar os justos e perturbar a paz e a harmonia do Céu.

Nossa vida na terra é um tempo de provação, um tempo para escolher o caminho a seguir. Quanto a mim, servirei ao Senhor (Josué 24:15). E você? Escolherá servir a quem?

Val Smit
Dona de casa, Kadoma, Zimbábue

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=993
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



<span>%d</span> blogueiros gostam disto: