Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 49 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
14 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Pois quem é semelhante a Mim?” (v.19).

A despeito de todos os juízos divinos que sobrevieram àquelas nações, o Senhor sempre deixou claro de que o Seu veredito final é pleno de misericórdia. Como em Moabe, os amonitas e os elamitas também receberam a promessa de uma futura restauração (v.6 e 39). Porém, as demais nações receberam uma condenação certa e definitiva (v.13, 27 e 33). E, especificamente uma delas, recebeu um julgamento tal qual foi com “Sodoma e Gomorra” (v.18): a nação de Edom.

Movidos pelo orgulho e por suas baixas paixões, os edomitas eram governados pelo seu próprio coração enganoso e buscavam no prazer e na ostentação a grandeza de seu reino. A lógica humana ocupava “as alturas dos outeiros” (v.16) e de lá sofreria a queda mortal, provando que tudo aquilo de que se orgulhavam tanto, não passava de um engano fatal. A pergunta feita pelo Senhor àquela nação nos diz quem estava à frente daquela batalha para fazer justiça ao Seu povo: “Pois quem é semelhante a Mim?” (v.19). Acompanhe comigo este comentário do Programa Bíblia Fácil, da Rede Novo Tempo:

“Miguel significa ‘quem é semelhante a Deus’ e é um desafio a Satanás, que desde o princípio quis ser igual ao Criador (Isaías 14:12-14). Sempre que Miguel é mencionado na Bíblia, refere-se à Pessoa de Jesus como Comandante dos exércitos celestiais em direta disputa com Satanás e os anjos maus. Para nossa felicidade eterna, Miguel sempre sai vitorioso. Leia: Judas 9; Daniel 10:13, 21;12:1; Apocalipse 12:7. Quando falamos que Miguel significa ‘semelhante a Deus’, no original e para a cultura hebraica, ‘semelhante’ significa ‘igual’ (ver João 5:18; 19:7). Miguel, portanto, seria um dos nomes de honra de Jesus, que o iguala a Deus Pai e que em nada diminui a Divindade dEle!”

Portanto, o próprio Miguel, ou seja, Jesus, atuou como o Conselheiro (v.20) e Comandante que estava à frente daqueles juízos contra as nações pagãs que estavam sob a regência de Satanás. O Seu propósito original nunca foi o de destruir nação ou povo algum, mas conduzi-los à verdadeira conversão, mudando-lhes “a sorte” (v.39). Contudo, nem todos aceitaram os Seus apelos e, pelas próprias atitudes insanas, tornaram-se “assolações perpétuas” (v.13).

Percebam que, apesar da rebeldia das nações, Deus sempre tinha o cuidado de zelar pelos menos favorecidos. As classes que eram rejeitadas, por Ele eram amparadas: “Deixa os teus órfãos, e Eu os guardarei em vida; e as tuas viúvas confiem em Mim” (v.11). O ministério de Cristo na Terra foi a maior prova deste cuidado. Ele não somente andou com todos os que eram marginalizados, mas os tocou, ensinou, curou e amou. Aquele que é igual a Deus veio aqui como “Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)” (Mt.1:23), para nos mostrar que este é o Seu desejo e será o galardão eterno para todo aquele que permitir que Ele lhe mude a sorte: morar com Ele!

Não foi sem razão que Ele Se colocou no lugar dos pobres, presos, doentes e desabrigados e afirmou que os benditos do Pai que entrarão no Reino dos Céus serão aqueles que amaram assim como Ele amou (Mt.25:31-40). Busquemos, pois, o poder do alto para sermos testemunhas de Jesus (At.1:8), e perseverarmos ao lado de Miguel na grande última batalha! Vigiemos e oremos!

Bom dia, testemunhas de Jesus dos últimos dias!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias49 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: