Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 41 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
6 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Saindo-lhes ao encontro Ismael, filho de Netanias, de Mispa, ia chorando…” (v.6).

Dissimulado, Ismael arquitetou a sua trama maligna sem qualquer empecilho. Gedalias conheceria os resultados de sua imprudência. Passado algum tempo, o algoz voltou levando consigo mais “dez homens, capitães do rei” ao encontro de Gedalias e “comeram pão juntos” (v.1). Ao que tudo indica, ali mesmo, “sem ninguém o saber” (v.4), Ismael e seus companheiros mataram não somente Gedalias, mas “a todos os judeus que estavam com Gedalias, em Mispa, como também aos caldeus, homens de guerra, que se achavam ali” (v.3). E, não bastasse tudo isso, oitenta homens que peregrinavam para as terras de Judá a fim de cumprir algum tipo de voto sagrado, também foram vítimas de Ismael, que terrivelmente fingido, “ia chorando” (v.6) ao encontro deles.

Como um antítipo de salvador, Joanã, acompanhado dos príncipes dos exércitos e seus homens, “foram pelejar contra Ismael” (v.12). Ao avistarem a Joanã, “todo o povo que estava com Ismael se alegrou” (v.13), “virou as costas, voltou e foi para Joanã” (v.14). Ismael, porém, conseguiu fugir. “Como vaso de barro coberto de escórias de prata, assim são os lábios amorosos e o coração maligno” (Pv.26:23). Ismael se encaixava perfeitamente neste provérbio. Comia e bebia, se alegrava e chorava, mas depois descobria a sua maldade deixando o seu rastro de vítimas. Era o típico caso de alguém que se deixa ser guiado pelo governo do próprio coração maligno.

O Senhor mesmo falou por intermédio de Jeremias: “Maldito o homem que confia no homem” (Jr.17:5). Isto não significa que devemos desconfiar de tudo e de todos, mas que precisamos ser cuidadosos em nossos relacionamentos e não nos precipitarmos em nossas relações de amizade. Ismael cobiçou a posição de Gedalias e aproveitou-se de sua boa vontade e ingenuidade. E não é preciso ser um assassino para isso. Basta permitir que a cobiça e o descontentamento dominem o coração e, à semelhança de Lúcifer quando se rebelou contra o governo divino, os maus sentimentos provocam divisões destrutivas entre os homens assim como houve divisão entre os anjos.

Já vimos que Jesus, o nosso supremo Mestre, nos deixou a lição da cautela. Lição que foi reforçada pelo apóstolo Paulo: “Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, nem ainda comais” (1Co.5:11). Cuidado, amados! Ser cauteloso não é ser juiz, porque “aos corações prova o Senhor” (Pv.17:3). Peça a Deus sabedoria nos relacionamentos. Se você for amigo de Jesus, certamente as suas amizades também refletirão isso e serás um verdadeiro amigo para os teus semelhantes. Vigiemos e oremos!

Feliz semana, amigos de Jesus!

Rosana Garcia Barros 

#PrimeiroDeus #Jeremias41 #RPSP 

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Diariamente somos abençoados com os comentários da Rosana Barros. Com riqueza de detalhes e profundidade espiritual, além de ótima pedagogia, ela se permite usar pelo Espírito Santo e traz grandes lições, por meio das quais nos aproximamos de Deus.

Comentário por Jaire Anderson




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: