Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 37 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
2 de dezembro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Assim diz o Senhor: Não vos enganeis a vós mesmos, dizendo: Sem dúvida, se irão os caldeus de nós; pois, de fato, não se retirarão” (v.9).

O relato de hoje revela a condição mental em que se encontrava os líderes e o povo de Judá: em completa confusão. A pregação de Jeremias era ignorada, mas a sua vida, a sua experiência, deixava bem claro diante de todos que ele era um homem de Deus. Nem o rei, nem seus subordinados, nem o povo, “deram ouvidos às palavras do Senhor que falou por intermédio de Jeremias, o profeta” (v.2). Contudo, vendo-se em apuros, o rei mandou dizer ao profeta rejeitado: “Rogai por nós ao Senhor, nosso Deus” (v.3). Isto não é estranho?

Novamente, o profeta ergueu a voz e proclamou em alto e bom som a mesma mensagem de juízo. E ele foi além (parafraseando): – Suponhamos que o teu exército, ó rei Zedequias, vencesse o exército dos caldeus e destes sobrassem apenas poucos “homens mortalmente feridos”, estes mesmos homens seriam fortes o suficiente para se levantar de seus leitos e queimar esta cidade inteirinha (v.10). O que Jeremias quis dizer foi que não importava o que fizessem, não importava se o exército egípcio afugentasse o exército de Babilônia, a profecia iria se cumprir exatamente como Deus lhe havia revelado, nem que Ele tivesse apenas alguns homens inválidos como Seus instrumentos de vingança.

Acendeu-se grande ira contra o profeta de Deus, que foi covardemente açoitado e levado à prisão. Enquanto ali estava, Jeremias foi levado à presença do rei Zedequias, “em secreto”, de quem ouviu a estranha pergunta: “Há alguma palavra do Senhor?” (v.17). Mas que interesse tão grande era esse da parte de alguém que não dava ouvidos à palavra profética? Porque saber de algo que ele não estava disposto a obedecer? Interessante foi a resposta do profeta: – Há sim uma palavra do Senhor, e é a mesma: “Nas mãos do rei da Babilônia serás entregue” (v.17).

O caráter do rei Zedequias lembra muito o de outro personagem bíblico: o governador Pilatos. Ambos temiam a reação do povo, caso descobrissem a sua inclinação em conhecer a verdade. E esquivaram-se de serem por ela libertos do cárcere de seus pecados. Muitos há que conhecem as verdades da Palavra de Deus, reconhecem nos cristãos genuínos pessoas que possuem intimidade com o Senhor e até desejam ouvi-los, mas não estão dispostos a seguir pelo mesmo caminho. Porque, como Jesus mesmo afirmou, é um caminho estreito (Mt.7:14), é uma jornada que requer renúncia e confiança em Deus; por isso, abrindo mão do poder do alto, muitos preferem permanecer na comodidade da aprovação em massa.

Se Zedequias tivesse dado ouvidos a Jeremias, e se Pilatos tivesse obedecido ao pedido de sua esposa (Mt.27:19), quão diferentes teriam sido os registros de suas vidas! Hoje, o Senhor bate à porta de nosso coração e clama! Todo aquele que abre e recebe o banquete do Céu, não consegue guardar este presente somente para si, mas é motivado, pela graça de Jesus, a cumprir a missão que Ele nos confiou (Mt.28:19-20). “Não vos enganeis a vós mesmos” (v.9), amados, tendo apenas curiosidade em saber a Palavra do Senhor. Mas que possamos permitir ser por ela “purificados, embranquecidos e provados” (Dn.12:10). Então, nos momentos finais deste mundo escuro, assim como não faltou pão a Jeremias (v.21), cumprir-se-á em nossa vida a palavra profética: “o seu pão lhe será dado, as suas águas serão certas” (Is.33:16). Vigiemos e oremos!

Bom dia, reavivados pela Palavra!

* Oremos para que possamos amar e praticar as palavras do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jeremias37 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: