Reavivados por Sua Palavra


ÊXODO 39 by jquimelli
9 de janeiro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/exodo/ex-capitulo-39

Temos aqui um vislumbre do ministério de Aarão diante de Deus em favor dos israelitas. O que impressiona são as minuciosas instruções que Deus deu para a construção da vestimenta do sacerdote. A complexidade da estranha vestimenta com as cores reais – ouro, azul, púrpura e escarlate -, o detalhamento da colocação de Urim e Tumim e cada pedra na placa do peito mostra que Deus atribui grande significado à obra do sacerdote.

Arão tinha que estar sem pecado enquanto usava esse traje no santuário. Assim, na coroa foi gravada a frase “Santidade ao Senhor”. Arão serviu como exemplo. O serviço era uma sombra [tipo] do serviço do santuário celestial onde o sem pecado Jesus está ministrando. A roupa que Arão foi instruído a usar era um símbolo de intercessão. Arão usou o éfode [roupa externa do sumo-sacerdote] com as doze pedras no peito significando os nomes dos filhos de Israel.

Jesus, nosso Sumo Sacerdote, o antítipo [aquilo que é representado pelo símbolo], está no santuário celestial com os nomes de Seus amados filhos e intercedendo pelos penitentes pecadores diante de Seu Pai. Temos a garantia de que Jesus nunca se esquecerá de nós se fixarmos nossos olhos nEle enquanto Ele ministra no santuário celestial.

Esther Katenga
Universidade Internacional da Ásia-Pacífico
Mauk Leuk, província de Saraburi
Tailândia

https://www.revivalandreformation.org/?id=335
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli

Ouça em áudio (Voz: Valesca Conty):



ÊXODO 39 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
9 de janeiro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



ÊXODO 39 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
9 de janeiro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Precisamos aprender a permanecer diante de Deus e descansar em Sua presença através do estudo de Sua Palavra. Assim fazendo aprenderemos que as orientações divinas são muito melhores que nossas maiores aspirações, então será mais fácil submetermos confiantemente à Sua soberana e santa vontade.

Moisés demorou, mas aprendeu a confiar plenamente em Deus. Ainda que seja demorado esse aprendizado, precisamos aprender. Após várias experiências, agora esse servo de Deus age em total dependência de seu Senhor.

No capítulo em análise, a frase “como o Senhor ordenara a Moisés” aparece sete vezes:

• Verso 1: “…como o Senhor ordenara a Moisés”.

• Verso 5: “…como o Senhor ordenara a Moises”.

• Verso 7: “…como o Senhor ordenara a Moisés”.

• Verso 21: “…como o Senhor ordenara a Moisés”.

• Verso 26: “…como o Senhor ordenara a Moisés”.

• Verso 29: “…como o Senhor ordenara a Moisés”.

• Verso 31: “…como o Senhor ordenara a Moisés”.

Esta expressão serve como controle de qualidade de tudo quanto fora feito em relação ao que Deus pedira. Nada do que foi feito era de acordo com instruções humanas. Tudo era conforme a instrução de Deus a Moisés.

Desta forma, o Santuário era sagrado, assim como o sacerdote e suas indumentárias. Pois, fora submetido às orientações de Deus ao ser fabricado…

1. A estola sacerdotal (vs. 1-7);
2. O peitoral das vestes sacerdotais (vs. 8-21) ;
3. As vestes sacerdotais (vs. 22-31).

A obediência e a execução ao pé da letra de todos os detalhes executados, revela a nós a importância que deveríamos dar ao estudar desses assuntos sagrados.

Finalmente, tudo estava concluído, e pronto para ser apresentado ao líder instituído por Deus (vs. 32-43). Embora vários dons tenham sido utilizados na elaboração de cada parte, nenhuma pessoa é destacada ou honrada nesse momento.

• Mais do que enfatizar quem trabalhou na obra de Deus, é preferível enfatizar o quê foi realizado para Deus segundo a Sua vontade.

• Mais do que honrar e agradecer os habilidosos executores da obra realizada é melhor abençoar-lhes aprovando a seriedade e a diligência dos trabalhadores.

Enfim, a obra de Deus precisa ser feita sem esperar gratificação ou honras humanas. Se alguma ambição houver em nosso coração, que seja a da submissão em todos os detalhes daquilo que Deus nos pede! Reavivemo-nos!

Heber Toth Armi



ÊXODO 39 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
9 de janeiro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Viu, pois, Moisés toda a obra, e eis que a tinham feito segundo o Senhor havia ordenado; assim a fizeram, e Moisés os abençoou” (v.43).


Para o ofício no santuário, o Senhor ordenou que se fizessem vestes especiais, “finamente tecidas”, além das “vestes sagradas para Arão” (v.1), “e as vestes de seus filhos” (v.41). Assim como o fez com a estrutura de todo o tabernáculo, as vestimentas “para ministrar no santuário” (v.1) foram descritas por Deus de forma detalhada. Como tudo no santuário, as roupas também deveriam declarar “Santidade ao Senhor” (v.30). Além do simbolismo das vestes, o Senhor também prezava pela decência em Sua Casa de Oração. Em orientação anteriormente dada a Moisés, isso ficou bem claro: “Nem subirás por degrau ao Meu altar, para que a tua nudez não seja ali exposta” (Êx.20:26).

Já é comprovado que a roupa diz muito a respeito da pessoa e que mensagem ela deseja transmitir. Ao mesmo tempo, há o risco de julgarmos o conteúdo pela embalagem. Nem sempre o que vemos por fora revela o que há por dentro. A estrutura do tabernáculo revelava isso, já que por fora era revestida por peles de animais, e por dentro reluzia o brilho do ouro. Mas o real desejo de Deus era que os sacerdotes e levitas fizessem jus ao que os vestia de forma tão bela. Por sete vezes encontramos a expressão “segundo o Senhor ordenara a Moisés” (v.1, 5, 7, 21, 26, 29 e 31), indicando o perfeito cumprimento quanto a esta importante “obra do tabernáculo” (v.32). Cada oficial do santuário foi vestido pelo padrão do Céu.

Tudo estava pronto. Cada detalhe fora concluído, desde a parte interna e externa, até as “vestes finamente tecidas” (v.41). Vendo que tudo havia sido feito conforme as instruções divinas, “Moisés os abençoou” (v.43). A obediência sempre vem acompanhada da bênção. E o fato de terem sido abençoados antes mesmo da primeira montagem do santuário, confirma as palavras do profeta Samuel, quando afirmou: “Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar” (1Sm.15:22). Não é o que vestimos, o que usamos ou o que fazemos que importa para Deus. E sim, porque vestimos, porque usamos e porque fazemos. Qual é a nossa real intenção?

O apóstolo Paulo nos advertiu: “abstende-vos de toda forma de mal” (1Ts.5:22). Isso inclui todas as nossas escolhas. Mas, antes de qualquer mudança exterior, deve acontecer a interior. Se a aparência de santidade vista por fora não for uma extensão da obra interior do Espírito Santo, não passa de uma farsa que não pode ocultar-se dAquele que sonda os corações. “Aconselho-te”, diz o Senhor, “que de Mim compres… vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez” (Ap.3:18). Não seja o nosso adorno o que é exterior, “seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranquilo, que é de grande valor diante de Deus” (1Pe.3:4).

Que toda mudança vista em nós seja tão somente o resultado da boa obra do Espírito Santo em nossa vida.

Bom dia, vestidos pelo Espírito Santo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Êxodo39 #RPSP

Comentários em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100
https://www.youtube.com/channel/UCzzqtmGdF4UqBopc6CRiqLA



ÊXODO 39 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
9 de janeiro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria



ÊXODO 39 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
9 de janeiro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

718 palavras

1 como o Senhor ordenara. Esta expressão se repete sete vezes neste trecho que descreve os atavios sacerdotais (1-31). É para enfatizar que nenhum sacerdote pode vocacionar-se a si mesmo, mas tem de ser chamado por Deus (Hb 5.4-6, onde se vê que o próprio Jesus não arrogou o privilégio a Si mesmo). Bíblia Shedd.

3 de ouro batido. Pela primeira vez explica-se o método pelo qual o fio de ouro era preparado para o bordado. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 740.

14 As pedras eram conforme os nomes dos filhos de Israel. A beleza e preciosidade dessas pedras, com os nomes do povo de Deus nela gravados, representavam a glória para a qual Israel deveria ser transformado, como possessão exclusiva de Deus (19.5). De uma forma semelhante os nomes dos doze apóstolos, representando a Igreja de Cristo, estão gravados nas doze pedras preciosas que são os fundamentos da Nova Jerusalém (Ap 21.14-20). Bíblia Shedd.

24 romãs (heb rimmon). Fruta muito apreciada desde os tempos mais remotos. Várias cidades da Palestina tinham esse nome, por exemplo: Rimon (Js 15.32); Gate-rimon (Js 19.45) e En-rimon (Ne 11.29). Do suco da romã se fazia um refresco saboroso, das sementes um xarope e das flores um remédio adstringente. Romãs ornamentais decoraram também os capitéis das colunas do Templo de Salomão (1Rs 7.20) e o siclo de prata [moeda] que circulava em Jerusalém no segundo século a.C. Bíblia Shedd.

28 mitra. Baseado em Is 22.8 (onde no heb temos a forma verbal), pode-se deduzir que era um turbante enrolado em cima da cabeça. Sobre ela se colocará a “lâmina de ouro”, uma espécie de diadema, “coroa sagrada” (30). Foi este último artigo que tinha o significado especial, segundo 28.38 “…para que Arão leve a iniquidade…”; isto é, o sumo sacerdote simbolicamente levava o pecado do povo, como seu representante. Bíblia Shedd.

30 santidade ao Senhor. Quando a coroa real se acrescenta às vestes sacerdotais, há o reconhecimento da intenção divina de fazer de Israel uma nação teocrática, governada soberanamente por Deus, através dos Seus servos escolhidos. Bíblia Shedd.

32 foi encerrada toda a obra do tabernáculo. Relembra as palavras finais da narrativa da criação (v. Gn 2.1-3). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Cada pequeno detalhe do tabernáculo estava pronto. O Criador do universo estava interessado mesmo nas pequenas coisas. Mateus 10.30 diz que Deus conhece o número de cabelos de nossas cabeças. Isso mostra que Deus se interessa muito por você. Não tenha medo de falar com Ele a respeito de suas preocupações – não importa quão pequenas ou insignificantes elas pareçam. Life Application Study Bible.

Visto que os israelitas não chegaram ao monte Sinai antes do terceiro mês (Êx 19:1) e que Moisés esteve com Deus por cerca de três meses (24:18; 34:28), a construção do tabernáculo começou por volta do sexto ou sétimo mês e foi completada antes do final do ano (Êx 40:2; PP, 349). A construção durou, então, seis meses. A rapidez com que a obra foi completada indica a consagração, habilidade e cooperação fraternal da parte de todos os envolvidos no projeto e as bênçãos de Deus sobre seus esforços. CBASD, vol. 1, p. 740.

33 trouxeram a Moisés. Os componentes finalizados foram trazidos a Moisés para inspeção. Moisés tinha recebido as instruções do Senhor (caps. 25 – 31) e só Moisés podia determinar a precisão do que havia sido feito. Bíblia Shedd.

Em qualquer posição de responsabilidade na qual você se encontre, acompanhe de perto se as tarefas foram completadas como desejado e mostre sua apreciação às pessoas que ajudaram. Life Application Study Bible.

42 segundo o Senhor ordenara a Moisés. A obra de fazer o Tabernáculo era o resultado da revelação (25.40) e da inspiração divina (31.3). Esses dois aspectos atuam na obra de Cristo na formação do templo (que é a Sua Igreja)… (1Pe 2.5; 1Co 6.19-20). Não se pode compreender esta obra tão sublime sem a revelação de Deus registrada nas sagradas Escrituras e aplicada ao nosso entendimento por obra do Espírito Santo. Depois de recebermos a revelação que nos esclarece a vontade de Deus, carecemos encher-nos do Espírito para pô-la em prática, e vivermos a mensagem de Deus, o que nos torna à Sua imagem revelada em Jesus Cristo (Cl 3.10). Bíblia Shedd.

43 A linguagem que aqui se emprega é semelhante à descrição da criação do mundo (Gn 1.31 e 2.3). Sugere que a obra sacerdotal de Cristo, simbolizada pelos vários objetos do Tabernáculo, tem a finalidade de fazer dos homens novas criaturas (2Co 5.17). Bíblia Shedd.




%d blogueiros gostam disto: