Reavivados por Sua Palavra


Deuteronômio 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
28 de junho de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Andareis após o Senhor, vosso Deus, e a Ele temereis; guardareis os Seus mandamentos, ouvireis a Sua voz, a Ele servireis e a Ele vos achegareis” (v.4)

De forma muito pontual, Moisés buscou orientar Israel a respeito dos perigos da idolatria e dos falsos mestres. Especificamente, o capítulo de hoje relata uma advertência contra os falsos profetas ou sonhadores que surgissem no meio do povo o incitando a seguir outros deuses através de sinais e prodígios previamente revelados por eles. Tais impostores buscariam de todas as formas possíveis persuadir o maior número de pessoas a cometer “rebeldia contra o Senhor” (v.5), afastando-os assim de Deus e da verdadeira adoração.

A advertência prévia, no entanto, visava proteger Israel desta ameaça nacional, inclusive, de lidar com tal assunto de maneira branda ou negligente. O Senhor permitiria que os tais falsos profetas se levantassem no meio da nação a fim de provar a fidelidade dos filhos do Seu povo, se amavam o Senhor, seu Deus, mas não poderia tolerar que os enganadores permanecessem semeando a idolatria e a apostasia. Nem os laços de parentesco poderiam falar mais alto do que a fidelidade ao Senhor: “não concordarás com ele, nem o ouvirás; não olharás com piedade, não o pouparás, nem o esconderás” (v.8).

Em Seu sermão profético, Cristo nos advertiu quanto ao mesmo mal: “Vede que ninguém vos engane”; “levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos”; “porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos”; “Vede que vo-lo tenho predito” (Mt.24:4, 11, 24 e 25). O engano tem sido a base do governo de Satanás na Terra, desde o princípio, quando proferiu a primeira mentira: “É certo que não morrereis” (Gn.3:4). Desde então, esta tem sido a sua estratégia em fazer com que a criatura se rebele contra o Criador. Ao povo de Deus, porém, a parte que nos cabe é a de proclamar a verdade pura e simples da Palavra de Deus por preceito e por exemplo, desmascarando assim o inimigo e seus agentes, principalmente, quando estes estão infiltrados no meio da igreja.

Jesus nos deixou clara e reiterada advertência! E neste contexto bélico entre o bem e o mal não podemos assumir a atitude de Eva de aproximarmo-nos do terreno inimigo, nem tampouco acovardar-nos diante de nossa responsabilidade, pois assim diz o Senhor: “Quando Eu disser ao perverso: Certamente, morrerás, e tu não o avisares e nada disseres para o advertir do seu mau caminho, para lhe salvar a vida, esse perverso morrerá na sua iniquidade, mas o seu sangue da tua mão o requererei” (Ez.3:18). Não podemos subestimar as tentadoras ofertas do maligno. Pois “não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz” (2Co.11:14).

A sutileza do inimigo de Deus mostrará seu mais hediondo engano quando se cumprir o que Jesus também nos preveniu, quando a nossa fé se tornar uma ameaça à ordem mundial: “E sereis entregues até por vossos pais, irmãos, parentes e amigos” (Lc.21:16). “Contudo”, continuou Jesus, “não se perderá um só fio de cabelo da vossa cabeça. É na vossa perseverança que ganhareis a vossa alma” (Lc.21:18-19).

Passada a grande prova final, que o Senhor nos encontre aprovados pelos méritos do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, no qual “vivemos, e nos movemos, e existimos” (At.17:28). Vigiemos e oremos!

Bom dia, adoradores do único Deus verdadeiro!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Deuteronômio13 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: