Reavivados por Sua Palavra


NÚMEROS 27 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
6 de junho de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

NÚMEROS 27 – Liderança espiritual é essencial para fazer justiça e promover a condução dos planos divinos. Isso é claramente perceptível no processo de herança das filhas órfãs de Zelofeade e na ordenação de Josué, o sucessor de Moisés.

Interessante a forma educada, cortês e reverente que as mulheres aproximaram-se da liderança do Senhor: Sem arrogância, estupidez ou prepotência. Além desse legado, “o desejo sincero de participar da terra dada por Deus, manifestado pelas filhas de Zelofeade, contrasta nitidamente com o desdém com que a geração anterior tratou a dádiva”, observa Eugene Merrill.
• E nós, quanto interesse demonstramos na promessa de Cristo levar-nos para a casa do Pai? (João 14:1-3)

A presença de Josué no texto revela o interesse de Deus por bons líderes, aptos para conduzir Seu povo. Líderes não devem ser escolhidos aleatoriamente. Não é qualquer pessoa que está preparada para assumir um cargo que exige máxima responsabilidade espiritual.
• A questão não é liderar, mas ser a pessoa que Deus precisa.

Note que Josué é percebido logo no início da jornada dos israelitas, quando Moisés o chama e confia-lhe responsabilidade importante: “Escolha alguns dos nossos homens e lute contra os amalequitas” (Êxodo 17:9). Na primeira guerra que o povo de Deus enfrentou (Êxodo 17:8-16), Josué demonstrou ser general representante do Deus “que não toleraria a rebelião dos homens contra Si” (Francis Schaeffer).

O líder aprendiz busca intimidade com Deus. No Monte Sinai, “Moisés partiu com Josué, seu auxiliar, e subiu ao monte de Deus” (Êxodo 24:13). Líderes devem discipular seu liderado para ocupar seu lugar.

Bons líderes são otimistas. Josué não era pessimista, por pior que fosse a realidade, sua interpretação dos sinais era positiva – que tremenda lição! No episódio da apostasia causada pela idolatria do povo que vibrava com bezerro de ouro como se fosse deus, Josué interpretou, dizendo a Moisés: “Há barulho de guerra no acampamento” (Êxodo 32:17).

Como servo de Moisés “que não se afastava da tenda” (Êxodo 33:11), “que desde jovem era auxiliar de Moisés” (Números 11:28), que demonstrou coragem frente à oposição generalizada (Números 14:5-10), Josué era digno de ser ordenado para continuar liderança israelita (Números 27:12-23).

O discipulado de líderes da nova geração deve iniciar quando futuros líderes são ainda jovens; e, deve-se investir continuamente neles! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: