Reavivados por Sua Palavra


ÊXODO 21 by Jobson Santos
25 de março de 2022, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: Texto bíblico: https://www.bibliaonline.com.br/nvi/ex/21

Em 1902, a descoberta arqueológica de uma pedra que documenta mais de 300 leis que governavam a Babilônia durante o reinado de Hamurabi mostra algumas semelhanças com este capítulo. Tanto o capítulo de Êxodo 21:16 quanto o código de Hamurabi indicam que o tráfico de escravos era considerado um delito grave punível com a morte. Êxodo 21:23 estabelece que um homem deve pagar pelo assassinato com sua própria vida. No entanto, a lei babilônica indica que um homem podia colocar sua filha em seu lugar. Mas esta injustiça não era permitida na lei mosaica.

Em contraste com Êx 21:26, a lei babilônica fala como se as injúrias fossem infligidas ao senhor do servo e não ao próprio servo. Mas a lei hebraica exclusivamente não considera um servo propriedade incondicional de seu mestre. Em geral, as leis de Êxodo se concentram mais nos direitos dos seres humanos individuais e na santidade da vida do que as leis babilônicas. Embora muitas leis do código de Hamurabi sejam diferentes, pode haver alguma indicação de que ambas as leis remontam a uma fonte comum. Deus desejava que a equidade e a justiça fossem exercidas entre Seu povo nos tempos antigos e também hoje.

Como estamos tratando as pessoas ao nosso redor?

Michael Hasel
Southern Adventist University
EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/exo/21
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: