Reavivados por Sua Palavra


Êxodo 19 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de março de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a Minha voz e guardares a Minha aliança, então, sereis a Minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é Minha” (v.5).

Avançando na jornada, Israel acampou “em frente do monte” (v.2) Sinai. Ao saberem que o Senhor lhes falaria, ficaram cheios de expectativa. A ordem foi para que Moisés purificasse o povo. Todos deveriam lavar as suas vestes para ir à presença do Senhor. Era propósito de Deus que a nação de Israel fosse Sua fiel testemunha ao mundo, proclamando o Seu nome entre todas as nações. A resposta do povo pareceu convincente para Moisés, que, ao levá-la a Deus, recebeu ordens expressas para que o povo fosse purificado e que ninguém ultrapassasse e nem tocasse nos limites do monte. E após uma cerimônia de purificação, Deus Se revelou através de “trovões, e relâmpagos, e uma espessa nuvem sobre o monte, e mui forte clangor de trombeta” (v.16).

Mesmo após terem visto os prodígios de Deus no Egito e de terem passado pelo Mar Vermelho a seco, nada poderia se comparar à experiência que tiveram ao pé do Sinai. Até então, os filhos de Israel só tinham visto os milagres de Deus. Precisavam ter uma experiência pessoal com o Deus dos milagres. Acostumados com os deuses de ouro do Egito, muitos cogitaram a ideia de ver o Senhor e esculpir-Lhe as formas em imagem. Mas todos, a não ser por Moisés e Arão, foram proibidos de “subir ao monte Sinai” (v.23), algo que o Senhor teve o cuidado de reforçar a fim de que não fossem feridos (v.24). As manifestações da presença de Deus fizeram o povo estremecer, pois “Todo o monte Sinai fumegava […] todo o monte tremia grandemente. E o clangor da trombeta ia aumentando cada vez mais” (v.18 e 19). Israel teve um prenúncio da segunda vinda de Cristo.

Este episódio é um tipo do tempo que antecede o retorno de Jesus à Terra. Deus tem, hoje, um povo de Sua “propriedade peculiar”, “reino de sacerdotes e nação santa” (v.5 e 6), para proclamar ao mundo as boas-novas de salvação. Como está escrito: “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes dAquele que vos chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz” (1Pe.2:9). É um chamado de obediência que prontamente nos atrevemos a declarar: “Tudo o que o Senhor falou faremos” (v.8). A verdade nos é dada como fonte de toda liberdade, mas basta o primeiro confronto com nossos gostos não convertidos para a rejeitarmos tão rápido quanto a professamos aceitar.

Israel precisava ouvir a voz de Deus não somente para nEle crer, mas também para crer em Moisés, Seu profeta (v.9). Disso dependia a segurança e a prosperidade da nação eleita, como está escrito: “Crede no Senhor, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos Seus profetas e prosperareis” (2Cr.20:20). Deus nunca deixou os Seus filhos às escuras. Em tempos oportunos, Ele levantou homens e mulheres a fim de revelarem a verdade presente para cada época. O profeta Amós declarou: “Certamente, o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem primeiro revelar o Seu segredo aos Seus servos, os profetas” (Am.3:7). A verdade presente para os dias de Noé foi: Haverá um dilúvio! No tempo determinado, entrem na arca! Nos dias de Elias foi: Não haverá chuva até que eu peça! Adorem somente a Deus! Nos dias de Jeremias foi dito: Entreguem-se à Babilônia! O Senhor cuidará de vocês! Nos dias de João Batista foi: Arrependam-se de seus pecados e sejam batizados! Eis que é chegado o Messias! Será que o Senhor deixaria o Seu derradeiro povo sem profecia?

Como igreja profética, temos em mãos a Palavra de Deus, além dos mais valiosos testemunhos dados pelo Senhor à Sua serva Ellen G. White. Uma mulher simples, que se colocou nas mãos de Deus como uma humilde serva a fim de nos revelar o sonido certo da última verdade presente. O “espírito da profecia” (Ap.19:10), como uma das características do remanescente dos últimos dias, não é um compilado de conselhos ultrapassados, e sim mais de cem mil páginas da sabedoria e do conhecimento do Senhor. Quem lê os escritos da irmã White juntamente com a Bíblia, com o objetivo de conhecer a Deus, certamente experimenta uma comunhão mais viva e eficaz com o Eterno, e compreende de forma cada vez mais clara a vontade dEle para o Seu remanescente.

À resposta rápida do povo, o Senhor replicou com a ordem de purificação: “Lavem eles as suas vestes” (v.10). Assim como a Palavra de Deus nos aponta para Cristo, o espírito de profecia tem a mesma função. Não obedecemos para sermos salvos, mas porque fomos salvos. Primeiro Israel foi liberto do Egito para depois receber a Lei. Primeiro somos lavados pelo sangue de Cristo, para depois darmos os nossos primeiros passos na nova vida. Primeiro Jesus perdoa, e só depois Ele diz: “Vai e não peques mais” (Jo.8:11). Eu creio que esta será a geração que verá as manifestações sobrenaturais do Senhor quando Ele vier com toda a Sua glória (Mt.24:30-31). E a purificação que nos habilitará a contemplar a face de Jesus não será o lavar das nossas vestes materiais, “não por obras de justiça praticadas por nós”, mas pelo “lavar regenerador e renovador do Espírito Santo” (Tt.3:5). O Senhor deseja te purificar. Você aceita?

Bem-aventurados aqueles que lavam as Suas vestiduras [no sangue do Cordeiro], para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas” (Ap.22:14). Vigiemos e oremos!

Bom dia, lavados pelo sangue de Cristo!

* Oremos pelo batismo do Espírito Santo. Oremos uns pelos outros.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Êxodo19 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Amém! 🙏🏽🙌🏽

Comentário por Silvio Fernandes




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: