Reavivados por Sua Palavra


Êxodo 17 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
21 de março de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“E Moisés edificou um altar e lhe chamou: O Senhor é minha Bandeira” (v.15).

Que farei a este povo?” (v.4), foi a pergunta de Moisés ao Senhor diante de mais um motim contra a sua liderança. A falta de água era apenas mais uma desculpa para apontar Moisés como o culpado de tê-los tirado do Egito. O idoso líder tornou-se alvo da ira de uma nação que precisava experimentar privações nas necessidades mais básicas para entender a sua necessidade mais urgente: confiar em Deus.

Prestes a erguer a mão contra seu líder, a sede de Israel foi saciada e sua rebelião aplacada por uma rocha ferida. Entretanto, Israel precisava passar por muitas dificuldades a fim de crescer e amadurecer como nação santa. Não foi o erguer das mãos de Moisés que deu a vitória ao povo eleito, mas a fé que os moveu a submeter-se ao “assim diz o Senhor”. E a escola do deserto certamente revelaria o ouro e a escória, habilitando uma geração que pudesse estar preparada para herdar a terra prometida.

Cristo é a Rocha da salvação e a Água da Vida! Ele foi ferido para que possamos receber de graça da água que jamais acaba (Ap.22:17). Assim como Moisés estava sentado sobre a rocha para descansar e permanecer firme, devemos construir a nossa vida sobre a rocha que é Cristo (Mt.7:24) e aceitar o auxílio de irmãos que nos apoiam e ajudam a perseverar na obra que o Senhor nos confiou.

Que o nosso caráter revele a mesma atitude de Arão e de Hur, servindo de apoio aos nossos semelhantes, principalmente, aos nossos líderes espirituais. E que nossa vida seja uma constante e confiante declaração: “O Senhor É Minha Bandeira” (v.15). Lembre-se: beber da Água da Vida e dar apoio aos nossos semelhantes são experiências valiosas e imprescindíveis em nossa jornada à Canaã celestial. Num mundo que se torna um deserto cada vez mais difícil de atravessar, Deus nos convida a olhar para as situações mais críticas e crer que Ele pode suscitar as soluções mais improváveis, no entanto, totalmente eficazes. Como bater em uma rocha para obter água ou erguer os braços para vencer uma guerra não fazia sentido, humanamente falando, muitas vezes não precisamos encontrar sentido nos planos de Deus, mas simplesmente podemos confiar em Seus propósitos. Portanto, vigiemos e oremos!

Bom dia, homens e mulheres de fé!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Êxodo17 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Bom dia!

Comentário por Silvio Fernandes




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: