Reavivados por Sua Palavra


GÁLATAS 4 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
11 de outubro de 2021, 0:50
Filed under: Sem categoria

1162 palavras

1 menor. Referência ao período anterior a Cristo. escravo. Gentio. Bíblia de Estudo Andrews.

2 tutores e curadores. A lei de Moisés (comparar com 3:22, 23). até ao tempo predeterminado. De acordo com o propósito eterno e o tempo de Deus. Bíblia de Estudo Andrews.

3-7 Jesus nasceu de uma mulher – ele era humano. Ele nasceu como um judeu – ele estava sujeito à lei de Deus e a cumpria perfeitamente. Assim, Jesus foi o sacrifício perfeito porque, embora fosse totalmente humano, ele nunca pecou. Sua morte comprou liberdade para nós, que fomos escravizados pelo pecado, para que pudéssemos ser adotados na família de Deus. Life Application Study Bible Kingsway.

3 nós. Tanto judeus quanto gentios. Bíblia de Estudo Andrews.

sujeitos aos rudimentos. A expressão grega refere-se aos elementos básicos de que se compõe o mundo; no pensamento da antiguidade, esses eram terra, vento, água e fogo. Algumas vezes, esses elementos eram venerados como divindades que governam o universo. Bíblia de Genebra.

rudimentos do mundo. Religiões ritualistas. Bíblia de Estudo Andrews.

A plenitude do tempo.O tempo estabelecido pelo Pai (v. 2), “os fins dos séculos”(1Co 10.11), em que as promessas de Deus são realizadas. Bíblia de Genebra.

Cristo apareceu num tempo determinado por Deus que é o ponto central de toda a história. Bíblia Shedd.

Enviou. Afirma a Sua preexistência. Bíblia Shedd.

sob a lei. Sob a maldição da lei. Bíblia de Estudo Andrews.

Ainda que sem pecado (2Co 5.21), Cristo nasceu sob a lei, não somente com a obrigação de cumprir a lei, mas identificando-se com pecadores, os quais estão debaixo da maldição da lei. Sua morte libertou-nos dessa maldição (3.10-14). Bíblia de Genebra.

5-7 Sob a lei romana, um filho adotivo tinha garantidos todos os direitos legais sobre a propriedade de seu pai, mesmo que ele fosse um ex-escravo. Life Application Study Bible Kingsway.

5 para resgatar. O conceito de redenção vem da instituição da escravidão. Tanto no mundo greco-romano como no judeu, um escravo podia comprar sua liberdade (ou alguém poderia comprá-la para ele), pagando o preço da redenção aos seus proprietários. O preço da redenção foi pago pelo Pai, no sangue do Seu Filho (1Pe 1.17-18), e pelo Filho, ao dar a Sua vida em resgate por muitos (Mt 20.28). Bíblia de Genebra.

7 filho. Que desfruta um relacionamento e acesso íntimo com o pai. Bíblia de Estudo Andrews.

8 não são deuses. Quando os gálatas eram pagãos, pensavam que os seres adorados eram deuses; mas quando se tornaram cristãos entenderam melhor a situação. Bíblia de  Estudo NVI Vida.

Ídolos e objetos da natureza adorados pelos pagãos. Bíblia de Estudo Andrews.

9 conhecidos por Deus. Aceitos por Deus. Bíblia de Estudo Andrews.

O conhecimento que tinham de Deus não era o resultado de sua própria investigação, mas da obra soberana daquele que abriu o entendimento deles. Bíblia de Genebra.

10 Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Paulo pode estar referindo-se à observância de festivais judaicos. Bíblia de Genebra.

Dias de festas anuais e por estação. Não se trata do sábado semanal, que tanto Jesus quanto Paulo guardaram (ver Lc 4:16; At 13:14, 42; 16:13; 17:2; 18:4). Bíblia de Estudo Andrews.

12 Sede qual eu sou. Vivendo pela fé e suportando perseguições. Bíblia de Estudo Andrews.

13 por causa de uma enfermidade física. Não se sabe de que enfermidade Paulo sofria. Alguns sugerem um problema de visão (v 15; 6.11), mas malária e epilepsia também já foram sugeridas. Pode haver ou não relação com o que Paulo chamou de “espinho na carne” (2Co 12.7). Ao que parece, a enfermidade de Paulo fez com que ele permanecesse mais tempo na Galácia, onde não faltaram oportunidades de ministério. Bíblia de Genebra.

14 Enfermidade … tentação. O v. 13 dá a entender que Paulo foi pregar aos gálatas, em parte por causa de uma enfermidade que possivelmente seria a malária que abundava em Perge, no litoral da Ásia Menor (At 13.14), mas não no interior mais alto. Porém, alguns vêem nas palavras “tentação”, desprezo”, uma possível alusão à epilepsia (cf 2Co 12.7). Bíblia Shedd.

15 arrancado os próprios olhos. Hipérbole que revela a disposição deles de abrir mão do que tinham de mais precioso em benefício dele. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Você perdeu sua alegria? Paulo percebeu que os gálatas haviam perdido a alegria de sua salvação por causa do legalismo. O legalismo pode tirar porque: (1) faz as pessoas se sentirem mais culpadas do que amadas; (2) produz ódio de si mesmo em vez de humildade; (3) enfatiza o desempenho acima do relacionamento; (4) mostra o quão pouco caímos, em vez de quão longe chegamos por causa do que Cristo fez por nós. Se você se sentir culpado e inadequado, verifique seu foco. Você está vivendo pela fé em Cristo ou tentando corresponder às demandas e expectativas dos outros? Life Application Study Bible Kingsway.

16 Paulo não ganhou grande popularidade quando repreendeu os gálatas por se afastarem de sua primeira fé em Cristo. A natureza humana não mudou muito – ainda ficamos com raiva quando somos repreendidos. Mas não menospreze alguém que o desafie. Pode haver verdade no que ele ou ela diz. Receba suas palavras com humildade; pense cuidadosamente sobre elas. Se você descobrir que precisa mudar uma atitude ou ação, tome medidas para fazer isso. Life Application Study Bible Kingsway.

17 Falsos mestres são geralmente respeitáveis e convincentes. Esta é a razão porque todos os ensinos devem ser biblicamente verificados. Life Application Study Bible Kingsway.

19-20 Um testemunho emocionante do profundo sentimento que Paulo nutria para com os que havia conduzido à fé em Cristo. A ira de Paulo nessa carta (1.6, 9; 3.1; 5.12) não só reflete a seriedade que atribuía à tarefa de preservar a verdade do evangelho como também o amor por seus “filhos”em Cristo. Bíblia de Genebra.

19 até ser Cristo formado. Até a imagem de Deus ser restaurada. O objetivo de Paulo era a transformação total do coração, não uma mera adesão legalista à lei. Bíblia de Estudo Andrews.

21-31 Uma alegoria (24) significa mais do que uma ilustração. Como um tipo, refere-se às verdades espirituais escondidas nos acontecimentos e personagens históricos. Bíblia Shedd.

22 dois filhos. Ismael foi nascido da escrava, Agar (Gn 16.1-16), e Isaque, da livre, Sara (Gn 21.2-5). Bíblia de Estudo NVI Vida.

23 mediante a promessa. Por iniciativa e ação de Deus. A justiça obtida pelos próprios esforços é como Ismael, ilegítima. Bíblia de Estudo Andrews.

24 alegóricas. Foram acontecimentos históricos com um significado mais profundo. Bíblia de Genebra.

25 Monte Sinai. O lugar onde Deus estabeleceu Sua aliança com Israel (Êx 19-34). Bíblia de Genebra.

Agar é o Monte Sinai. Agar representa a lei de Moisés. Jerusalém. A teologia de alguns em Jerusalém colocou a lei no centro de seus ensinos. seus filhos. Aqueles que se converteram à teologia centrada na lei. Bíblia de Estudo Andrews.

26 nossa mãe. Sendo cidadãos da Jerusalém celestial, os cristãos são também filhos dela. Bíblia de Estudo NVI Vida.

30 Mande embora a escrava. As palavras de Sara em Gn 21.10 foram usadas por Paulo como base bíblica para ensinar os gálatas a expulsar os judaizantes da igreja. Bíblia de Estudo NVI Vida.

31 somos filhos … da livre. O evangelho é sinônimo de liberdade. Toda religião que transmite medo e subserviência não provém de Cristo. Bíblia de Estudo Andrews.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: