Reavivados por Sua Palavra


ATOS 25 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
20 de agosto de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Então, Agripa disse a Festo: Eu também gostaria de ouvir este homem. Amanhã, respondeu ele, o ouvirás” (v.22).

Mostrando maior dignidade do que os líderes judeus, Festo proporcionou a Paulo e seus acusadores um interrogatório justo e imparcial. Apesar de apresentarem contra Paulo “muitas e graves acusações” (v.7), não tendo como prová-las, não conseguiram alcançar seu objetivo final: a morte de Paulo. A este foi dada a oportunidade de defesa e a possibilidade de retornar a Jerusalém para ali ser julgado. Contudo, munido de uma consciência tranquila de que “nenhum pecado” cometeu “contra a lei dos judeus, nem contra o templo, nem contra César” (v.8), ele apelou para o órgão máximo da justiça humana de sua época: “Apelo para César” (v.11).

Seu apelo foi concedido e ali permaneceu preso até que fosse enviado à suprema corte. “Passados alguns dias, o rei Agripa e Berenice chegaram a Cesareia a fim de saudar a Festo” (v.13). Eram comuns essas visitas e trocas de formalidades entre as autoridades da época. Era uma forma de fortalecer os laços políticos ou de cortar relações caso a cordialidade não fosse mútua. Neste caso, vimos que entre Festo e Agripa havia simpatia e que a visita do rei seria de grande utilidade para o governador, que ainda não havia conseguido chegar a uma conclusão com relação ao caso de Paulo.

Percebam que, mesmo com a intenção de angariar palavras que pudesse escrever em documento oficial, Festo despertou em Agripa a curiosidade de ouvir o que Paulo tinha a dizer. Era tudo o que o governador queria. Mesmo com a intenção errada, Festo encaminhou Agripa na direção certa. Aquela oportunidade foi dada não apenas ao rei, mas a todos os que estavam presentes naquela audiência extraordinária. Ao declarar: “vedes este homem” (v.24), outra vez, mesmo sem intenção, Festo apontou para o único naquele recinto que verdadeiramente era livre. Não era apenas curiosidade o que despertava todos a desejarem ver a Paulo e ouvir as palavras do apóstolo, e sim a realidade de corações carentes por algo melhor e maior do que uma religião meramente formal.

O que Paulo pregava e o evangelho que vivia não tinha a ver com “certo morto” (v.19), mas com Aquele que é “a ressurreição e a vida” (Jo.11:25). E mesmo que mal compreendido ou ignorado, aquele servo de Deus permanecia firme na certeza de que sua postura estava em pleno acordo com o “Assim diz o Senhor”. A prisão temporária daquele “réu” primário não foi suficiente para calar a sua voz e apagar o seu bom testemunho. Deus atua para salvar a todos. Desde o mais humilde servo até o mais honrado rei, Ele busca a todos. Àquelas autoridades foi dada a oportunidade de conhecer o Caminho e de escolher segui-Lo ou não. Porém, mesmo sentindo o coração arder e percebendo que nas verdades da Palavra de Deus conseguem enxergar a luz que em nenhum outro lugar há, quantos têm dado para trás quando confrontados a abandonar as concupiscências deste mundo.

Deus sempre teve na Terra um povo para chamar de Seu. Nem que este seja composto de apenas oito pessoas, como o foi no dilúvio ou de apenas um homem levado a um tribunal por causa de sua fé. Deus possui Seus representantes hoje também. Homens e mulheres que, semelhante a Paulo, têm se esforçado por manter uma “consciência pura diante de Deus e dos homens”; que não temem em chamar o pecado pelo nome e que têm reconhecido, a cada dia, a sua condição de completa dependência do Espírito Santo. Cristãos que têm despertado em seus semelhantes o desejo de conhecer o Senhor e dEle se aproximar.

Ser cristão, amados, não é ser esquisito, e sim diferente. É ser um ímã que atrai pessoas a Cristo. Pode ser que isso incomode alguns, mas a paz de Cristo no coração nos torna livres mesmo em cadeias. Que pelo poder do Espírito Santo, nossas palavras e ações andem em perfeita coerência. E ainda que chegue o tempo em que alguns manifestem não ter nada de positivo para dizer a nosso respeito (v.26), há um Deus no Céu que milita a nosso favor e que em breve, muito em breve, nos dará recompensa eterna. Vigiemos e oremos!

Bom dia, representantes de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Atos25 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: