Reavivados por Sua Palavra


ATOS 22 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
17 de agosto de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“E agora, por que te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome dEle” (v.16).

Toda a Bíblia foi escrita apontando para o plano da redenção. Desde a entrada do pecado no mundo, foi revelado ao ser humano a obra salvífica do Descendente da mulher e a derrota da antiga serpente (Gn.3:15). O perfeito sacrifício de Cristo garantiu ao homem o resgate de sua condição pecadora, cobrindo todo penitente com Seu manto de justiça. A Bíblia, porém, apresenta um único pecado como sendo imperdoável; uma verdade que saiu dos lábios do próprio Jesus, quando afirmou: “Em verdade vos digo que tudo será perdoado aos filhos dos homens: os pecados e as blasfêmias que proferirem. Mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo não tem perdão para sempre, visto que é réu de pecado eterno” (Mc.3:28-29).

O pecado contra o Espírito Santo não se trata apenas de difamar o Seu nome, mas de rejeitar a Sua obra no coração a tal ponto de não mais ouvir a Sua voz. A mulher de Ló, por exemplo, cometeu este pecado selando o seu destino eterno. Em Gênesis 19 percebemos que, atendendo à intercessão de Abraão, dois mensageiros celestiais foram enviados a fim de salvar Ló e sua família. Mas a escolha insensata de Ló em fixar residência em Sodoma lhe custou a perdição de toda a sua casa. Ao lermos a história, percebemos que Deus, em Sua infinita bondade e misericórdia, fez de tudo para salvar aquela família. Mas o escárnio dos genros de Ló, a morte de sua esposa e o plano incestuoso de suas filhas são provas irrefutáveis de que quando ultrapassamos os limites estabelecidos por Deus a nossa queda pode ser fatal e irreversível.

A defesa de Paulo, se lida com olhos espirituais, expressa a linguagem de alguém que manifestava genuíno amor cristão pelos pecadores. Paulo apelou a suas três origens: religiosa, cristã e de nascimento. Religiosa a fim de deixar bem claro que o zelo pela lei que havia aprendido desde a infância permanecia intocável. Cristã, porque ao conhecer Jesus tudo o que havia aprendido ganhou novo significado. E de nascimento a fim de ser poupado de um sofrimento desnecessário e que traria graves consequências para seus algozes. Quando o apóstolo disse a seus irmãos que estava disposto até mesmo a morrer pelo nome de Jesus, não significa que não faria de tudo para conservar a sua integridade física. Dar as costas ao açoite sabendo haver a possibilidade de se ver livre do opróbrio não seria um ato de coragem, mas de estupidez.

O poderoso testemunho de Paulo, suas palavras ditas com reverente autoridade e seu testemunho cheio do poder do Espírito Santo não foram suficientes para alcançar os corações obstinados que o interromperam, gritando: “Tira tal homem da terra, porque não convém que ele viva!” (v.22). Como o foi com Jesus, Paulo experimentou o desprezo de seu próprio povo e estava prestes a passar por semelhante sessão de açoites não fosse o escape de sua cidadania romana. Interessante, amados, que os verdugos de Paulo baixaram seus instrumentos de tortura e deram para trás ao saberem que Paulo era cidadão romano, mas aqueles que surraram o nosso Salvador e O crucificaram não tiveram esta reação diante da declaração da cidadania de Cristo: “O Meu reino não é deste mundo” (Jo.18:36). Observem que era questão extremamente grave punir um cidadão romano sem um justo julgamento. Mas aqueles que se orgulhavam de fazer parte da nação eleita de Deus não faziam caso de matar seus irmãos com as próprias mãos usando de seus injustos critérios.

Nos últimos instantes deste mundo, se levantará, do meio do povo de Deus, uma classe que perseguirá os santos do Altíssimo com tanto furor quanto os de fora. “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios” (1Tm.4:1). Estes serão precisamente os piores inimigos do povo de Deus, conforme está escrito: “Nesse tempo, muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros” (Mt.24:10). O pecado contra o Espírito Santo os tornará finalmente réus de pecado eterno. Sobre este tempo, revela a palavra profética:

“Ao aproximar-se a tempestade, uma classe numerosa que tem professado fé na mensagem do terceiro anjo, mas não tem sido santificada pela obediência à verdade, abandona sua posição, passando para as fileiras do adversário. Unindo-se ao mundo e participando de seu espírito, chegaram a ver as coisas quase sob a mesma luz; e, em vindo a prova, estão prontos a escolher o lado fácil, popular. Homens de talento e maneiras agradáveis, que se haviam já regozijado na verdade, empregam sua capacidade em enganar e transviar as almas. Tornam-se os piores inimigos de seus antigos irmãos. Quando os observadores do sábado forem levados perante os tribunais para responder por sua fé, estes apóstatas serão os mais ativos agentes de Satanás para representá-los falsamente e os acusar e, por meio de falsos boatos e insinuações, incitar os governantes contra eles” (EGW, O Grande Conflito entre Cristo e Satanás, CPB, p.608).

O álibi da cidadania usado por Paulo não valerá de nada quando o mundo for agitado pela última tempestade. Pelo contrário, ao declararmos a nossa cidadania celestial e a firme esperança de que muito em breve, “de um sábado a outro” (Is.66:23), estaremos adorando ao Senhor pelos séculos eternos, despertaremos a derradeira fúria de Satanás e seus agentes que tentarão esmagar a nossa fé. Portanto, amados, hoje, agora, é tempo de buscarmos ao Senhor enquanto podemos achá-Lo e invocá-Lo enquanto ainda está perto (Is.55:6). Logo, o Espírito Santo encerrará a Sua obra e somente os “que suspiram e gemem por causa de todas as abominações que se cometem” na Terra (Ez.9:4), receberão o selo que lhes abrirá os portais eternos. Então, “porque te demoras? Levanta-te, recebe o batismo e lava os teus pecados, invocando o nome” de Jesus (v.16)! E se você já é batizado, renove o seu compromisso com Cristo e, dia após dia, clame pelo poder do Espírito Santo a fim de fazer a vontade de Deus. Como alguém que necessita desta mesma obra salvífica diária, eu imploro: Não perca mais tempo! Pode ser a sua última chance! Vigiemos e oremos!

Bom dia, cidadãos do Reino dos Céus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Atos22 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: