Reavivados por Sua Palavra


LUCAS 16 by Jobson Santos
27 de junho de 2021, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/lc/16

Confesso que muitas vezes ouvi minha mãe dizer: “Você me ouviu?” quando eu estava fazendo algo que não deveria estar fazendo ou quando não estava fazendo algo que deveria estar fazendo. Claro que eu realmente a tinha ouvido, mas ela queria algo mais, ela queria que minhas ações estivessem em conformidade com suas palavras. Ela não queria ser ignorada.

É sobre isso que Jesus está falando em Lucas 16:31, quando diz: “Se não ouvem a Moisés e aos Profetas, tampouco se deixarão convencer, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos”.

Os fariseus tinham ouvido a Moisés por gerações, mas eles simplesmente não estavam ouvindo. Por esta razão não foi uma surpresa para Jesus quando eles não quiseram ouvi-lo, mas ainda assim continuou tentando. Este é um dos motivos pelos quais Jesus ter utilizado parábolas. Quando você está ouvindo uma história, é fácil se identificar com os personagens e ver facilmente o que a pessoa deveria ter feito ou não em diferentes situações. Isso é mais fácil de aceitar do que instruções ou críticas diretas. Jesus deixa a nosso encargo escolher se vamos ouvir e ser mudados por suas palavras ou se vamos ignorá-lo.

Karen D. Lifshay
Secretária de Comunicações da Igreja de Hermiston, Oregon, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=1235
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: