Reavivados por Sua Palavra


MIQUEIAS 4 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
27 de março de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Mas, nos últimos dias, acontecerá que o monte da Casa do Senhor será estabelecido no cimo dos montes e se elevará sobre os outeiros, e para ele afluirão os povos” (v.1).

Antes do momento de Sua ascensão, Jesus confirmou a mensagem profética aos gentios dando a seguinte ordem aos Seus discípulos: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações” (Mt.28:19). O pensamento exclusivista ainda permanecia no coração daqueles que deveriam atravessar as fronteiras do preconceito e olhar para os estrangeiros como alvo do mesmo amor que os alcançou. Israel não foi eleita como única nação a ser salva, mas como um povo peculiar com uma única mensagem de salvação. Sua missão consistia em pregar e ensinar a Palavra de Deus por preceito e por exemplo, fechando as entradas da alma para o mundo, mas sem desprezar as pessoas que nele estão e cujo coração apresentasse algum interesse em conhecer o Deus único e verdadeiro.

Os filhos de Israel, e principalmente os líderes que compunham a orgulhosa nação, não compreenderam sua missão porque mantiveram seus corações fechados enquanto eram perfeitamente receptivos à cultura daqueles que apontavam como impuros e perdidos. Julgavam ser um farol entre as nações quando sua luz não era maior do que uma fagulha prestes a apagar. Mas, no fim das setenta semanas profetizadas por Daniel (Dn.9:24-27), a morte de Estêvão selou o fim da eleição de Israel (At.7:55-56) e, através da igreja primitiva, o Senhor inaugurou o tempo da esperança de todas as nações. A visão de Pedro e sua experiência na casa de Cornélio (At.10), o chamado de Paulo como apóstolo dos gentios (At.9:15), tudo apontava para o cumprimento do que os profetas antigos já haviam escrito e do que Cristo assinou com Seu sangue na cruz do Calvário.

Sabemos que, conforme as profecias bíblicas, estamos vivendo no tempo do fim. E, de uma forma ainda mais resoluta e pontual, exatamente para o Israel espiritual de Deus hoje, foi conferida a responsabilidade de pregar “o evangelho eterno […] aos que se assentam sobre a Terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo” (Ap.14:6), a fim de anunciar a todos a bendita esperança de que Jesus Cristo em breve voltará; uma mensagem do amor eterno de Deus pela humanidade e Seu desejo de restaurá-la ao estado de perfeição original. Muitos, porém, têm rejeitado o convite divino ainda que, como no antigo Israel, sustentem uma religião de aparências supondo comprar a salvação que o Senhor nos oferece como um “dom gratuito” (Rm.6:23).

Como última igreja de Deus na Terra, a nossa missão não consiste na realização de uma série de obras enquanto o nosso eu permanece sendo alimentado por gostos pessoais. Fomos comprados pelo valiosíssimo sangue do Cordeiro e “criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas” (Ef.2:10). Ou seja, assim como Filipe foi guiado pelo Espírito Santo ao encontro do eunuco etíope (At.8:29), assim como Paulo foi pelo mesmo Espírito impedido de ir para a Ásia e enviado para Macedônia (At.16:6-10), o Espírito Santo tem propósitos específicos na vida de cada filho de Deus que se entrega por completo à vontade divina.

Não deveríamos, portanto, nos preocupar quanto ao que fazer, e sim o quanto a nossa vida está cativa em Deus, e Ele cuidará em fazer “as nossas obras […] por nós” (Is.26:12). Nada pode superar, em matéria de evangelismo, o testemunho da entrega genuína de um coração a Deus. Nada pode falar mais alto a favor do evangelho do que uma vida guiada pelo Espírito Santo. Nem todos os sermões podem ter o mesmo impacto que uma família que serve ao Senhor. Fomos salvos para ser santos como Deus é santo (1Pe.1:16), não para revelar ao mundo um padrão inatingível, mas para revelar o caráter de Cristo que estende a Sua destra no abismo que nos separa de Deus e promete ser tudo em nós se assim o permitirmos.

Se você ainda não compreende o que é graça e que nada do que você faça o torna mais ou menos merecedor dela, clame hoje ao Espírito Santo para ser um aluno na escola de Cristo. Há um mundo com mais de sete bilhões de habitantes a ser advertido e isso acontecerá com poder jamais visto por meio de um remanescente que iluminará a Terra com a glória de Deus. Há um poder divino disponível até ao mais débil pecador que se arrependa. Quando for “um o coração e a alma” (At.4:32) do Israel espiritual de Deus, o mundo assistirá a mais sincera manifestação da verdadeira piedade como desde os tempos apostólicos não se via. Quer você fazer parte desta última geração de santos? Então pare de contemplar as coisas que há no mundo e olhe para Jesus Cristo. É pela contemplação que somos transformados, “de glória em glória, na Sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito” (2Co.3:18). Mantenha os seus olhos em Jesus e, certamente, você será a luz de que o mundo tanto necessita. Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, luz do mundo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Miqueias4 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: