Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 60 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
20 de outubro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Nunca mais se ouvirá de violência na tua terra, de desolação ou ruínas, nos teus limites; mas os teus muros chamarás Salvação, e às tuas portas, Louvor” (v.18).

Não tenho o costume de acompanhar notícias com regularidade. De uns tempos para cá, o derramamento de sangue e a corrupção têm eclodido de uma forma tão absurda, que prefiro não contemplar tamanho caos. Mas isto não muda o fato de que esta é a nossa realidade mundial e que a maioria da população está sofrendo, e muito. De uma forma ou de outra, as notícias correm e, nem que seja pela boca de alguém, ficamos sabendo do que acontece em nosso cenário global. Então, me pego a pensar: Eu estou evitando olhar para não correr o risco de ficar fria ao contemplar tanta desgraça? Ou eu não estou vendo porque simplesmente não me importo? Afinal de contas, eu nem conheço essas pessoas mesmo!

Durante toda a nossa trajetória em estudar a Bíblia e dela ouvir a voz de Deus, o único objetivo tem sido que todos nós possamos ser preenchidos pelo poder do Espírito para compreender o assim diz o Senhor. Não estudamos doutrinas de homens, mas única e exclusivamente a Bíblia, a Palavra de Deus viva. E a Bíblia não é um livro que você abre apenas para ler o que lhe convém, mas toda ela é “útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2Tm.3:16). A Bíblia é a voz de um Pai que ama os Seus filhos, que sabe quando deve apenas confortar, ou quando deve repreender com severidade. E após repreender o Seu povo no capítulo de ontem e fazê-los entender de que necessitavam confessar os seus pecados e achegar-se ao Único capaz de salvá-los, a promessa que se segue no capítulo de hoje é a melhor notícia mundial de todos os tempos: “Todos os do teu povo serão justos, para sempre herdarão a terra” (v.21).

Após um relato que mais parece um resumo das notícias atuais, “porque eis que as trevas cobrem a terra, e a escuridão, os povos” (v.2), Isaías descreveu o ministério do povo de Deus na Terra: “mas sobre ti aparece resplendente o Senhor, e a Sua glória se vê sobre ti”. Deus chamou o Seu povo para ser uma luz a fim de atrair as nações (v.3). Diferente das notícias e da publicidade que se dá às mazelas e horrores mundiais, o povo de Deus é chamado para publicar “os louvores do Senhor” (v.6). Não podemos e não devemos ser alheios ao que acontece ao nosso redor. Podemos até fechar os olhos para não contemplar a maldade, mas jamais fechá-los diante das necessidades humanas. Assistir a vídeos chocantes não resolve o problema do teu semelhante, mas estender a mão para ajudá-lo é resplandecer a glória de Deus.

A finalidade da luz não é de chamar a atenção para si, mas para as coisas que estão ao seu redor. Ninguém acende uma lâmpada para ficar olhando para ela. Ninguém, em sã consciência, fica contemplando a luz do sol. Porém, a luz é necessária para que possamos enxergar o caminho por onde andar. Da mesma forma, Deus não nos ilumina para que os outros olhem para nós, mas para que a nossa vida seja uma luz a conduzir o mundo para o Caminho (Jo.14:6). E é mediante o amor de Cristo em nós que somos capacitados a iluminar. E atenção, amados: Muito cuidado! Quando um anjo de luz pensou que a luz procedia dele mesmo, causou a maior tragédia de todos os tempos, e é por isso que nós estamos vivendo neste mundo escuro até hoje.

Dentro em breve estará cumprida a missão da “luz do mundo” (Mt.5:14), então, veremos a verdadeira Fonte de luz e ficaremos radiantes de alegria. O nosso “coração estremecerá e se dilatará de júbilo” (v.5) diante da glória do nosso Salvador e Redentor (v.16). Iremos para a “Cidade do Senhor, a Sião do Santo de Israel” (v.14), onde Ele constituirá “glória eterna, regozijo, de geração em geração” (v.15). Não precisaremos mais da luz do sol, nem a lua terá mais função, “porque o Senhor será a [nossa] luz perpétua, e os dias do [nosso] luto findarão” (v.20). Não mais dor, não mais lágrimas, não mais violência na nova terra, nem ruínas ou desolação nos seus limites (v.18). “A morte já não existirá” (Ap.21:4). Não haverá mais mentirosos, corruptos, assassinos, ou destruidores da terra (Ap.11:18), mas “todos os do Teu povo serão justos, para sempre herdarão a terra” (v.21).

Dispõe-te, resplandece”, povo do Deus Vivo, “porque vem a tua luz, e a glória do Senhor nasce sobre ti” (v.1)! “Levanta em redor os olhos e vê; todos estes se ajuntam e vêm ter contigo” (v.4), para conhecer o nosso Deus! Falta pouco para contemplarmos a glória do Unigênito do Pai! Falta pouco para o cumprimento da promessa feita pelo próprio Deus: “Eu, o Senhor, a seu tempo, farei isso prontamente” (v.22). “Amém! Vem, Senhor Jesus!” (Ap.22:20). Vigiemos e oremos!

Bom dia, luz do mundo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías60 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: