Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 52 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
12 de outubro de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO ISAÍAS 52 – Primeiro leia a Bíblia

ISAÍAS 52 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

ISAÍAS 52 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO – PR HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUÁREZ(link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA (link externo)

VÍDEO PR MICHELSON BORGES(link externo)



ISAÍAS 52 by Jeferson Quimelli
12 de outubro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/Is/52

Comissionado pelo comandante no campo de batalha, um jovem corre com alegria no coração e uma maravilhosa mensagem nos lábios: O Rei está vencendo! A guerra contra nosso inimigo está quase no fim, o Rei está perto da vitória e a paz está quase aqui! Essa é a ilustração do versículo 7: “Como são belos nos montes os pés daqueles que anunciam boas novas… que proclamam salvação, que dizem a Sião: ‘O seu Deus reina!’ ” (NVI)

Você já ouviu o hino escriturístico baseado em Isaías 52:7, Our God Reigns (Nosso Deus Reina)? Que mensagem simples e poderosa ele contém! Quão poderosa é uma canção de esperança em tempos de angústia. Quando a escuridão e a depressão parecem envolver a alma, cantar os cânticos de Sião levantará a nuvem que nosso inimigo colocou ali para nos oprimir. Cante. Cante ao Senhor um cântico novo! Cante de manhã, cante ao meio-dia e à noite. Cante, independentemente de saber cantar ou não. Isso trará anjos celestiais perto de você para harmonizar silenciosamente o seu anseio por Deus.

Deus é capaz, Ele é abundantemente capaz! Escolha olhar para o alto e cantar!

Ron E M Clouzet
Diretor da Associação Ministerial
Divisão Ásia-Pacífico Norte

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=977
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara



ISAÍAS 52 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
12 de outubro de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

566 palavras

1 Tuas roupagens formosas. Isto é, vestes de beleza e santidade. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol.4, p. 302.

Do pó. Sião trocaria o pó pelo trono, uma vida de exílio por outra, de esplendor. CBASD, vol.4, p. 302.

Fostes vendidos. os judeus se venderam ao serviço do mal e, como resultado, sofriam nas mãos de seus vizinhos pagãos, os assírios, nos dias de Isaías, e anda seriam cativos em Babilônia. CBASD, vol.4, p. 302.

É blasfemado. Visto que podiam oprimir o povo hebreu, os pagãos pensaram que os seus deuses eram mais fortes que Yahweh. CBASD, vol.4, p. 302.

Saberá o Meu nome.Saber o nome de Deus é entender Sua vontade e confiar nEle. CBASD, vol.4, p. 302.

Boas novas. Isto é, o evangelho (ver com. de Mc 1:1; 2:10). CBASD, vol.4, p. 302.

10 O SENHOR desnudou o Seu braço. O poder de Deus foi manifesto, levando a vitória a Seu povo sobre os inimigos (ver Sl 98:1, 2; cf. Ez 4:7). CBASD, vol.4, p. 303.

11 Retirai-vos. Isto é, de Babilônia [cf. Ap 18:1-4]. CBASD, vol.4, p. 303.

Purificai-vos. Os exilados que voltariam deviam constituir um povo puro. … Os que saíssem de Babilônia espiritual deviam também se purificar (Ap 18:4; 21:27; cf. 1Jo 3:3). CBASD, vol.4, p. 303.

Vós que levais os utensílios do SENHOR. Os líderes de Israel seriam responsáveis por levar os utensílios sagrados do templo, de Babilônia a Jerusalém (Ed 1:7, 8; 5:14, 15; 6:5). … Os líderes do povo de Deus têm a responsabilidade solene diante de Deus de dar exemplo digno de um viver correto. CBASD, vol.4, p. 303.

13 Eis que o Meu Servo. Estas são as palavras introdutórias de uma nova seção que continua até Isaías 53:12.  … Nesta nova seção, o Messias surge como o Servo sofredor (ver com. de Is 41:8; 42:1). Nas Escrituras, não há outro texto que apresente de forma mais vívida a natureza vicária e o caráter expiatório da obra de Cristo. … a ideia de salvação material e terrena para Israel como nação praticamente ofuscou o conceito aqui apresentado por Isaías, de que o messias primeiramente os libertaria de forma individual do poder e do castigo do pecado (ver DTN, 30; ver com. de Lc 4:19). CBASD, vol.4, p. 303.

Procederá com prudência. Ou, “prosperará”. … O messias, o Servo sofredor, teria êxito em Sua missão (ver Fp 2:10, 11). CBASD, vol.4, p. 303.

Exaltado e elevado. Os poderosos da Terra se maravilhariam de que um homem tão insignificante segundo os padrões humanos pudesse ter tão tremenda influência sobre o pensamento e a vida do ser humano e sobre o curso da história (ver Is 52:14, 15). Hoje, milhões de pessoas consideram honra serem conhecidos como cristãos. CBASD, vol.4, p. 303, 304.

14 Pasmaram muitos. É surpreendente que o tão honrado Filho de Deus Se humilhasse de forma voluntária como Cristo o fez. Jesus velou Sua divindade na humanidade (ver com. de Lc 2:48) a fim de que o ser humano fosse atraído a Ele, não pela glória exterior, mas pela beleza de seu caráter. CBASD, vol.4, p. 304.

Seu aspecto. Depois de voltar do conflito contra Satanás no deserto da tentação e durante o conflito maior com os poderes das trevas no Getsêmani (DTN, 137, 689), a aparência de Jesus era tão diferente que até para Seus amigos foi difícil reconhecê-Lo. CBASD, vol.4, p. 304.

15 Admiração às nações. O mundo se maravilharia ante o fato de o humilde Servo sofredor, o Messias, vir a ser “exaltado e elevado” e se tornar “mui sublime” (v. 13). CBASD, vol.4, p. 304.

Fecharão a sua boca. Os poderosos da terra se emudecerão diante dEle, em espanto e reverência (ver Jó 29:9; 40:4). CBASD, vol.4, p. 304.



ISAÍAS 52 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de outubro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!” (v.7).

A pregação do evangelho é um privilégio dado aos homens que anjos gostariam de executar. O Senhor incumbiu o Seu povo de, como Seu porta-voz, anunciar as boas-novas de salvação. Porém, os próprios anjos tiveram que assumir tal missão quando apareceram a uns poucos pastores em Belém, anunciando o nascimento do Messias. O chamado que não foi compreendido por Israel na primeira vinda do Senhor, nos foi dado a fim de “habilitar para o Senhor um povo preparado” (Lc.1:17) para a Sua segunda vinda. E corremos o sério risco de, como Israel, assumir uma postura de indiferença e exclusivismo.

O nome do Senhor tem sido “blasfemado incessantemente todo o dia” (v.5) e este caos está prestes a ter o seu fim. Deus despertará a Sua “cidade santa” (v.1), que, como noiva, estará pronta para receber os seus cidadãos. E diante do caos da Babilônia espiritual, Ele faz um chamado urgente: “Retirai-vos, retirai-vos, saí de lá… saí do meio dela, purificai-vos” (v.11). “Retirai-vos [de Babilônia], povo Meu” (Ap.18:4). Pois na Sua santa cidade não entrará coisa alguma imunda ou qualquer tipo de impureza (v.1). Este é um chamado para agora, “porquanto não saireis apressadamente, nem vos ireis fugindo” (v.12) somente quando vir se cumprindo os últimos eventos. Mas, quando forem soltos “os quatro ventos da Terra” (Ap.7:1), Deus já terá selado um povo de Sua propriedade particular, o qual Ele mesmo conservará (v.12).

Hoje é o tempo de conhecermos o nome do Senhor, então, “naquele Dia” saberemos que é Ele “Quem fala: Eis-Me aqui” (v.6). Quando nossos pés avançam para anunciar a salvação, também avançam para recebê-la. Os calçados da “preparação do evangelho da paz” (Ef.6:15), fazem parte integrante da armadura de Deus e sem eles não suportaríamos andar por sobre as pedrinhas do caminho. Aqueles que não compreenderem a sua missão como atalaias do Senhor, terão seus pés machucados pelas tribulações e abandonarão a fé com a mesma rapidez com que a aceitaram. Precisamos de uma fé viva que mesmo em meio à perseguições e ameaças nos motive a clamar: “agora, Senhor… concede aos Teus servos que anunciem com toda a intrepidez a Tua Palavra” (At.4:29).

Ouça hoje o grito dos atalaias do Senhor! Não deixe para depois! Breve virá Aquele que como Servo nasceu, viveu, e morreu sendo rejeitado, mas que naquele Dia “será exaltado e elevado e será mui sublime” (v.13). Revistamo-nos de toda a armadura de Deus, calçando, agora, os nossos pés com os calçados do Céu e declarando onde quer que o Espírito nos enviar: O nosso Deus reina! Então, com santa ousadia, nossa vida será uma constante declaração de que, dentro em pouco, com nossos próprios olhos distintamente veremos o retorno do Senhor (v.8), “e todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus” (v.10). Apeguemo-nos à misericordiosa graça de Deus e avancemos anunciando o evangelho eterno “a cada nação, e tribo, e língua, e povo” (Ap.14:6). Despertai, pés formosos! Vigiemos e oremos!

Bom dia, atalaias do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías52 #RPSP



ISAÍAS 52 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
12 de outubro de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 52 – Acordar da mornidão espiritual, curar-se da letargia religiosa, levantar-se da preguiça, sacudir a poeira da hipocrisia, partir para a ação e cumprir a missão de anunciar o Messias – eis o que Deus espera de cada crente em todo lugar.

Neste capítulo acontece o terceiro imperativo divino quanto a despertar. “Mais uma vez, Sião recebe a ordem para despertar do sono do cativeiro e se vestir de suas roupagens formosas” (William MacDonald).

Os ouvintes de Isaías de todas as épocas precisam de um reavivamento genuíno. Quem está dormindo, está perdido, precisa ser acordado e imbuído do azeite do Espírito ou das vestes gloriosas da justiça de Cristo (vs. 1-2; Mateus 25:1-13; Romanos 13:11-14).

Não titubeie, saia de cima do muro, não flerte com o pecado. Acorde e levante-se para o que Deus tem para você.

• O plano de Deus, através do Servo, Jesus Cristo, é resgatar, redimir e salvar o pecador. Seu alvo é santificar o imundo pecador. Seu método é oferecer a graça para quem está na desgraça. Ele mostrará Suas poderosas e maravilhosas ações (vs. 1-6).

• O plano de Deus é impactante. Ele quer que os despertos e reavivados levantem a voz e proclamem o que Ele fez e ainda fará pelo mundo. Jesus entrou na batalha, pisou na lama imunda de pecado deste mundo para nos resgatar. “O Eterno arregaçou as mangas. Todas as nações agora enxergam o seu braço forte e santo. Todos, de um lado da terra a outro, o estão vendo em ação, agindo para salvar”. Não precisamos ajudar a Deus, precisamos ajudar àqueles que ainda não notaram as ações salvíficas de Deus em nosso planeta (vs. 7-10).

• O plano de Deus é ousado, radical e enérgico. Ele, às vezes, precisa ser duro, assim quando precisa acordar alguém que está em um sono profundo. Ele sacode, e grita: levanta da cama: “Fora daqui! Fora daqui! […] Purifiquem-se no processo da adoração…” (vs. 11-12).

• O plano de Deus está baseado em Seu Filho que sofreu na batalha do grande conflito para libertar todo aflito. Ele cumpriu Seu objetivo, mas sofreu como ninguém, pagou o preço mais alto pelos escravos para os tornar livres (vs. 13-15).

Despertemos!

Troque teus planos pelos planos de Deus, são melhores que os teus! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: