Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 56 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
16 de outubro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Bem-aventurado o homem que faz isto, e o filho do homem que nisto se firma, que se guarda de profanar o sábado e guarda a sua mão de cometer algum mal” (v.2).

Em um tempo de exclusivismo e hipocrisia, Isaías ergueu a voz profética declarando uma mensagem difícil de ser aceita e compreendida pelos líderes de Israel. A inclusão de estrangeiros e eunucos na adoração no templo era inaceitável. Tecnicamente, havia um pátio do templo reservado para eles, a fim de que os judeus pudessem evitar-lhes o contato. Isto explica a ira de Cristo ao ver que o único lugar onde era permitido o acesso aos estrangeiros estava tomado por comércio espúrio. Replicando as palavras dadas ao profeta e repreendendo o povo severamente, Sua voz embargada e cheia de santa autoridade pôde ser ouvida em cada recinto do templo: “Não está escrito: A Minha casa será chamada Casa de Oração para todas as nações? Vós, porém, a tendes transformado em covil de salteadores” (Mc.11:17). E, logo depois, ali mesmo, recebeu cegos e coxos, os quais curou (Mt.21:14).

Até mesmo as pessoas com alguma imperfeição física, como os eunucos, eram impedidas de entrar no templo por serem consideradas impuras. No livro de Atos, encontramos o relato de um coxo de nascença que era colocado “diariamente à porta do templo… para pedir esmolas aos que entravam” (At.3:2). Mas a partir do momento em que ele se viu curado por intermédio de Pedro e João, a primeira coisa que fez foi entrar “com eles no templo, saltando e louvando a Deus” (At.3:8). Filipe foi enviado pelo Espírito Santo ao eunuco etíope que estava lendo justamente o livro de Isaías. E ao ensiná-lo sobre a acolhedora salvação em Cristo Jesus, seu coração foi tomado pela maravilhosa graça e fé viva que o fez declarar: “Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”, e Filipe o batizou (At.8:37 e 38).

Assim como a observância do sábado, a obediência à vontade de Deus e fé na aliança do Senhor (v.4) eram os critérios divinos que revelavam o caráter de Seus servos, não importando sua etnia ou condição física, estes mesmos critérios permanecem como “um memorial” (v.5) dos “que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Ap.14:12). A palavra profética continua operante: “Ainda congregarei outros aos que já se acham reunidos” (v.8). Mas ai dos atalaias cegos (v.10) e dos “pastores que nada compreendem” (v.11), que fazem acepção daqueles que Deus prometeu dar “um nome melhor do que filhos e filhas” (v.5)! Nossa vida, nossa casa e a igreja devem ser uma “Casa de Oração para todos os povos” (v.7). Se permitirmos que o Espírito do Senhor habite em nós, em nosso lar e na igreja, veremos poder ainda maior do que no Pentecostes, de forma que, dia a dia, o Senhor nos acrescentará os que serão salvos (At.2:47).

Amados, breve os justos que estiverem vivos terão de enfrentar “um tempo de angústia qual nunca houve” (Dn.12:1). Tempo em que serão “purificados, embranquecidos e provados” (Dn.12:10). E o Espírito Santo está preparando um só remanescente de “cada nação, e tribo, e língua, e povo” (Ap.14:6), “dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-Lhe glória, pois é chegada a hora do Seu juízo; e adorai Aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas” (Ap.14:7). A verdadeira adoração ao Criador, que, “em seis dias, fez… os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia descansou” (Êx.20:11), que já na criação estabeleceu o Seu dia santo (Gn.2:1-3), confirmará os que receberão do Senhor “um nome eterno” (v.5): “Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; ela invocará o Meu nome, e Eu a ouvirei; direi: é Meu povo, e ela dirá: O Senhor é meu Deus” (Zc.13:9). Vigiemos e oremos!

Bom dia, filhos e filhas de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías56 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: