Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 52 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de outubro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!” (v.7).

A pregação do evangelho é um privilégio dado aos homens que anjos gostariam de executar. O Senhor incumbiu o Seu povo de, como Seu porta-voz, anunciar as boas-novas de salvação. Porém, os próprios anjos tiveram que assumir tal missão quando apareceram a uns poucos pastores em Belém, anunciando o nascimento do Messias. O chamado que não foi compreendido por Israel na primeira vinda do Senhor, nos foi dado a fim de “habilitar para o Senhor um povo preparado” (Lc.1:17) para a Sua segunda vinda. E corremos o sério risco de, como Israel, assumir uma postura de indiferença e exclusivismo.

O nome do Senhor tem sido “blasfemado incessantemente todo o dia” (v.5) e este caos está prestes a ter o seu fim. Deus despertará a Sua “cidade santa” (v.1), que, como noiva, estará pronta para receber os seus cidadãos. E diante do caos da Babilônia espiritual, Ele faz um chamado urgente: “Retirai-vos, retirai-vos, saí de lá… saí do meio dela, purificai-vos” (v.11). “Retirai-vos [de Babilônia], povo Meu” (Ap.18:4). Pois na Sua santa cidade não entrará coisa alguma imunda ou qualquer tipo de impureza (v.1). Este é um chamado para agora, “porquanto não saireis apressadamente, nem vos ireis fugindo” (v.12) somente quando vir se cumprindo os últimos eventos. Mas, quando forem soltos “os quatro ventos da Terra” (Ap.7:1), Deus já terá selado um povo de Sua propriedade particular, o qual Ele mesmo conservará (v.12).

Hoje é o tempo de conhecermos o nome do Senhor, então, “naquele Dia” saberemos que é Ele “Quem fala: Eis-Me aqui” (v.6). Quando nossos pés avançam para anunciar a salvação, também avançam para recebê-la. Os calçados da “preparação do evangelho da paz” (Ef.6:15), fazem parte integrante da armadura de Deus e sem eles não suportaríamos andar por sobre as pedrinhas do caminho. Aqueles que não compreenderem a sua missão como atalaias do Senhor, terão seus pés machucados pelas tribulações e abandonarão a fé com a mesma rapidez com que a aceitaram. Precisamos de uma fé viva que mesmo em meio à perseguições e ameaças nos motive a clamar: “agora, Senhor… concede aos Teus servos que anunciem com toda a intrepidez a Tua Palavra” (At.4:29).

Ouça hoje o grito dos atalaias do Senhor! Não deixe para depois! Breve virá Aquele que como Servo nasceu, viveu, e morreu sendo rejeitado, mas que naquele Dia “será exaltado e elevado e será mui sublime” (v.13). Revistamo-nos de toda a armadura de Deus, calçando, agora, os nossos pés com os calçados do Céu e declarando onde quer que o Espírito nos enviar: O nosso Deus reina! Então, com santa ousadia, nossa vida será uma constante declaração de que, dentro em pouco, com nossos próprios olhos distintamente veremos o retorno do Senhor (v.8), “e todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus” (v.10). Apeguemo-nos à misericordiosa graça de Deus e avancemos anunciando o evangelho eterno “a cada nação, e tribo, e língua, e povo” (Ap.14:6). Despertai, pés formosos! Vigiemos e oremos!

Bom dia, atalaias do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Isaías52 #RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: