Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 48 by Jobson Santos
8 de outubro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/Is/48

Quando os exércitos de Nabucodonosor descessem sobre Judá, aquele povo não poderia reclamar que Deus os havia deixado sem proteção. Há muito tempo Ele havia dito a eles o que aconteceria e por quê. Ele até mesmo lhes disse como lidar com a invasão (Jeremias 27:6-11). Deve ter sido uma grande decepção para o Senhor: “Tu nem as ouviste, nem as conheceste, nem tampouco antecipadamente se te abriram os ouvidos” (v. 8a, ARA).

Nada é mais mortal para a alma do que a teimosa recusa em ouvir a Deus e ceder à Sua vontade. “Ah! Se tivesses dado ouvidos aos meus mandamentos!” diz Deus: “Então, seria a tua paz como um rio, e a tua justiça, como as ondas do mar.” (v. 18, ARA).

Quantas vezes renunciamos a paz interior disponível porque respondemos mais prontamente às ruidosas vozes das circunstâncias ao nosso redor, em vez da voz segura do Senhor. Temos que admitir que confiar em Deus não é algo natural para nós. Enquanto estivermos nesta terra, sempre precisaremos escolher acreditar no que Deus diz ao invés de acreditar no que sentimos. Mas todo o céu está do nosso lado (v. 16)!

Ron E M Clouzet
Diretor da Associação Ministerial
Divisão Ásia-Pacífico Norte

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=973
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Luis Uehara


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: