Reavivados por Sua Palavra


Josué 05 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
24 de julho de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“No dia imediato, depois que comeram do produto da terra, cessou o maná, e não o tiveram mais os filhos de Israel; mas, naquele ano, comeram das novidades da terra de Canaã” (v.12).

Após a morte da geração “que tinha saído do Egito, os homens, todos os homens de guerra” (v.4), uma nova geração estava diante de Canaã. A aliança do Senhor feita com Abraão foi relembrada na ordem divina de circuncidar aqueles que, nascidos no deserto, não haviam sido circuncidados. Mais do que um símbolo, a circuncisão era uma consagração, o meio dado por Deus de estreitar os laços especiais com o Seu povo a fim de que fosse uma nação peculiar entre as demais nações.

A celebração da Páscoa também era um símbolo. Representava a libertação de Israel e como o Senhor havia poupado a vida dos primogênitos do Seu povo; além de apontar para Cristo, o Cordeiro Pascal. Naquela ocasião, celebrada a Páscoa em Gilgal, no dia seguinte, podendo fartar-se “do produto da terra, cessou o maná” (v.12).

Deus cuidou da dieta de Seu povo enquanto no deserto, e lhe deixou leis de saúde que promoveriam o seu bem-estar e qualidade de vida. Habituados às panelas de carne no Egito, certamente sem restrições quanto à gordura e ao sangue, chegaram ao ponto de chamar o maná de “pão vil” (Nm.21:5). Daí a necessidade de um tipo de “detox” celestial para limpar não somente o corpo, mas preparar a mente e o coração a fim de estarem mais receptivos à voz de Deus e Sua vontade.

Sem dúvida alguma, Josué foi grandemente beneficiado nesse processo de mudança. Sob a forte pressão de liderar Israel no lugar de Moisés, o novato mostrou um caráter construído sobre base sólida e inabalável, de modo que teve o privilégio de, como Moisés, conversar face a face com Jesus, o “príncipe do exército do Senhor” (v.14). Ali, prostrado “com o rosto em terra” (v.14), Josué fez uma pergunta que deveria fazer parte integrante de nossas conversas diárias com Deus: “Que diz meu Senhor ao Seu servo?” (v.14).

Para os que creem na luz que temos da verdade presente, sabem que as nossas escolhas referentes à alimentação e estilo de vida, tem sim impacto em nossa saúde e influência direta no bom ou mau funcionamento da nossa mente e na edificação do nosso caráter. Deus nos ama tanto, que Se preocupa em que desfrutemos de saúde em todos os aspectos da vida. Aceitar e buscar viver o estilo de vida que Ele mesmo estabeleceu, também é um ato de adoração: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1Co.10:31).

Hoje, o Senhor deseja circuncidar o nosso coração, retirar de nós o opróbrio do mundo (v.9) e nos preparar para um dia comermos “das novidades da terra de Canaã” (v.12). Você já se encontrou com Deus hoje? Não vá a fontes humanas falíveis, antes de ir à Fonte inesgotável de vida. Estude a Bíblia e fale com o seu Criador antes de qualquer coisa. Em oração, tome emprestado as palavras de Josué: “Que diz meu Senhor ao Seu servo?”. Que estejamos dispostos a descalçar “as sandálias dos pés” (v.15), e, então, viveremos experiências reais e incríveis com o nosso Deus. Vigiemos e oremos!

Feliz semana, servos do Senhor Jesus!

Rosana Garcia Barros

#Josué5 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: