Reavivados por Sua Palavra


Josué 04 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de julho de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“E disse aos filhos de Israel: Quando, no futuro, vossos filhos perguntarem a seus pais, dizendo: Que significam estas pedras?, fareis saber a vossos filhos, dizendo: Israel passou em seco este Jordão” (v.21).

Visando transmitir à posteridade de Israel aquele grande feito, o Senhor ordenou que Josué separasse doze homens, “um de cada tribo” (v.2), a fim de que tomassem doze pedras do meio do Jordão, de onde os sacerdotes haviam permanecido firmes com a arca da Aliança, e levassem essas pedras ao alojamento onde passariam a noite. Essas pedras, que simbolizavam as doze tribos de Israel, foram erigidas em coluna por Josué, tornando-se um marco histórico do início de sua liderança e da entrada do povo em Canaã.

Era plano do Senhor que cada família do Seu povo fosse instruída e edificada sobre o firme fundamento de Sua Palavra. Um claro e sonoro “assim diz o Senhor” deveria ser não apenas o discurso, mas o estilo de vida de cada lar. Ao dar testemunho do Senhor e de Seus sinais e prodígios, os pais inculcavam em seus filhos sábias e duradouras lições de confiança no poder de Deus e em Seu amor, “à vista de todo o povo” (v.11). Assim como “o povo se apressou e passou” (v.10) o Jordão, fazendo tudo “como Josué ordenara” (v.8), cumpria aos pais ter sobre seus filhos a mesma autoridade, e aos filhos, a mesma disposição para obedecer.

O resultado de famílias bem ordenadas seria este: “Para que todos os povos da Terra conheçam que a mão do Senhor é forte, a fim de que temais ao Senhor, vosso Deus, todos os dias” (v.24). O método de Deus continua sendo o mesmo. Quando compreendemos e buscamos vivê-lo em nossa casa, colocando o Senhor em primeiro lugar todos os dias, através do estudo da Bíblia, do culto familiar e de uma vida de oração, estamos nos revestindo da armadura de Deus. E se há a necessidade de uma armadura, é porque há guerra.

Há uma grande obra a ser realizada no final deste grande conflito. E esta obra deve começar em nossa família, onde o inimigo mais deseja triunfar. Portanto, erga a “coluna” das bênçãos em sua casa. Ame seu cônjuge! Ame seus filhos! Faça da sua família o seu primeiro ministério e a sua equipe missionária. Mesmo que nossas lutas diárias sejam diferentes, temos o mesmo Deus Todo-Poderoso em nossa defesa. Passemos “diante do Senhor para a batalha” (v.13) com as armas de Sua providência, “orando em todo o tempo” (Ef.6:18), e, certamente, receberemos o poder do Espírito Santo para sermos testemunhas de Jesus, de modo que outros nos digam: “Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco” (Zc.8:23). Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, famílias vitoriosas em Cristo Jesus!

Rosana Garcia Barros

#Josué4 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: