Reavivados por Sua Palavra


LEVÍTICO 4 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
14 de janeiro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

LEVÍTICO 4 – Pecar por ignorância é pecado perante Deus. Ser ignorante é pecado, pois ser ignorante implica em negligenciar a revelação divina. Deus quer um povo esclarecido.
 
Ignorar as instruções reveladas por Deus resulta em culpa tanto quanto você receber uma multa por excesso de velocidade por não perceber ou não querer ver a placa indicando o limite de velocidade. Há muito pecado por omissão tanto quanto existe por ignorância.
 
Há diferenças de pecados. Por exemplo, uma coisa é pecar por ignorância, descuido; outra coisa é pecar intencionalmente, que desafia a Deus – tal pecador não podia trazer um sacrifício. Tal transgressor deveria ser sacrificado (Números 15:30-31).
 
O capítulo supracitado visa tratar de pecados por ignorância e dos sacrifícios que deveriam ser realizados por cada classe de indivíduos: Sacrifício pelos…
 
1. …pecados por ignorância dos sacerdotes (vs. 1-12);
2. …pecados por ignorância de toda a congregação (vs. 13-21);
3. …pecados por ignorância de um príncipe (vs. 22-26);
4. …pecados por ignorância de qualquer pessoa (vs. 27-35).
 
Involuntariamente cometemos inúmeros pecados. Quantas vezes nem percebemos e falamos o que não devia! Quantas vezes assistimos, ouvimos ou jogamos o que não devia! Quantas vezes omitimos fazer o bem a alguém ou desprezamos, humilhamos e desrespeitamos alguém carente! Quantas vezes perdemos a oportunidade de falar de Jesus para aqueles doentes físicos e emocionais desprovidos de esperança!
 
Tanto o rico quanto o pobre comete pecados por ignorância; tanto o líder quanto o povo liderado comete pecados por ignorância. Todos eles exigem algum tipo de sacrifício a fim de obter perdão. Ninguém está livre de cometer tais pecados, como ninguém deveria ficar indiferente aos pecados cometidos por ignorância. Mas,
 
• Quantos de nós lembramos que cometemos tais pecados?
• Nós temos facilidade de ignorar pecados por ignorância! Por isso precisamos de orientações divinas!
 
Um detalhe curioso é que os sacrifícios aceitáveis a Deus estão em ordem decrescente em valor. Um novilho para o sacerdote ou para a congregação (vs. 1-14), um líder político ou civil deveria oferecer um bode sem defeito (vs. 22-23), a pessoa comum deveria trazer uma cabra ou uma cordeira sem defeito (vs. 27-32). Ou seja, quanto mais poder de influência do pecador por ignorância, mais alto o valor da oferta.
 
Cuidado: Quanto mais poder, maior responsabilidade! Fiquemos alerta! – Heber Toth Armí.

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: