Reavivados por Sua Palavra


Isaías 6 by jquimelli
2 de março de 2014, 0:00
Filed under: confiança em Deus | Tags: ,

Comentário devocional:

O rei Uzias tornou-se orgulhoso de suas realizações e confiante de que não precisava prestar contas a ninguém. Um dia ele entrou presunçosamente no Templo e realizou o ministério atribuído exclusivamente aos sacerdotes. Quando repreendido pelos sacerdotes, o rei ficou furioso. Imediatamente foi atingido com lepra (II Cr. 26:16-21).

Em contraste com o rei Uzias, vemos o profeta Isaías em pé, à sombra do pórtico do Templo, sentindo-se indigno de entrar. Como ele poderia ter certeza de que Deus o estava chamando para reprender os líderes orgulhosos, obstinados e presunçosos como o rei? Tal ousadia era perigosa. Enquanto esses pensamentos giravam em sua cabeça, Isaías é levado em visão e lhe parece que as paredes do templo são levantadas. Mas, o que ele vê é mais do que o lugar Santíssimo do templo terrestre. Ele contempla a sala do trono do céu, onde o Rei dos reis está rodeado por coros de seres celestiais que cantam “Santo, Santo, Santo!” (v.3 ARA e NVI).

Condenado por sua própria indignidade e pela iniquidade de seu povo, Isaías grita “Ai de mim! Estou perdido!” Ele se pergunta como poderia sobreviver depois de ver o Rei do universo, o “Senhor dos Exércitos” (v.5 NVI). Então um anjo traz uma brasa do altar e Isaías recebe a certeza de que seu pecado é perdoado. Ele ouve então a pergunta: “Quem irá?” E a sua resposta é: “Eis-me aqui, envia-me!” (v.8 NVI).

Durante os 60 anos de ministério de Isaías, sempre quando enfrentava oposição, provações e perseguições, tudo que ele precisava se lembrar era desta visão. Ele tinha visto o Rei celestial!

Nós também um dia O veremos face a face; mas agora O vemos somente pela fé.
Com certeza houve momentos em que você, assim como Isaías, também já se sentiu indigno. Você já se sentiu um fracasso tentando ganhar almas ou na criação dos filhos, em aconselhamento matrimonial e mediador de conflitos…? Então, através de milhões de maneiras que só Deus tem, a Bíblia promete uma palavra de encorajamento ou, quem sabe algum ato de bondade foi feito a você encorajando-o a dizer: “Eis-me aqui, envia-me!”? 

Perdoa e reaviva-nos, Senhor, para que os outros nos vejam como incentivadores, graciosamente pacientes, amantes de Jesus, que agradecidamente guardam os Teus mandamentos. Somente Tu és digno. Pela fé, nossos olhos estão fixos em Ti, nosso Rei que breve retornará. Amém.

Pr. Lloyd e Sheila Schomburg
EUA

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/6/

Traduzido por JAQ/GASQ

Texto bíblico: Isaías 6 




%d blogueiros gostam disto: