Reavivados por Sua Palavra


Colossenses 2 by Jobson Santos
30 de abril de 2015, 0:30
Filed under: Cartas de Paulo | Tags: , , , ,
Comentário devocional:
Quando me ajoelhei ao lado de José, senti grande simpatia por aquele jovem torturado. Ele estava sofrendo por mais de uma hora, conforme o espírito maligno que o possuía praguejava e ameaçava aqueles de nós que estavam orando. Agora José estava deitado no chão, imóvel, como se estivesse morto. Sua postura física refletia a sua condição espiritual.
“José”, disse eu com a minha Bíblia aberta no chão à frente. “Colossenses capítulo 2 versículo 13 diz que mesmo que você esteja morto em seus pecados, Jesus lhe perdoará. No versículo 15 diz que Jesus desarmou os principados e potestades e triunfou sobre eles na cruz. Somente Jesus pode libertá-lo. Você acredita nisso, José?” Um instante depois a voz escura que estivera nos amaldiçoando gritou: “Eu sei disso há dois mil anos!”
José encontrou a liberdade naquele dia. Sua liberdade foi garantida dois mil anos atrás, quando Aquele que é a cabeça de todos os principados e potestades veio a esta terra em forma corpórea cheio de toda a plenitude da divindade (vs. 9-10). Ele veio para nos tornar vivos espiritualmente e para nos perdoar de todos os nossos pecados (v. 13). Por meio de  Sua morte na cruz, Ele desarmou e venceu os poderes das trevas (v. 15). Não precisamos mais olhar para as sombras dos tipos e cerimônias do Antigo Testamento que apontavam para o Messias. Podemos agora olhar para a realidade que é o próprio Jesus Cristo (vs. 16-17).
Em Colossenses 2, o apóstolo Paulo deixa claro que todos tem o privilégio de crescer no conhecimento de Cristo. (vs.18-19). O único modo de encontrarmos a plenitude é através de um relacionamento com Jesus (v. 10). José acreditou nessas verdades poderosas e isso mudou o curso da vida dele. Essas verdades já mudaram o curso da sua vida?
Kenneth Norton
Estados Unidos
Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/col/2/

Traduzido por: JDS/JAQ/IB

Texto bíblico: Colossenses 2 

Comentários em áudio



Joel 3 by Jeferson Quimelli

Comentário devocional:

O capítulo final do livro fornece um clímax apropriado à mensagem  profética de Joel. Os temas enfatizados eram importantes não só para o público de Joel, mas também para os nossos dias. De fato, vários dos temas ressaltados no capítulo 3 antecipam e prenunciam temas que são também destacados no último livro da Bíblia, o Apocalipse. Vamos considerar brevemente alguns desses temas:

Em primeiro lugar, há a ênfase na proximidade do Dia do Senhor. Joel proclama: “Pois o dia do Senhor está próximo” (3:14). É claro que este tema não está limitado ao profeta Joel. Repetidamente, a Bíblia fala da certeza da intervenção da vinda do Senhor nos assuntos humanos. Este tema chega a um grande clímax na última promessa das Escrituras: “Certamente, venho sem demora” (Apoc 22:20).

Este tema tem um significado especial para os que aguardam a breve segunda vinda de Jesus. Precisamos levar a mensagem de Joel a sério e renovar, como nunca antes, nosso foco na proximidade da vinda do Reino de Deus.

Um segundo tema enfatizado é a libertação que o Senhor efetua em favor Seu povo. Joel não estava afirmando que o povo de Deus não iria enfrentar nenhum perigo. De jeito nenhum!. De fato, Deus advertiu que seus inimigos batalhariam contra eles (3:9-12). Mas no momento extremo, um livramento maravilhoso seria experimentado, porque “o Senhor será um refúgio para o seu povo, uma fortaleza para Israel” (3:16 NVI). Esta mesma ênfase ocorre em outros lugares da Escritura, e tem um significado especial para a igreja de Deus do último dia. 

Finalmente há o foco na presença contínua do Senhor com o Seu povo. Depois de experimentar a devastação resultante da praga de gafanhotos (cap. 1) e a destruição provocada pelo exército inimigo (cap. 2), a pergunta que surge é: qual será o futuro do povo de Jerusalém? 

Felizmente, o profeta responde a esta pergunta de uma maneira magnífica na última frase do livro: “O Senhor habita em Sião” (3:21 NVI). Isso não é nada mais, nada menos do que uma bela antecipação da promessa do último livro da Bíblia de que Deus habitará com o Seu povo para sempre quando Ele lhes restituir a Cidade Santa, a nova Jerusalém (Apoc 21).

Que nós, como povo de Deus hoje, vivamos na expectativa do tempo previsto pelo profeta Joel. Tenhamos sempre em vista o dia do breve retorno do Senhor. Mantenhamos vivo em nossa mente a certeza da Sua gloriosa salvação. E aguardemos com expectativa o momento em que Ele habitará com o Seu povo para sempre e sempre.

Greg A. King, Ph. D.
Decano da Escola de Religião
Southern Adventist University

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/joe/3/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Joel 3 

Comentário em áudio 



Isaías 25 by Jeferson Quimelli
21 de março de 2014, 0:00
Filed under: acontecimentos finais | Tags: , ,

Comentário devocional:

Isaías continua a falar sobre o fim dos tempos. Satanás e o exército do céu serão “presos” pelas circunstâncias do milênio e a seguir, juntamente com os governantes da terra, serão punidos no julgamento executivo de Deus, quando serão destruídos (24:22). Então o Senhor “reinará no monte Sião” (24:25b NVI).

Isaías está tão entusiasmado que abre o capítulo 25 com um louvor de gratidão. Ele diz como Deus o impressionou com a realização das “maravilhas … há muito planejadas” (v. 1d NVI). O profeta vê as cidades do mundo transformadas em montes de entulho (v. 2a), cidades fortificadas em ruínas (v. 2b),  palácios destruídos (v. 2c ) que jamais serão reconstruídos (v. 2d).

Um povo forte, o povo de Deus, entretanto, glorificará ao Senhor (v. 3a-b) porque durante todo o tempo, e em especial no tempo de angústia (Daniel 12:1), Deus foi “a fortaleza do necessitado” (v. 4b ARA), “refúgio contra a tempestade e sombra contra o calor” (v. 4c). O Senhor, neste tempo, subjugou os cruéis e silenciou o triunfo dos tiranos (v. 5a -b).

Isaías vê, ainda, o Senhor colocar um banquete para os salvos (v. 6a). Este é o período após a ressurreição de que fala Daniel ( Dan. 12:1-2). O ajuntamento dos ressuscitados significa que a morte foi destruída “para sempre” (v. 8a NVI). “Deus mesmo, então, “enxugará as lágrimas de todo rosto” (v. 8b), cena que João também contemplou (Apoc. 21:4).

Nenhum rei terreno permite que seu povo se assente com ele. Os salvos, entretanto, se assentarão com seu Deus e dirão: “Este é o nosso Deus; nós confiamos nEle, e Ele nos salvou. Este é o Senhor, nós confiamos nEle; Exultemos e alegremo-nos pois Ele nos salvou” (v. 9 NVI).

Por fim, Isaías mostra em contraste o destino dos inimigos de Deus (Moabe), quando Deus abaterá o orgulho deles a ponto de destruir completamente suas fortalezas e seus muros (v. 10-12).

O mal em todas as suas formas estará, então, totalmente exterminado naquele tempo em que o Senhor reinar em Jerusalém, “no monte Sião”. 

Querido Deus,
Isaías nos faz almejar fortemente pelo nosso resgate e maravilhoso banquete no Monte Sião. Concede-nos o privilégio de participarmos desse grande evento. Amém.

Koot van Wyk
Coreia do Sul

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/25/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto biblico: Isaías 25 



Salmo 141 by Jeferson Quimelli
26 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Jesus nos ensina: “…não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do maligno…” (Mat 6:13 NKJV). Esta também é a oração de Davi neste salmo – libertação dos maus e ser livrado da tentação.

Sua oração é um grito desesperado por ajuda, mas também um ato de adoração, tendo em vista que sua oração é comparada com o incenso que era queimado nos cultos no Antigo Testamento.

“Enquanto empenhados em nosso trabalho diário, devemos erguer a alma ao Céu em oração. Estas petições silenciosas sobem como incenso perante o trono da graça, e o inimigo é confundido. O cristão cujo coração é assim firmado em Deus não será derrotado. Nenhum artifício do mal poderá destruir sua paz. Todas as promessas da Palavra de Deus, todo o poder da graça divina, e todos os recursos de Jeová estão empenhados em garantir a sua libertação” (OE p. 254). 

Davi tem consciência de sua necessidade de libertação de seus inimigos e da tentação (v. 4). E ele mantém seus olhos em Deus (v. 8) – ele sabe onde buscar ajuda. 

Davi também está preocupado com as palavras que fala (v.3). Às vezes, nós, também, somos tentados a dizer palavras insensatas, sem tato, indelicadas ou mesmo desonestas. Precisamos orar como Davi para que Deus livre nossos corações do mal, pois “…a boca fala do que está cheio o coração” (Mateus 12:34, NIV).

Outro belo sentimento surge deste salmo. Davi valoriza a amizade verdadeira (v. 5). Os verdadeiros amigos ajudam a nos manter no caminho do bem e da salvação (ainda que seja “estreito e apertado”) e tem a coragem de nos dizer quando estamos indo na direção errada. 

Que nós também valorizemos os verdadeiros amigos e os abençoemos quando eles nos derem conselhos sábios, vindos de Deus.

Thandi Klingbeil

Tennessee , EUA

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/141/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 141



Salmo 129 by Jeferson Quimelli
14 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , ,

Salmo 129 – Comentário devocional:

O povo de Israel sofreu várias vezes a amarga experiência de ser atacado e oprimido por nações inimigas desde o tempo da escravidão no Egito. No entanto os israelitas nunca foram completamente derrotados ou apagados. Eles eram o povo escolhido de Deus e a Sua mão forte os preservou. 

O salmista descreve aqui aquelas nações que se levantaram contra eles como alguém que está passando o arado em suas costas (v. 3).

Alguém já tentou, figurativa ou literalmente derrubar você? Alguém tentou se aproveitar de você? Quando isso aconteceu com o povo de Deus, a oração do salmista era para que o Senhor retirasse a Sua bênção daqueles que o procuravam derrotá-los (v. 8).

Eu sei que um dia mesmo aqueles que parecem escapar impunemente da justiça com seus grandes crimes serão deixados de mãos vazias. Sou tão grato porque o Deus a quem sirvo me diz: “a vingança é minha” (Dt 32:35; Sl 94:1; Rm 12:19; 1Ts 4:6; Hb 10:30), dando-me a paz e a certeza de que Ele está no controle. 

Cindy Nash
Estados Unidos

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/129/

Traduzido por JAQ/JDS/GASQ

Texto bíblico: Salmo 129  



Salmo 116 by Jobson Santos
1 de dezembro de 2013, 0:16
Filed under: Salmos | Tags: , , , , ,

Salmo 116 – Comentário devocional:

Introdução:

No meio de um grupo de salmos que convida todos a louvar a Deus, aparece um testemunho individual. […] Todos os que participam de um culto público tem de crer individualmente. Bíblia Shedd.

Comentário:

Este é um poema de agradecimento a Deus em resposta à experiências de orações respondidas e libertação pessoal (versos 1-2). As provações pelas quais o salmista havia passado quase o levaram a morte (v. 3). Ele entendeu que a sua vida fora preservada apenas pela misericórdia e graça de Deus. Também experimentou que o descanso genuíno é encontrado somente em confiar plenamente em Deus (v. 7). Esta confiança é do tipo que faz desaparecer a ansiedade e a inquietação (Mateus 11:29).

Em 2010, dirigi uma série de reuniões evangelísticas em uma das ilhas das Filipinas. Um dia antes da noite de abertura, numa manhã de Sábado, eu preguei uma mensagem sobre “A Libertação dos Cativos”. Quando estava concluindo o sermão, fui fortemente impressionado a fazer um apelo de entrega total a Deus, um apelo convidando as pessoas a se prepararem para o batismo. Não era comum fazer tal apelo antes da série evangelística começar. Mas se eu não seguisse a direção de Deus não encontraria descanso. Quando o apelo foi feito, um homem chamado Jaime, andou com agonia até o altar.

Jaime era o único sobrevivente de uma explosão a bordo de um navio mercante, alguns anos atrás. Ele ficara gravemente ferido devido aquele acidente quase fatal. Então começou a procurar respostas do porquê havia sobrevivido enquanto seus demais companheiros haviam perecido. Sua pesquisa o levou à palavra de Deus, que ele estava estudando com pessoas cristãs. Naquela manhã de sábado, Jaime estava passando em frente à nossa igreja quando foi atraído pelas canções de louvor e entrou. Em seguida, ele foi atraído pela mensagem de libertação. Foi então que as coisas começaram a fazer sentido para ele. Através dos cânticos de louvor e da mensagem bíblica de libertação, Jaime encontrou as respostas que procurava! Jaime foi batizado e passou a experimentar um novo propósito na vida. A última vez que ouvi falar dele, ele estava oferecendo alegremente seus sacrifícios de ação de graças e cumprindo diariamente suas promessas a Deus (v. 16-19) com alegria.

E você? Quando foi a última vez que tocou a vida de outras pessoas, através dos seus votos e sacrifícios de ação de graças? Peça a Deus que lhe abra oportunidades, hoje, de incentivar alguém a se aproximar dEle.

Jan Harry Cabungcal

Suíça

 

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/116/

Traduzido por JDS/JAQ

Texto bíblico: Salmo 116



Salmo 114 by Jobson Santos
29 de novembro de 2013, 0:03
Filed under: Salmos | Tags: , , , ,

Comentário:

Neste Salmo, Davi relembra de forma dramática e vívida o poder de Deus em libertar o Seu povo. Ele escolheu descrever como Deus conduziu Israel para fora da terra da escravidão e do pecado, e os guiou com segurança através das ondas tempestuosas do rio Jordão até a terra da promessa. Essas providências milagrosas foram testemunhadas tanto no início como no fim da jornada de Israel do Egito para Canaã. No entanto, entre estes dois acontecimentos que marcaram a saída do Egito e a entrada na Terra Prometida, foi vista a revelação mais maravilhosa e poderosa de Deus, quando Ele deu a Sua Santa Lei no Sinai. Nem a montanha do Sinai, nem as colinas do Jordão poderiam permanecer as mesmas na presença de Deus.

A mensagem deste Salmo é vital, e jamais devemos permitir que o seu significado se perca. Quando vemos a maneira como Deus nos guiou, nos enchemos de certeza de que não temos nada a temer quanto ao futuro.

Está você vacilando em sua fé e caminhada com Deus? Relembre, então, aqueles momentos especiais em que Ele se revelou a você, em que Ele o libertou, em que Ele revelou a você o Seu caráter e você nunca mais foi o mesmo. Relembre aqueles momentos com gratidão! E peça a Deus, em oração, que lhe conceda, hoje, a experiência transformadora do reavivamento e da reforma! 

Se você assim proceder, o Deus que converteu a rocha em uma fonte a jorrar (verso 8, NVI), proporcionará rios de água viva para você. E se você continuar a beber dessa água, você nunca mais terá sede do que os “poços deste mundo” tem a oferecer, porque essa água se tornará em você uma fonte para refrescar você e aqueles que estiverem cansados e com sede ao seu redor.

Ioan Campian – Tartar

Romênia

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/114/

Traduzido por JDS/JAQ

Texto bíblico: Salmo 114



Salmo 107 by Jeferson Quimelli
22 de novembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: ,

Comentário devocional:

Este Salmo nos convida a louvar a Deus e agradecer a Ele porque Ele é bom (vs. 1 , 21, 31) . Este convite é estendido a todos que experimentaram a libertação de qualquer tipo de carga. Isto é válido não só quando sofremos em consequência de nossas próprias culpas, mas também quando sofremos mesmo sendo inocentes. 

A experiência que o salmista teve de ser libertado de seu problema é resultado do que Jesus fez e do que Ele ainda está fazendo (João 8:36). Seu braço forte está pronto para ajudá-lo hoje também (vs. 13, 19, 28) e libertá-lo de sua aflição.

O Salmo 107 também é dirigido aos que enfrentam uma situação especialmente amarga, como a proximidade da morte. Para estas pessoas a Palavra de Deus chega como um mensageiro trazendo boas novas, como na experiência do oficial de Cafarnaum, que acreditou na Palavra de Cristo e teve seu servo liberto da morte iminente (Mt 8:8,13).

Prestemos atenção na maneira como o Senhor se relacionava tanto com o Israel do passado quanto com o Israel de hoje (o que inclui a você e a mim). Então a bondade de nosso Senhor será vista em toda a sua beleza. Louvado seja o Senhor, pois Ele pode mudar as coisas, Ele pode libertar e salvar.

Christoph Berger
Áustria



Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/107/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 107



Salmo 91 by Jeferson Quimelli
6 de novembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: ,

Comentário devocional:

O Salmo 91 declara que o nosso Deus é o Altíssimo. Ele conhece a verdade, os detalhes de cada situação. Ele vê o nosso coração . Ele ouve o nosso pedido de socorro. O Salmo  também nos diz que Deus é o Todo-Poderoso. Mesmo que as situações pareçam difíceis e complicadas, Ele é capaz de solucioná-las. Permaneça com Ele.

Você às vezes pensa em abandonar o trabalho, deixar a igreja local ou o cônjuge? 

Talvez seu chefe no trabalho seja grosseiro, talvez os seus colegas de trabalho lhe caluniem ou segreguem. Talvez você sinta que os padrões da sua igreja estejam caindo, o que faz você ficar muito triste. Talvez você tenha grandes dificuldades no relacionamento com o seu cônjuge. Ou, ainda, seus problemas financeiros estejam se avolumando. 

Então, você diz para si mesmo: “Ah, se eu pudesse escapar e começar tudo de novo!”

Não importa qual a sua dificuldade, Deus promete que irá lhe proteger. Ele enviará os anjos para lhe sustentar. Problemas e desastres serão barrados e não poderão lhe atingir.

Este Salmo afirma três vezes que Deus lhe livrará (v. 3, 14 e 15). Deposite nEle a sua confiança. 

A promessa de Deus garante que Ele irá lhe levantar: defender, justificar e exaltar você! Portanto, permaneça com ele até que você veja Deus agir, libertando-o.

A última palavra deste Salmo, em hebraico, é “Yeshuah”, que significa “salvação.” Deste termo vem o nome Josué/Jesus, que significa “O Senhor é  salvação.” Sim, Ele é. 

Quando surgirem conflitos e dificuldades, corra para Jesus. 

Sook -Young Kim

Coréia do Sul

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/91

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 91 



Salmo 7 by Jobson Santos
14 de agosto de 2013, 0:44
Filed under: Justiça | Tags: , ,

Comentário devocional:

Davi mais uma vez está clamando ao Senhor em busca de refúgio. No entanto, desta vez, Davi implora por libertação de seus inimigos para que eles não o destruam como um leão e o rasguem em pedaços, se ele for considerado culpado (vv. 2-4). Davi está confiante de sua inocencia e pede a Deus para julgá-lo (v. 8).

Como está sendo perseguido injustamente, Davi lança mão da sua arma secreta: o seu escudo o “Deus Altíssimo, que salva os retos de coração” (v. 10, NIV). Para aqueles que não se arrependem, Deus “afia a sua espada”, “arma o seu arco”,” prepara as suas armas mortais ” e apronta sua “flechas flamejantes” (versos 10-13, NVI). Davi conclui que aqueles que causam problemas, verão os problemas se voltarem contra eles (versículo 16).

Louvado seja Deus, hoje, que como justo juíz e poderoso guerreiro, põe fim a violência dos ímpios e faz com que o justo esteja seguro. Amen.

Jackie O Smith

Silver Spring, Mariland, Estados Unidos

 

Traduzido por JDS

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/7/

Texto bíblico: Salmo 7




%d blogueiros gostam disto: