Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 25 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
7 de fevereiro de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 25 – Após o casamento de Isaque, sozinho( devido ao falecimento de Sara), Abraão casou-se novamente. Quetura deu-lhe mais 6 filhos; ao todo, Abraão foi pai de 8 filhos.

Várias nações surgiram de Abraão através dos filhos de Quetura; mas, também uma nação se formou de Ismael; e, duas de Isaque: israelitas e edomitas (de Esaú).

Abraão faleceu com 175 anos; interessante que no dia de seu funeral, Isaque e Ismael aparecem juntos, após muitos anos separados (Gênesis 25:9). Sobre Ismael, Ellen White informa:
“Os primeiros ensinos de Abraão não foram destituídos de efeito sobre Ismael, mas a influência de suas mulheres teve como resultado estabelecer a idolatria em sua casa. Separado do pai, e amargurado pela contenda e discórdia de um lar destituído do amor e temor de Deus, Ismael foi compelido a escolher a vida selvagem e pilhante de chefe do deserto, sendo sua mão contra todos e a mão de todos contra ele (Gênesis 16:16). Em seus últimos dias arrependeu-se de seus maus caminhos, e voltou ao Deus de seu pai; mas permaneceu o cunho de caráter dado à sua posteridade. A poderosa nação que dele descendera foi um povo turbulento, gentio, que sempre foi um incômodo e aflição aos descendentes de Isaque” (PR, 174).

Isaque orou por 20 anos pela esposa Rebeca. Devido à sua esterilidade, precisava de um milagre para ter filhos como sua mãe. Deus respondeu com uma gravidez de gêmeos: Jacó e Esaú. Orar nos faz avançar através das impossibilidades. Esaú nasceu primeiro, mas rejeitou seus privilégios sociais, familiares e espirituais de filho mais velho.

Esaú é exemplo de pessoas que banalizam a espiritualidade. Sua fome falou mais alto do que os privilégios e as bênçãos advindas ao primogênito. “Todo seu interesse estava no presente. Estava pronto para sacrificar as coisas celestes pelas terrestres, para trocar um bem futuro por uma satisfação momentânea”; abrindo mão de sua primogenitura “experimentou uma sensação de alívio. Agora seu caminho estava desimpedido; podia fazer como quisesse. Por este prazer desenfreado, erroneamente chamado liberdade, quantos ainda estão a vender o seu direito de primogenitura a uma herança pura e incontaminada, eterna, nos Céus!”, alerta Ellen White (PR, 179).

Que sejamos como Jacó, ávidos pelas bênçãos espirituais. Consagremos nossa vida a Deus. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: