Reavivados por Sua Palavra


Gênesis 22 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de fevereiro de 2022, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Então, lhe disse: Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não Me negaste o filho, o teu único filho” (v.12).

De todos os homens que foram tipos de Cristo no Antigo Testamento, certamente o capítulo de hoje aponta Isaque como o protagonista do relato que mais se aproxima da história da cruz. Abraão foi severamente provado, mas como aquele que conhecia a voz do seu Deus, em nenhum momento duvidou da ordem divina, e, como um tipo do Pai Celeste, deveria tomar o filho da promessa, a quem tanto amava, e oferecê-lo em holocausto sobre um monte (v.2). Ainda de madrugada, o fiel ancião se levantou e seguiu na mais angustiante viagem de sua vida. “Erguendo Abraão os olhos” (v.4), viu o lugar do sacrifício.

A partir dali, era somente ele e Isaque. Seus servos não poderiam ter parte alguma naquele holocausto. Mas ele fez uma promessa: “voltaremos para junto de vós” (v.5). Pois “Abraão considerou que Deus era poderoso até para ressuscitar Isaque dentre os mortos” (Hb.11:19). Sobre Isaque foi colocado o peso da lenha, enquanto Abraão tinha nas mãos os instrumentos de morte. “Assim, caminhavam ambos juntos. […] seguiam ambos juntos” (v.6 e 8). Ao perceber o que estava para acontecer, Isaque não mostrou qualquer resistência e o velho pai teve certeza da nobreza de caráter de seu precioso filho. O cutelo foi erguido, mas do Céu, ouviu a voz do seu Senhor a impedi-lo de prosseguir com o intento. Novamente, Abraão ergueu os olhos, mas, desta vez, ele viu a provisão de Deus.

Porque Abraão obedeceu à voz de Deus, na sua descendência seriam benditas todas as famílias da Terra (v.18). Da descendência de Abraão, nasceu o Filho que iluminou o mundo com a glória do Pai. Enquanto Isaque caminhou para a morte sem saber, Jesus sabia que logo teria de enfrentar a morte mais cruel e ignominiosa. Sua vida de santa consagração e perfeita obediência O estava preparando para a prova final e através da vitória da cruz, cumpriu-se a profecia: “Na sua descendência serão benditas todas as nações da Terra” (v.18).

Amados, um dia, Deus tomou Seu Filho, Seu único Filho, a Quem tanto ama, e O levou para um sacrifício. Jesus levou sobre Si não apenas o peso do madeiro, mas de pecados que jamais cometeu. No monte do Calvário não houve substituto que O favorecesse, mas Ele mesmo Se fez substituto por nós. Enquanto cruzava a via dolorosa, Ele e o Pai “seguiam ambos juntos” (v.8). Era uma obra exclusivamente divina. Aos Seus servos, Ele já havia dito: “Não se turbe o vosso coração […] voltarei e vos receberei para Mim mesmo” (Jo.14:1-3).

Naquele dia de densas trevas não houve uma voz do Céu para impedir aquele ato e nem um carneiro que tomasse o seu lugar, mas o verdadeiro Cordeiro de Deus foi morto, e, “no monte do Senhor” (v.14), foi provido o preço de nosso resgate. “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo.3:16). Creia nesta preciosa e fiel promessa e, assim como “voltou Abraão aos Seus servos, e, juntos, foram para Berseba, onde fixou residência” (v.18), Cristo voltará para buscar os Seus servos e os levará para fixar residência na Cidade de Deus! Vigiemos e oremos!

Bom dia, homens e mulheres de fé!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Gênesis22 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Amém!
Obrigado!

Comentário por Silvio Fernandes




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: