Reavivados por Sua Palavra


JOÃO 6 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
11 de julho de 2021, 0:40
Filed under: Sem categoria

JOÃO 6 – Os milagres de Cristo descritos por João são seletivos, com objetivos claros. São apenas sete milagres identificados por sinais:

• Primeiro: Jesus transformou abundantes águas em vinho melhor do que aquele que era servido antes de acabar no casamento (João 2);
• Segundo: Jesus curou o filho do oficial romano estando longe desse filho (João 4);
• Terceiro: Jesus curou o paralítico de Betesda com 38 anos de idade, sem tocá-lo (João 5);
• Quarto: Jesus multiplicou pães e peixes para uma grande multidão (João 6:1-15);
• Quinto: Jesus andou por sobre as águas e salvou Seus discípulos (João 6:16-21);
• Sexto: Jesus curou um cego de nascença depois que ele se distanciou e lavou-se no tanque de Siloé (João 9);
• Último milagre: A ressurreição de Lázaro que esteve quatro dias morto (João 11).

O objetivo de João era mostrar milagres que Jesus fez sem tocar em quem precisava dEle. O único milagre citado por João em que Jesus tocou o necessitado é no caso do cego; contudo, o milagre só aconteceu quando ele se distanciou de Jesus obedecendo-O ao lavar seus olhos no tanque de Siloé.

Tudo isso está em harmonia com o propósito de João, que escreveu sobre Cristo quando já se havia passado mais de meio século que Ele subira ao Céu. Estando invisível entre as pessoas, João queria desenvolver a fé e estimular a crença cristã em seus leitores.

Do capítulo 6, temos ainda alguns pontos a considerar:
• Após alimentar a numerosa multidão tendo apenas cinco pães de cevada e dois peixinhos emprestados de um menino e, de haver andado por sobre as águas, Jesus revelou-Se como o Pão da Vida enviado do Céu para saciar a fome da alma da humanidade (vs. 1-40).
• Após Seu poderoso sermão, os ouvintes de Jesus tiveram reações confusas sobre Ele, e muitos O abandonaram dizendo: “Duro é este discurso; quem o pode ouvir?” (vs. 41-71).

Assim, fica claro que, como declarou Russel P. Shedd: “Cristãos têm uma inclinação muito maior para aceitar a Jesus do que para viver com o estilo de Jesus”. Muitas vezes queremos Jesus, mas não Seus sermões; contudo, Suas mensagens são nutrientes para nosso coração!

Oremos: “Senhor, embora Tua Palavra seja dura para nós que somos resistentes aos Teus ensinamentos, precisamos dela. Reaviva-nos!” – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: