Reavivados por Sua Palavra


I SAMUEL 13 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
19 de setembro de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

I SAMUEL 13 – Deus é incrivelmente maravilhoso, mais do que nosso limitado cérebro consegue mensurar. O fato dEle ceder ao pedido corrompido de Israel por um rei, já deixa isso muito claro. Mas, o fato de escolher Saul também; pois, desde o livro de Rute, a genealogia apontando para Davi (Rute 4:18-22), já dava indicação de que Saul não daria certo.

Os capítulos de 9-11 de I Samuel foram acontecimentos relacionados ao primeiro ano do reinado de Saul. O capítulo em pauta refere-se ao seu segundo ano. No início de seu reinado Saul prova sua incapacidade de reinar. Ele não confiou em Deus como seu filho Jônatas diante dos desafios bélicos, além de exibir flagrante incredulidade e rebelião contra os princípios da revelação divina. Ele ofereceu sacrifício, o qual era ofício exclusivo de sacerdotes nomeados por Deus. Ele foi impaciente, regido pelo medo, preferindo tomar à frente em vez de confiar na soberania de Deus (I Samuel 13:1-10; Números 16:1-3, 32-40).

A ação do rei Saul, “era uma violação direta da lei de Deus, prova da descrença do seu coração e da sua inadequação para o posto de rei do povo de Deus”, diz Merrill Unger. Contudo, Deus proveu um terremoto para desnortear os filisteus que ameaçavam atacar a Israel. Além disso, em Sua indescritível graça e imensurável misericórdia, Deus foi bondoso para com intrometido e petulante rei. Pois, “apesar dos atos impulsivos de Saul, Deus lhes deu grande vitória (14:20-23)”, observa Kenneth Mathews.

Todavia, Saul cometia um erro atrás de outro. Um juramento insensato quase custou a vida de seu filho. Graças à que os homens impediram de executar a ordem relacionada ao juramento absurdo; sem contar que Saul impediu seu exército de comer enquanto não terminasse a batalha – exaurindo assim as forças de seus soldados (I Samuel 14:24-52).

Quando o poder sobe à cabeça, a pessoa pensa que é Deus e passa a usar a autoridade com autoritarismo. O poder pode corromper facilmente aos pecadores influenciados por aquele que desejou ocupar o lugar de Deus no trono do Universo (Isaías 14:12-14).

Quando o poder sobe à cabeça, desconsidera-se o poder de Deus e Sua missão, passando a agir perversamente! Confiar no próprio poder implica na independência do poder divino!

Tenhamos cautela! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: