Reavivados por Sua Palavra


Tito 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
15 de novembro de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“No tocante a Deus, professam conhecê-Lo; entretanto, O negam por suas obras; é por isso que são abomináveis, desobedientes e reprovados para toda boa obra” (v.16).

Com a morte dos apóstolos e o crescimento da igreja cristã primitiva, houve a necessidade de novos líderes que levassem adiante a missão de “promover a fé que é dos eleitos de Deus e o pleno conhecimento da verdade segundo a piedade” (v.1). Semelhante a Israel quando estava prestes a entrar em Canaã, uma geração que não viu os prodígios do Senhor no Egito e nem como com poder Deus livrou a seus pais da fúria de Faraó (exceto Josué e Calebe. Nm.14:30), os novos conversos não viram a Cristo e os muitos milagres que realizou. Era necessário que fossem apascentados por pastores apegados “à palavra fiel” (v.9), de modo que não perdessem de vista a “esperança da vida eterna que o Deus que não pode mentir prometeu antes dos tempos eternos” (v.2).

Com isso, Paulo deixou a seu discípulo grego orientações bem parecidas as que deu a Timóteo no tocante à escolha e ordenação daqueles que iriam liderar a igreja de Deus. Orientações que permanecem vigentes como sólido fundamento: “irrepreensível, marido de uma só mulher, que tenha filhos crentes que não são acusados de dissolução, nem são insubordinados […], não arrogante, não irascível, não dado ao vinho, nem violento, nem cobiçoso de torpe ganância; antes, hospitaleiro, amigo do bem, sóbrio, justo, piedoso, que tenha domínio de si, apegado à palavra fiel, que é segundo a doutrina, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem” (v.6-9). Precisamos, meus amados irmãos, de líderes e pastores que por seu caráter e obras testemunhem de que estão mais em contato com a Bíblia do que com seus “smartphones”. Homens que assumam com integridade a sua sagrada obra como despenseiros de Deus (v.7).

Segundo as profecias bíblicas, estamos vivendo em tempos emprestados, às portas da segunda vinda de Cristo. Já começamos a experimentar as primeiras gotas da tempestade do tempo sobremodo difícil que está por vir. E como Jesus nos revelou na parábola das dez virgens (Mt.25:1-13), haveria um tempo em que a Sua igreja dormiria. Uma coisa, porém, foi o que separou as virgens néscias das virgens prudentes; é que estas, antes de dormirem, estavam munidas de azeite adicional. Ou seja, as virgens prudentes estavam preparadas antes de seu estado de sonolência. O que nos diz que ainda que pareça que o Noivo está demorando, ainda que o tempo de espera nos cause sono, ou até mesmo que o sono da morte nos alcance, naquele grande Dia a voz do Senhor despertará o Seu povo, ou do pó da terra, ou do cansaço de enfrentar o “tempo de angústia qual nunca houve” (Dn.12:1).

Diante deste cenário inevitável, “que o Deus que não pode mentir” (v.2) nos revelou por intermédio de Seus santos profetas, não deveríamos nós estar completamente comprometidos com “a pregação que [nos] foi confiada por mandato de Deus, nosso Salvador” (v.3)? Quanto maior a responsabilidade maior deve ser o compromisso de fidelidade para o cumprimento do chamado. O Senhor sempre colocou em meu coração o temor de tratar com respeito e consideração aqueles que são ungidos como Seus ministros. Eu acredito, e pelo testemunho das Escrituras confirmo, que Ele não escolhe pessoas por capacitação ou talento. Seu método de escolha é até contrário ao método humano. Deus atravessa a capa para o íntimo. O próprio Paulo é um exemplo disso. Seu currículo lattes incluía um doutorado em Bíblia, mas nenhuma experiência com o Deus da Bíblia. Foi quando se viu na condição de um homem caído ao chão e cego, que a obra divina pôde ser realizada em sua vida. Sobre a responsabilidade que pesa sobre os pastores, Ellen White escreveu: “Se forem humildes, se não confiarem na sua suposta sabedoria e habilidade, Deus lhes colocará argumentos na mente e falará por seus lábios. Também impressionará a mente dos ouvintes, preparando-lhes o coração para receber a semente que é semeada” (CPB, Testemunhos Para Ministros, p.311).

O Senhor está derramando o Seu Espírito sobre aqueles que entendem que, antes de serem pastores, são ovelhas de Cristo. E está repreendendo e apelando aos corações dos que “andam pervertendo casas inteiras” (v.11). A estes Ele ainda diz: “Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te” (Ap.3:19). A ordem dada a Tito de repreender os falsos mestres é uma prova disso: “repreende-os severamente, para que sejam sadios na fé” (v.13). Deus deseja que desenvolvamos uma fé sadia, coerente com as nossas obras, “a fé que atua pelo amor” (Gl.5:6). Para a irmã White, “o fato de que Deus enviou mensagens de repreensão aos que erraram, não era uma indicação de que eles foram abandonados; e, sim, uma evidência do amor de Deus, ‘porque o Senhor corrige a quem ama’ […] e que o Deus de Israel ainda está guiando o Seu povo, e continuará com eles até ao fim” (Testemunhos Para Ministros, p.13).

Um novo ano está prestes a começar. Oremos pelos líderes que darão continuidade à obra de Deus e que, como Tito, sejamos verdadeiros filhos de nossos pastores, “segundo a fé comum” (v.4), conhecendo ao Senhor e apegando-nos à Palavra da verdade, “de modo que [tenhamos] poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem” (v.9), “esperando e apressando a vinda do Dia de Deus” (2Pe.3:12). Vigiemos e oremos!

Bom dia, eleitos de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Tito1 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Excelente!
Bom dia!

Comentário por Silvio Fernandes




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: