Reavivados por Sua Palavra


Números 34 by Jeferson Quimelli
9 de dezembro de 2015, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Canaã, a terra prometida, era um lugar real para os israelitas. Para nós, hoje, a nova Terra, cujo arquiteto e construtor é Deus, é um lugar real, uma realidade tangível. Essa percepção de uma terra prometida, eterna, é algo que devemos visualizar com mais frequência, ler e falar a respeito mais vezes. A terra prometida deve se tornar mais real para nós, porque em Apocalipse 22, Jesus diz três vezes: “Estou retornando em breve.”

“Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez.” (Ap 22:12 NVI). “É privilégio de todo cristão não somente aguardar, mas apressar a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo (2 Pedro 3:12). Se todos os que professam Seu nome produzissem fruto para Sua glória, quão rapidamente o mundo inteiro estaria semeado com a semente do evangelho. Rapidamente a última grande seara estaria amadurecida e Cristo viria recolher o precioso grão” (PJ, p. 69).

O que você está fazendo para apressar a vinda do Senhor?

Fred Knopper
Adventist Media Center
Texto original expandido em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/09/14/

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/num/34 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/num/34 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/num/34/
Tradução/adaptação: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Números 34
Comentário em áudio



Números 34 – Comentários pr Heber by Jeferson Quimelli
9 de dezembro de 2015, 0:45
Filed under: Sem categoria

NÚMEROS 34 – A Bíblia inteira é inspirada por Deus, nada deve ser deixado de lado, descartado ou menosprezado. Leia-a e serás grandemente abençoado(a).

Este capítulo apresenta a “preparação para a distribuição da Terra Prometida” (R. Dennis Cole):

• Delineia-se as fronteiras da Terra Prometida (vs. 1-15);
• Convoca-se os líderes para repartir a Terra Prometida (vs. 16-29).

Em relação à terra, “o tamanho da herança era determinado pelo tamanho do tribo, mas a posição era determinada por sorte” (D. L. Moody). Contudo, Deus não deixou ninguém sem herança, sem lugar apropriado na Terra Prometida. Deus não esquece nem ignora ninguém.

Nestes 29 versículos, 10 vezes aparece a palavra LIMITE. Este tema predomina neste capítulo. Deus escolhe um número limitado de líderes e delimita o território geográfico para cada tribo. O que podemos aprender destes limites?

1. Nós somos limitados por nossas fraquezas, devemos viver para superar nossos limites, mas jamais ultrapassar os limites estabelecidos por Deus – Israel deveria conquistar (lutar/avançar), mas permanecer dentro dos limites apontados por Deus.
2. Dentro dos limites estipulados por Deus há liberdade, fora desses limites há dissabores, conflitos e escravidão resultante do pecado – sem as delimitações de Deus o povo brigaria por herança igual muitos irmãos brigam após o enterro dos pais.
3. Ir além ou ficar aquém dos limites divinos prejudica nossa vida. Se as tribos não fossem até o limite do território, os inimigos hostilizariam aos israelitas (33:55). Quem é misericordioso com o pecado logo perceberá que o pecado não tem misericórdia de ninguém.

Além destes pontos, o texto apresenta Deus…

• …orientando a Moisés (vs. 1, 16): Deus interage com os seres humanos.
• …ordenando dar a terra (v. 13): Deus orienta o caminho para a realização da promessa.
• …ordenando os líderes das tribos (v. 29): Ele é o Líder dos líderes.

Precisamos entender que a estratégia divina é que na união há força. Um povo totalmente descomprometido com o pecado, ligado a Ele, seria a potência mundial que iluminaria com a verdade celestial a toda a humanidade.

Precisamos aprender que Deus é dono de tudo, mas deu apenas um território bem delimitado a Israel; assim Ele estava preparando tudo para a vinda do Messias, o Salvador/abençoador do mundo inteiro!

Respeitar limites divinos atrai bênçãos! Busque-as em Deus! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



Números 34 – Comentários selecionados by Jeferson Quimelli
9 de dezembro de 2015, 0:30
Filed under: Sem categoria

A terra foi dada por Deus como herança… Os limites declarados por Deus eram maiores que a área efetivamente ocupada pelos hebreus. Os limites correspondem à área efetivamente conquistada por Davi e ao território ideal retratado por Ezequiel (Ez 47.48). O tamanho da terra mostra a generosidade de Deus. Ele sempre nos dá mais do que podemos pedir ou pensarLife Application Study Bible.

1-12 Descrevem-se os limites geográficos de Canaã propriamente dita, excluindo a parte além do Jordão, já distribuída. Bíblia Shedd.

1-15 Essas fronteiras de Canaã não incluem o território já atribuído à Transjordânia, a leste do rio Jordão (vs.13-15). ver cap. 32. Bíblia de Genebra.

Quando entrardes. No território entre o Jordão e o mar Mediterrâneo (ver Nm 32:32; Js 22:11, 32). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1033.

A região sul. Literalmente, “seu lado sul”. CBASD, vol. 1, p. 1033.

Suas saídas. O lugar onde termina a linha divisória. Bíblia Shedd.

a subida de Acrabim. Isto é, “a passagem dos escorpiões”, sugerindo que os escorpiões eram numerosos nas redondezas (Js 15:3; Jz 1:36). CBASD, vol. 1, p. 1033.

até o ribeiro do Egito. Não o rio Nilo, mas o Wadi el-‘Arish, que deveria formar a fronteira ocidental de Israel, até chegar ao mar Mediterrâneo, cerca de 80 km abaixo de Gaza. Este deveria ser o limite com o Egito. CBASD, vol. 1, p. 1033.

O Mar Grande. O mediterrâneo, às vezes chamado “o Mar”. Bíblia Shedd.

entrada de Hamate. O vale do [rio] Orontes [hoje Líbano] ou o moderno Lebweh, 112 km a sudoeste de Hamate, no mesmo vale. …Lebweh, ou o vale do Orontes, poderia ser chamado, com propriedade, de “entrada de hamate”, da perspectiva de alguém que se aproximava de Hamate pelo sul. CBASD, vol. 1, p. 1033.

11 Quinerete. É o nome hebraico do Mar da Galileia, o lugar onde Jesus passou tanto tempo com seus discípulos. Bíblia Shedd.

As palavras “da borda do” se referem às bordas montanhosas do nordeste do mar da Galileia. Uma tradução melhor seria “declives”. A NVI traz “encostas”. CBASD, vol. 1, p. 1033.

13 nove tribos e à meia tribo. Duas tribos se estabeleceram do outro lado do Jordão (ver v. 14-15). CBASD, vol. 1, p. 1033.

17  São estes os nomes.  Para dirigir a obra de repartir a terra, foi escolhido um líder eclesiástico (Eleazar) e um líder cívico (Josué). Bíblia Shedd.

Foram nomeados homens respeitáveis, cujas decisões seriam respeitadas (ver Nm 26:54-55). Eleazar e Josué deviam supervisionar a divisão da terra na presença de Deus à porta do tabernáculo (Js 18:6, 8, 10; 19:51). CBASD, vol. 1, p. 1034.

16-29 Nenhum desses dez nomes foi incluído nas listas anteriores de líderes (Nm 1.5-15; 2.3-29; 7.12-78) e nem é algum deles filho de um homem incluído nessas listas. Bíblia de Genebra.

Comparar com Js 14-19. Andrews Study Bible.

18 de cada tribo, um príncipe. Homens respeitados e de autoridade se uniram a Eleazar, o sumo sacerdote, e a Josué, o comandante chefe do exército. Dese modo, a imparcialidade e a igualdade na divisão da terra foram garantidas. CBASD, vol. 1, p. 1034.

A exatidão com que a Inspiração preservou o registro dos limites das atribuições de terra feitas às diversas tribos enfatiza a ordem com que deve proceder na obra de Deus. Nada pode ser deixado ao acaso; tudo deve ser planejado e executado cuidadosamenteCBASD, vol. 1, p. 1034.




%d blogueiros gostam disto: