Reavivados por Sua Palavra


I Coríntios 9 by jquimelli
23 de março de 2015, 1:00
Filed under: evangelismo, liderança, serviço | Tags: , ,

Comentário devocional:

Depois de lidar com uma série de questões que vão da sexualidade à alimentação, o apóstolo Paulo agora fala aos crentes de Corinto sobre as  motivações para o comportamento. Por trás das ações deve haver um padrão de auto-negação. Isso é importante porque erram aqueles que simplesmente fazem valer os seus “direitos” (v. 4). Em vez de fazer valer os seus direitos individuais, eles devem suportar “tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo” (v 12 NVI).

No cerne da questão está o evangelho: “Contudo, quando prego o evangelho, não posso me orgulhar, pois me é imposta a necessidade de pregar. Ai de mim se não pregar o evangelho!”(v 16 NVI). Esse serviço deve ser feito de boa vontade. Como um líder cristão, ele lhes lembra que ele tem uma responsabilidade sagrada de não abusar de sua autoridade (v 18).

Nos versos 19 a 23 o apóstolo Paulo recorda seus leitores que um verdadeiro líder é focado no serviço. Como servo demonstra um espírito flexível, pois servir não tem a ver com ser líder, mas com Jesus! “Para com os fracos tornei-me fraco, para ganhar os fracos. Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns” (v 22 NVI).

O espírito de sacrifício e serviço descrito pelo apóstolo Paulo é o mesmo espírito que exibiu o presidente da Associação Geral William A. Spicer. O que muitos adventistas provavelmente não têm conhecimento é que uma das mais incomuns sessões da Conferência Geral na história denominacional ocorreu em 1922. A igreja estava tentando decidir se reelegia A. G. Daniells como presidente da Associação Geral ou se elegia W. A. Spicer que, durante a sessão da Conferência Geral prometera à esposa que iria se aposentar. Um dos documentos mais fascinantes da história adventista é a carta que ele escreveu a sua mulher explicando como ele se tornara presidente eleito da Conferência Geral. Ele encerrou a carta com as palavras: “No reino de Cristo não há posições de honra, mas [apenas] posições de serviço.” Estas são as palavras que devemos viver ao buscarmos lembrar o verdadeiro espírito de sacrifício do cristianismo.

Em conclusão, o apóstolo Paulo nos lembra de exercer o controle em todas as coisas, como o “atleta em tudo se domina” (v 25 ARA). Quando as nossas prioridades estão na ordem certa, estamos dispostos a nos disciplinar para servir (v 27). Assim, alcançamos o equilíbrio que inicia com nossas motivações e transforma todos os aspectos de nossas vidas para Cristo.

Michael W. Campbell, Ph.D.
Professor Assistente, Estudos Históricos / Teológicos
Instituto Adventista Internacional de Estudos Avançados
Filipinas

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/1co/9/

Traduzido por JAQ/GASQ           
Texto bíblico: I Coríntios 9 
Comentários em áudio 



Miqueias 3 by jquimelli
29 de setembro de 2014, 0:00
Filed under: correção, influência, integridade, restauração, verdade | Tags: , ,

Comentário devocional:

Existe nos Estados Unidos uma proteção legal para os funcionários públicos que descobrem e denunciam uma atividade ilegal no órgão em que trabalham. É chamada de “Lei de Proteção ao Denunciante de 1989”. Funcionários e candidatos a funcionários não podem ser discriminados por revelar uma atividade ilegal. A finalidade dessa proteção é evitar retaliação por parte daqueles em posição de autoridade contra o denunciante que relatou a má conduta.

Miquéias não tinha uma lei assim a lhe proteger dos líderes e outros profetas de Israel, porém não teve medo de fazer o que devia fazer: denunciar as injustiças. Neste capítulo, ele tem algumas mensagens muito diretas para as pessoas no poder: “Escutem, líderes e autoridades de Israel! Vocês deviam praticar a justiça e, no entanto, odeiam o bem e amam o mal.”(Miquéias 3:1-2, NTLH).

Em Atos dos Apóstolos, lemos: “Solenes são as responsabilidades impendentes sobre os que são chamados a agir como dirigentes na igreja de Deus na Terra.” (p. 92). É simples: líderes sempre terão outras pessoas olhando para eles, e por causa de sua influência expandida, eles têm mais responsabilidade de viver como exemplos cristãos em todos os aspectos da vida. 

Em certo sentido, todos somos líderes, porque a liderança é influência e todos nós influenciamos a outros. Representamos mal ao Salvador a quem servimos quando não exibimos virtudes cristãs em nossas vidas – usando uma linguagem que humilha as pessoas, perdendo a calma ou não praticando a humildade. 

Que, pela graça de Deus, possamos ser justos em todos os nossos procedimentos. E que nossa vida de pureza possa repreender o erro e inspirar outros a serem semelhantes ao nosso Salvador.
Gordon Bietz
Presidente Southern Adventist University

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/mic/3/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Miqueias 3 

Comentário em áudio  



Salmo 25 by Jobson Santos
1 de setembro de 2013, 0:10
Filed under: Salmos | Tags: , ,

Comentário devocional:

Davi nos mostra neste Salmo o que significa a verdadeira comunhão com o Senhor, o cultivo consciente de uma relação com o Todo-Poderoso. Ele derrama seu coração, honestamente, abertamente, com frequência e com amor. Isto é o que faz de Davi um gigante entre os líderes espirituais porque ele faz investimentos regulares na conta bancária do seu relacionamento com Deus. Quem derá todos nós pudéssemos ser íntimos de Deus como Davi o foi!

As seguintes frases maravilhosas demonstram a atitude de humildade por parte de Davi:

A ti, Senhor, elevo a minha alma.

Em ti confio.

Mostra-me, Senhor, os teus caminhos.

Ensina-me as tuas veredas.

Guia-me com a tua verdade.

A minha esperança está em ti o tempo todo.

Conforme a tua misericórdia, lembra-te de mim.

Guarda a minha vida e livra-me!

Os meus olhos estão sempre voltados para o Senhor.

O que aconteceria se usássemos tal linguagem em nossas preces? Qual seria o resultado se abríssemos nossa coração todas as manhãs perante o Senhor e pedíssemos para Ele esvaziar nosso coração tão cheio de nossas próprias idéias e nos encher com Seus pensamentos divinos de sabedoria? Creio que a nossa vida espiritual seria transformada.

Davi não tem medo de compartilhar os altos e baixos da liderança. Mais para  o final do Salmo, ele admite que se sente desamparado e sozinho, apesar de estar cercado por seu exército e seus funcionários. Ele clama a Deus reconhecendo que seus problemas aumentaram. Quantos de nós em cargos de liderança, tais como professores, administradores e pais, também não nos sentimos solitários, por vezes, quando as coisas ficam difíceis? Muitas vezes, a única pessoa a quem recorrer e com quem falar é o Senhor. Como escreveu Davi, todos nós voltamos nossos olhos e esperamos pelo nosso Deus.

 

Vinita Sauder

Vice-presidente para Iniciativas Estratégicas

Universidade Adventista do Sul

 

Traduzido por JDS

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/25/

Texto bíblico: Salmo 25




%d blogueiros gostam disto: