Reavivados por Sua Palavra


SALMO 145 #RPSP COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
25 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Perto está o SENHOR de todos os que O invocam, de todos os que O invocam em verdade” (v. 18).

A religiosidade na minha tenra infância se resumia a simplesmente dizer que acreditava em Deus e que era católica. Por volta dos nove anos de idade passei a frequentar uma igreja batista e aos dez comecei a me interessar pela Bíblia. Até que meu pai conheceu alguns adventistas do sétimo dia, devido ao seu interesse na mensagem de saúde. Aos doze anos fui pela primeira vez a uma escola sabatina e me apaixonei pelo estudo da lição tão interligado com a Bíblia. Somente aos dezesseis anos me batizei e a partir dos dezessete iniciei minha “carreira” de cargos na igreja. Sempre fui muito envolvida com a obra, mas este envolvimento foi tão mais intenso do que a minha devoção pessoal que, paulatinamente, fui ficando cada vez mais distante do SENHOR da obra. Mas Ele me encontrou! Aleluias ao SENHOR que não desistiu desta dracma!

O salmista inicia dizendo que devemos exaltar o SENHOR (v. 1), e que isto deve ser feito “Todos os dias… para todo o sempre” (v. 2). Há um grave perigo quando a nossa adoração se resume apenas aos dias de culto e ao serviço na igreja. Ouvindo um sermão(*), o pregador fez uma ilustração muito pertinente ao contexto do Salmo de hoje. Imaginem que alguém muito ocupado encontra uma forma de “ganhar” mais tempo com a seguinte ideia:

— Vou comer no domingo o suficiente para a semana inteira, então não precisarei comer nos outros seis dias e economizarei o meu tempo.

Ou imaginem a segunda situação. Um marido chega para a esposa e diz:

— Querida, hoje estarei tão ocupado, mas tão ocupado, que não terei tempo de fazer as três refeições do dia. Então, por favor, quando for se alimentar, coma o suficiente por você e por mim.

É claro que ninguém, em sã consciência, teria ideias absurdas como estas, mas tem sido exatamente assim que muitos cristãos tem se comportado no que diz respeito ao alimento espiritual. “Todos os dias”, diz o salmista, devemos buscar ao SENHOR. “Todos os que O amam” (v. 20) desejam estar constantemente em Sua presença. Não há como contar da grandeza de Deus (v. 6), falar da glória do Seu Reino e testemunhar do Seu poder (v. 11), se Ele não for um Deus real e constante em nossa vida. A comunhão através do estudo da Bíblia e da oração deve ser o nosso alimento espiritual diário. Ficar sem comer um dia não mata ninguém, mas se isto perdurar por muito tempo algum dia morrerá por inanição. O profeta Daniel bem entendeu este conceito quando, três vezes ao dia, punha-se de joelhos para orar. Assim como “a Seu tempo” o SENHOR nos dá o alimento físico (v. 15), devemos nos alimentar de Sua Palavra e invocá-Lo em verdade, dia após dia e após dia e sempre.

Cuidado, amados! A salvação não é para quem mais trabalha, a salvação é para os que temem e amam o SENHOR (v. 19). Você teme e ama a Deus (v. 20)? Então, “Profira a minha [sua] boca louvores ao SENHOR” (v. 21) TODOS OS DIAS PARA TODO O SEMPRE, e Ele SEMPRE estará bem perto de você!

Bom dia, verdadeiros adoradores!

Desafio do dia: Seu tempo de letargia espiritual termina hoje, em nome de Jesus! Tome a firme decisão, AGORA, de jamais sair de casa pela manhã antes de buscar ao SENHOR de todo o seu coração, permaneça em Sua presença e, certamente, Ele estará bem pertinho de você durante todo o dia.

(*)www.novotempo.com/alemdosfatos , programa do dia 21/03/2017.

Rosana Garcia Barros 
#PrimeiroDeus   #Salmo145



SALMO 144 by jquimelli
24 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Neste salmo, Davi reconhece que tudo o que ele era e tinha sido capaz de fazer viera de Deus e de Sua bondade. Foi Deus Quem fez de Davi um guerreiro bem sucedido e rei. Foi Deus Quem ganhou suas batalhas.

Hoje podemos não lutar em guerras como Davi, mas lutamos uma batalha espiritual contra os poderes do mal (Efésios 6:12). Nesta batalha do fim dos tempos precisamos reconhecer Aquele que é o nosso Refúgio, a nossa Rocha, nosso Libertador e nosso Escudo.

É encorajador saber que, apesar de sermos seres finitos e de nossa vida aqui na terra ser apenas um fôlego ou uma sombra fugaz na eternidade, Deus Se lembra de nós.

Assim como Davi, podemos cantar uma nova canção de louvor a respeito de todas as bênçãos que recebemos de Deus.Certamente não somos todos abençoados com prosperidade material, crianças saudáveis e bonitas, ou uma vida livre de desastres ou derrotas, mas o último verso resume tudo: quando Deus é o Senhor de nossas vidas, somos abençoados.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/144 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/144/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/29/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 144 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 144 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO – PRIMEIRO DEUS by Maria Eduarda
24 de março de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria

Acompanhe o texto bíblico em: http://biblia.com.br/joaoferreiraalmeidarevistaatualizada/salmos/sl-capitulo-144/



SALMO 144 COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ  by Ivan Barros
24 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 144 – A religião verdadeira não é destituída de sentimentos. Pelo contrário, quem experimenta o poder de Deus ao libertar do pecado e salvar de suas terríveis consequências, enche o coração de alegria; e, então, exulta em louvor e adoração a Deus, que é o primeiro e soberano Senhor de sua vida.

Davi revela inúmeras razões importantes para exultar-se diante de Deus e exaltar Seu poder (vs. 1-2); além disso, ele sabe que Deus não ignora ou zomba da fraqueza humana, mas em Sua grandeza atende a cada pecador em sua insignificância (vs. 3-4).

Conhecendo a Deus e sabendo de Sua atuação poderosa em prol daqueles que buscam auxílio nEle, Davi ousa pedir por livramento do poder de pessoas que usam a força da língua para destruir, enganar e perverter a verdade (vs. 5-8). Por conta disto, Davi promete entoar um novo cântico, agora de alegria e gratidão, pelas bênçãos imerecidas, recebidas de Deus (vs. 9-15).

Como Davi, “temos motivos de sobra para alimentar espírito de fervor e devoção na adoração a Deus. Temos até motivos para ser mais ponderados e reverentes em nosso culto do que os judeus. Mas um inimigo tem estado a trabalhar, a fim de destruir nossa fé na santidade da adoração cristã” (Ellen G. White).

Precisamos ficar atentos, pois NÃO PODEMOS…

  1. …ignorar que Deus nos dá destrezas para alcançar vitórias em coisas corriqueiras e/ou rotineiras da vida.
  2. …exaltar nossos feitos ou habilidades; devemos, porém, reconhecer que tudo o que conquistamos é graças à misericórdia divina.
  3. …negligenciar a oração, pois tal atitude seria presunção diante do Deus que atende nossa súplica por libertação.
  4. …relaxar em nosso fervor ao render louvores ao Senhor que abençoa nossa vida e família em meio a este mundo em conflito.

Não permitamos que o inimigo impeça-nos de cantar hinos de alegria, com entusiasmo e exultação Àquele que nos ofertou gratuitamente a salvação através de Seu Filho, que tornou-Se Filho do homem para tornar-nos filhos de Deus.

Felizes são aqueles que colocam a Deus em primeiro lugar. Estes são reavivados diariamente pelo poder que liberta de qualquer situação, inclusive da opressão imposta pelo diabo, o maior dos nossos inimigos, que tem seus agentes demoníacos tentando nos atingir!

Coloquemos Deus em primeiro lugar! – Heber Toth Armi #ebiblico #rpsp #rbhw



SALMO 144 #RPSP COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
24 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

 

“… Sim, bem-aventurado é o povo cujo Deus é o SENHOR!” (v. 15).

Assistindo a uma palestra sobre as constelações e a imensidão do Universo, descobri que existem estrelas cujas dimensões fazem o nosso planeta parecer um grão de poeira cósmica no espaço. E diante desta comparação, compreendo o questionamento de Davi: “SENHOR, que é o homem para que dele tomes conhecimento? E o filho do homem para que o estimes?” (v. 3).

“O homem é um sopro” (v. 4), conclui o salmista. E por duas vezes faz o mesmo pedido: “Livra-me e salva-me do poder de estranhos, cuja boca profere mentiras, e cuja direita é direita de falsidade” (v. 7-8, 11). Mesmo diante da nossa pequenez, Deus abaixa os céus e desce (v. 5) e do alto estende a Sua mão (v. 7) para nos livrar e nos salvar do mal. O Deus que nos amou primeiro (I João 4:19) deseja ser o SENHOR de nossa vida e nos conduzir, em família, à bem-aventurança.

Se firmarmos a nossa casa sobre a Rocha (v. 1), estaremos revestidos de Sua armadura (Efésios 6:10-18) e prontos para a batalha (v. 1). O grande conflito que envolve o nosso destino eterno segue o seu curso e só estaremos seguros se confiarmos em Deus como a nossa Fortaleza, nosso Alto Refúgio, nosso Libertador e nosso Escudo (v. 2). Nossos filhos e filhas serão bem sucedidos (v. 12), nossos celeiros transbordarão de bênçãos, e, nosso lar, será um pedacinho do Céu.

Diante do Universo podemos ser insignificantes, mas diante do SENHOR do Universo somos o alvo do Seu mais intenso amor (João 3:16)!

Bom dia, povo cujo Deus é o SENHOR!

Desafio do dia: A única maneira de não sermos enganados pela mentira é conhecermos a verdade. Se você ainda não fez um estudo bíblico, solicite já o seu, gratuitamente, através do site: http://www.novotempo.com/estaescrito

Rosana Garcia Barros

#primeiroDeus  #Salmo144



SALMO 143 by jquimelli
23 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Nesta oração o salmista ora por perdão. Ele se aproxima de Deus, conhecendo seus pecados e sabendo que a justiça de Deus pode ocultá-los. Todos nós precisamos da experiência pessoal de nos aproximar do trono da graça e receber o perdão. “Quando você tem confiança no Poderoso, a sua experiência não é emprestada, é a sua própria ” (Exaltai-O, p 185). Nossa experiência com o Todo-Poderoso não pode ser uma relação de segunda mão.

O anseio por uma profunda compreensão pessoal de Deus surge de uma sede interior que só pode ser acalmada por Deus. Este desejo é tão grande que o salmista se compara a uma terra sedenta por chuva. É um milagre contemplar o que a chuva pode fazer pela terra seca e ver como a nova vida brota do pó.

Temos uma maravilhosa promessa em Isaías 55:10-11 que a Palavra de Deus para nós é como a chuva para a terra e trará momentos de refrigério e nova vida.

Deus espera ansiosamente querendo que O desejemos de todo o nosso coração. Que possamos ir a Ele com o coração contrito, lendo Sua palavra e experimentando Sua fidelidade e perdão em um nível profundamente pessoal.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/143 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/143/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/28/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 143 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 143 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO – PRIMEIRO DEUS by Maria Eduarda
23 de março de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria

Acompanhe o texto bíblico em: http://biblia.com.br/joaoferreiraalmeidarevistaatualizada/salmos/sl-capitulo-143/




%d blogueiros gostam disto: