Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 22 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
10 de agosto de 2022, 0:40
Filed under: Sem categoria

JOSUÉ 22 – Josué é incrível! “O cânon sagrado apresenta aqui um livro de história e de arte histórica do qual nossa geração, prolífica em escrever sobre a história, porém deficiente em sentimentos e percepção histórica, necessita urgentemente”, observa Paulus Cassel.

Josué faz parte dos livros teocráticos, um período histórico de alto nível teológico. “Assim como a democracia (gr. ‘governo do povo’) deve ser o poder exercido pelo povo, a teocracia deve ser o poder exercido diretamente por Deus. Esse era o sistema de governo no antigo Israel, do tempo de Josué até Saul (1405-1043 a.C.). São três os livros que compõem a era teocrática: Josué, Juízes e Rute”, comenta William MacDonald.

Teologicamente, o livro histórico de Josué é para o Antigo Testamento o que o livro histórico de Atos dos Apóstolos é para o Novo Testamento. A teologia histórica é essencial para obter ideia de como Deus atua em nossa história.

As tensões existentes entre as tribos equivalem às tensões da igreja primitiva. Assim como foi necessário uma reunião para resolver um mal-entendido entre as tribos de Israel em Josué 22, foi necessário o primeiro concílio eclesiástico para resolver um mal-entendido em relação aos proclamadores do evangelho aos gentios (Atos 15). Ambas as reuniões da liderança, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, resultaram em solução, chegaram numa conciliação.

O Deus que conduzia a história de Israel é o mesmo que conduz a história de Sua igreja. Estas histórias ensinam como lidar com disputas do povo de Deus:
• Alguém precisa tomar atitude e investigar o que realmente está acontecendo a fim de tentar uma solução correta.
• É preciso ouvir ambos os lados e tentar entender as motivações das tensões dos envolvidos.
• O lado zeloso das coisas certas não deve ser inflexível, acusador e condenador de seus irmãos; isso significa ser extremista com atitudes baseadas em pressuposição, sem qualquer fundamento.
• Os que são falsamente acusados devem evitar a recriminação empregando palavras suaves e conciliatórias.

Severidade com o próximo não resolve problemas; ao contrário, promove guerras desnecessárias. Por mais lógico que pareça uma opinião, agir sem fundamento aproxima-se da loucura! Tais pessoas pode ter zelo por Deus, porém, sem entendimento (Romanos 10:2).

Deus quer pessoas pacíficas e sábias; dispostas a resolver, não a criar problemas! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: