Reavivados por Sua Palavra


Colossenses 3 by jquimelli
1 de maio de 2015, 1:00
Filed under: Vida Cristã | Tags: ,

Comentário devocional:

Ainda me lembro de quando meu filho de cinco anos filho estava tentando memorizar um texto bíblico. Sua determinada repetição em um padrão rítmico constante logo fixou o verso bíblico em minha própria mente: “Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas… Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas…” (Cl 3:2, NVI). Desde aquele momento, Deus muitas vezes tem trazido esse texto à minha mente quando fortes tentações queriam me atrair para coisas terrenas espiritualmente prejudiciais.

Em Colossenses 3, onde este versículo é encontrado, o apóstolo Paulo faz uma correlação direta entre o foco que determinamos para nossas mentes e a nossa vida prática diária. Ele explica que precisamos ser proativos ao lidarmos com o lado terrestre da nossa humanidade. Ele nos ordena fazer morrer e abandonar todas as coisas de natureza terrena (vs. 5, 8). A lista das ações terrenas que Paulo cita não é agradável e inclui muitas práticas pecaminosas destrutivas, como impureza sexual, calúnias e mentiras (vs. 5-9).

Paulo não nos diz apenas o que deixar de lado. Ele também nos encoraja a nos revestir das práticas condizentes com aqueles que são “povo escolhido de Deus, santo e amado” (v. 12, NVI). Isto inclui a “compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência” e, claro, o amor, a que Paulo chama de “o elo perfeito” (vs. 12-14 NVI). Junto com isso, Paulo nos encoraja a ter “a paz de Cristo” em nossos corações e a fortalecermos uns aos outros com “salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus” (vs. 15, 16 NVI).

Paulo encerra o capítulo mostrando-nos como será um lar cristão quando as mentes estiverem focadas nas coisas do alto (vs. 17-25). Esposas, maridos e filhos tratarão uns aos outros de forma diferente, porque o que eles fazem, “seja em palavra ou em ação”, estão fazendo “em nome do Senhor Jesus” (vv. 17 NVI). Quando agem em nome de Jesus, na verdade é Ele que está a viver a Sua vida através deles (v. 4).

Jesus também quer viver através de sua vida hoje e isso será possível se você optar por manter “o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas” (v. 2 NVI).

Kenneth Norton
Collegedale, TN
Estados Unidos

 

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/col/3/
Traduzido por: JDS/JAQ/IB
Texto bíblico: Colossenses 3 
Comentários em áudio 



Colossenses 3 – Comentários Selecionados by tatianawernenburg
1 de maio de 2015, 0:00
Filed under: Cartas de Paulo | Tags: , , ,

1 Buscai. Isto é, formar o hábito de buscar, como indica o grego (Mt 6:33). Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 7, p. 205.

4 Cristo, que é nossa vida. Jesus não é apenas o autor da vida cristã e o objetivo final dos esforços humanos; Ele também é a fonte diária de força e orientação para os filhos e filhas de Deus e a garantia da vida futura imortal. A vida do cristão é inseparável de Cristo. CBASD, vol. 7, p. 206.

10 Que se refaz. Melhor, “que está sendo renovado”, a forma grega da palavra indica um processo contínuo. A palavra traduzida como “renovada” enfatiza novidade em qualidade. A imagem se refere ao desenvolvimento gradual no pleno conhecimento de Deus. O crescimento é o produto e a evidência na vida natural e na espiritual. O poder do Doador da vida é o único meio de se manter o crescimento. CBASD, vol. 7, p. 207.

13 Perdoai-vos mutuamente. No relacionamento entre cristãos não deve ser habitual apenas a longanimidade ou domínio próprio em palavras ou ações, mas também deve ser normal desconsiderar interiormente as faltas, os erros ou a fraqueza dos outros.  Isso é perdão verdadeiro. CBASD, vol. 7, p. 208.

15 Sede agradecidos. Ser agradecido é um dever cristão. A gratidão a Deus pode ser assemelhada ao solo em que floresce a tenra planta da paz. CBASD, vol. 7, p. 209.

17 Dando por Ele graças. O louvor deve acompanhar tudo o que o cristão pensa e faz. CBASD, vol. 7, p. 210.

22 Temendo ao Senhor. Ele é o mestre principal. Seus princípios impelem os cristãos por onde quer que andem a agir reconhecendo que o Senhor é o único a quem devem prestar contas. CBASD, vol. 7, p. 211.

25 Receberá. Paulo se refere ao juízo final, quando o mestre opressor e o escravo infiel receberão a recompensa pela conduta injusta. CBASD, vol. 7, p. 206.




%d blogueiros gostam disto: