Reavivados por Sua Palavra


Romanos 10 by jquimelli
8 de março de 2015, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Este capítulo mostra a preocupação de Paulo com a condição perdida da nação judaica. O desejo de seu coração é que eles se salvem. Infelizmente, eles possuem um zelo por Deus que não se baseia na Bíblia e são ignorantes da verdadeira justiça que se obtém pela fé. Eles tentaram estabelecer sua própria justiça e não se submeteram a Cristo quando Ele se revelou a eles.

Paulo diz: “Porque o fim da Lei é Cristo, para a justificação de todo o que crê.” (v. 4, NVI). Isso não significa que a lei foi abolida. No capítulo anterior, ele deixou isso claro quando disse: “a fim de que as justas exigências da Lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne, mas segundo o Espírito” (Rom. 8:4, NVI). O que isso mostra é que Cristo cumpriu a lei por nós e podemos experimentar Sua justiça, olhando para Ele e não para a lei.

Em seguida, Paulo cita Dt 30:12, 13, para descrever a fé. O problema é que alguns dizem que creriam se pudessem ir ao Céu e ver Cristo lá. Outros dizem que acreditariam se pudessem ver por si mesmos o Cristo ressuscitado (vs. 5-6). Então, ele mostra que a verdadeira fé crê na palavra pregada que Jesus é real e que Deus O ressuscitou dentre os mortos. Em nosso coração cremos e estamos totalmente convencidos da justiça de Cristo e confessamos isso com a nossa boca (vs. 7-13). Ninguém precisa ter vergonha de confessar abertamente sua fé em Cristo, porque Ele é o poder de Deus para a salvação.

A seguir, Paulo faz um apelo evangelístico e exorta os crentes a pregarem o evangelho da paz àqueles que não acreditam (vs. 14-18). Pregadores são necessários para levar o evangelho ao mundo, e ele cita Isaías 52:7 para descrever a beleza dos pés daqueles que levam as notícias desta mensagem àqueles que nunca ouviram falar dela. Esta pregação promove a fé naqueles que ouvem a palavra de Deus. Os evangelistas hoje devem continuar a pregar a simplicidade e o poder do evangelho que conduz à fé e a transformação. Paulo encerra esta seção citando o Salmo 19:4 para mostrar que as palavras dos pregadores foram até os confins do mundo.

Nos últimos três versos do capítulo, Paulo cita Moisés, mostrando que Deus fará a transição da nação judaica para os gentios, devido à rejeição deles de Cristo. Ele fez tudo o que podia para alcançá-los, contudo, como um povo, infelizmente, eles permaneceram desobedientes e opositores (Isaías 65:1,2).

Peçamos a Deus que nos conceda a fé genuína que nos leva a aceitar a Cristo como nossa justiça.

Norman McNulty
Neurologista, TN, EUA

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/rom/10/
Traduzido/adaptado por JDS/JAQ
Texto bíblico: Romanos 10 
Comentário em áudio



Romanos 10 – Comentários selecionados by jquimelli
8 de março de 2015, 0:00
Filed under: Sem categoria

1 Que sejam salvos. É significativo que, após a discussão sobre a rejeição de Cristo pelos judeus, Paulo fale em orar pela salvação deles. Isso mostra que ele não considera o caso deles sem esperança, apesar de sua culpa. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 6, p. 653.
2 Entendimento. Os judeus tinham sido favorecidos com o conhecimento de Deus (Rm 3:1,2), mas o zelo deles não era inteligente. Embora conhecessem a Lei e os Profetas, não compreendiam o significado das palavras e das obras de Deus. O fervor sem discernimento tornou-se fanatismo, e eles mostravam mais zelo para com os rituais e a letra da lei do que para com Deus. CBASD, vol. 6, p. 654.
4 O fim da lei é Cristo. No texto grego, a palavra “fim”, telos, está com ênfase. Paulo contrasta o caminho da justiça de Deus pela fé com a tentativa humana de obter a justiça pela lei. A mensagem do evangelho é que Cristo é o fim da lei como forma de justiça a todo aquele que tem fé. CBASD, vol. 6, p. 655. 
9 Confessares. […] A confissão de um crente é sua expressão de concordância com tudo o que Deus declarou ser verdade. CBASD, vol. 6, p. 658.

Creres. Normalmente, a crença vem antes da confissão, mas Paulo segue a ordem do v. 8, em que a boca é mencionada antes do coração. No v. 10, ele dá a ordem normal: fé, depois confissão. CBASD, vol. 6, p. 658.

12 O mesmo é o Senhor de todos. Judeus e gentios têm o mesmo Senhor, que redimiu toda humanidade. Uma comparação entre Romanos 10:9 e 10 indica que “Senhor” aqui se refere a Jesus. Cristo é “Senhor de todos”. CBASD, vol. 6, p. 658.
13 Todo aquele que invocar. Uma citação de Joel 2:32. Os judeus entendiam que a passagem de Joel significava que todos os verdadeiros adoradores de Yahweh seriam libertos no dia do juízo. Paulo aplica a passagem a Cristo. As palavras “toda a carne” (Joel 2:28) mostram que os gentios estão incluídos na profecia. CBASD, vol. 6, p. 659.
14 De quem. Ouvir o evangelho de um pregador enviado por Cristo é ouvir o próprio Cristo (2Co 5:20). O Senhor fala por meio de Seus representantes. CBASD, vol. 6, p. 659.
15 Se não forem enviados. Assim como o Pai enviou seu Filho, também o Filho enviou Seus apóstolos, e eles, por sua vez, sob a orientação do Espírito de Cristo, enviaram outros. A proclamação da mensagem divina deve ser feita por alguém comissionado por Deus. CBASD, vol. 6, p. 659.
18 Sim, por certo. Esta é a correção de Paulo á sugestão de que eles não tinham ouvido a mensagem. Ele afirma, ao contrário, que o evangelho foi pregado a todo o mundo, e faz sua afirmação com base nas palavras do Salmo 19:4. CBASD, vol. 6, p. 660.
19 Eu vos porei. Ao mostrar misericórdia para com os gentios, Deus esperava provocar ciúmes em Seu próprio povo e inspirá-lo a ter zelo por Ele (Os 2:23). CBASD, vol. 6, p. 661.
21 Contradizente. Ao recusar e resistir ao evangelho, os judeus estavam revelando uma característica que há muito havia sido apontada e condenada pelos profetas. CBASD, vol. 6, p. 661.

Compilação: Tatiana W



%d blogueiros gostam disto: