Reavivados por Sua Palavra


Provérbios 19 by jquimelli
23 de janeiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: , ,

Comentário devocional:

Como todos os capítulos do livro de Provérbios, o capítulo 19 é incrivelmente rico. Não seria ótimo se pudéssemos examinar todos os conceitos expostos neste capítulo? Como simplesmente não temos tempo ou espaço para explorá-los profundamente, vamos focalizar somente o verso 11: “A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas.” (NVI).

Como, porém, eu posso ignorar uma ofensa? Afinal de contas, fui eu quem foi ofendido. Isso não está certo. 
Eu deveria responder ao ofensor, não deveria? Sem dúvida, a tendência natural é de incendiar-se em raiva ou gastar tempo e energia tentando descobrir uma maneira de pagar, em dobro, a ofensa recebida. 
Afinal de contas, não é o pensamento natural que a pessoa ofensora mereça toda a retribuição?

Entretanto, conforme amadurecemos na vida cristã passamos a perceber a importância crucial de relevar uma ofensa, como recomendado por este provérbio.

Aos poucos, aprendi a pensar da seguinte maneira: se eu quero obedecer à ordem de 1 Pedro 1:15 para ser santo em minha conduta (como Deus é santo), então preciso ser como Deus. Miquéias 7:18, que descreve o caráter do Senhor e como Ele age, me incentiva nessa direção: “Quem é Deus semelhante a Ti, que perdoas a iniquidade, e esqueces da transgressão do resto da Tua herança? Ele não retém a Sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia” (NVI).

Também sou incentivado a ser como Deus ao meditar em Salmo 103:8-14: “O Senhor é compassivo e misericordioso, mui paciente e cheio de amor. Não acusa sem cessar nem fica ressentido para sempre; não nos trata conforme os nossos pecados nem nos retribui conforme as nossas iniquidades. Pois como os céus se elevam acima da terra, assim é grande o seu amor para com os que o temem; e como o Oriente está longe do Ocidente, assim ele afasta para longe de nós as nossas transgressões. Como um pai tem compaixão de seus filhos, assim o Senhor tem compaixão dos que o temem; pois ele sabe do que somos formados; lembra-se de que somos pó” (NVI).

Senhor, não consigo relevar ofensas por minhas próprias forças. Enche-me com o Espírito Santo para que eu possa ter o fruto do Espírito. Só então, com o Seu amor pelos outros fluindo através de mim, poderei abençoar aqueles que me amaldiçoam. Amém.

David A. Steen
Professor Emérito
Universidade Andrews

 

Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/19/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Provérbios 19 




%d blogueiros gostam disto: