Reavivados por Sua Palavra


Eclesiastes 12 by Jeferson Quimelli
16 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: ,

Comentário devocional:

O capítulo 12 contém um poema sobre a experiência inevitável que cada um de nós tem em nossas vidas, o envelhecimento. Ele vem a todos nós nos lembrando que em nossa juventude tivemos a força e vitalidade máximas.

Neste último capítulo temos um lembrete para todos os jovens, para que estejam prontos para o envelhecimento. Enquanto isso a preparação para o envelhecimento deve ser feita com sabedoria para que ele aconteça como um “declínio elegante.” Só um tolo ficaria zangado com o inevitável processo que nos leva inevitavelmente à ultima etapa de nossas vidas. 

Deus é o nosso grande provedor e mentor de nossas vidas. Ele nos abraça espiritualmente todos os dias. A melhor maneira de nos prepararmos para enfrentas os desafios do final de nossas vidas é lembrarmos do Criador diariamente.

Salomão diz que mesmo quando a poeira que somos retornar para a terra, o espírito ou a “faísca” da vida volta a Deus, que o criou (v. 7). Sem Deus tudo é “sem sentido! Sem sentido! “(v. 8). Porém em Deus encontramos vida abundante.

Podemos resumir este capítulo da seguinte forma: Sabedoria é amar Jesus e confiar na promessa da vida eterna que o Pai com seus braços abertos nos dá. 

Os últimos versos de Eclesiastes (v.9-14) são como a assinatura de Salomão, apontando para a divina inspiração das suas palavras (v. 10, 11) e fazendo-nos um último apelo para temermos a Deus (v.13, 14).

A única coisa que realmente importa é viver de acordo com os conselhos que temos e temer a Deus todos os dias de nossas vidas.

Querido Senhor, ajuda-me a seguir o Teus conselhos e a confiar em Tuas promessas de que um dia virás e nos levarás para casa. Amém.

Pr. Leonidas Verneque Guedes
Brasil

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/12/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Eclesiastes 12 



Eclesiastes 10 by Jeferson Quimelli
14 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: ,

Comentário devocional:

Salomão começa este capítulo comparando o frágil processo usado para fazer perfumes com o ainda mais frágil processo de vida do crente, que tenta ser uma testemunha perfeita, especialmente se ele é considerado uma pessoa sábia e honrada.

Nos velhos tempos, uma pequena, insignificante e inofensiva mosca morta, era capaz de estragar o equilíbrio das essências e óleos necessários para fazer perfume. Perfumes cujas essências haviam sido deterioradas eram simplesmente descartados. A mesma coisa acontece com uma pequena expressão de raiva, uma palavra impensada, um defeito em nosso caráter, ou um mau hábito. Qualquer dessas coisas pode tornar inútil a influência de uma pessoa boa.

Através de diferentes figuras de linguagem, Salomão nos encoraja a sermos sábios, decidirmos sempre em harmonia com a vontade do Senhor. Não importa nossa idade ou as responsabilidades que tenhamos – todos nós corremos o risco de fazer coisas insensatas.

O que significa ser um tolo ou agir estupidamente? É ser desajeitado, fazer as coisas sem lógica ou razão. Isso nos leva a agir imprudentemente, próximo da obstinação e da loucura. O tolo não é o único afetado por seus atos – ele afeta as pessoas ao seu redor.

Em contraste, Salomão nos diz para sermos ricos em sabedoria (v. 2, 12, 17) e não buscarmos reconhecimento humano. A sabedoria é uma ajuda eficaz para as diferentes tarefas e responsabilidades que temos.

Salomão conclui este capítulo sugerindo que cuidemos de nossas palavras. A pessoa sábia falará pouco, cuidando de suas palavras, tentando evitar que estas sejam mal-entendidas.

Que a nossa oração seja:
Senhor, dá- me um coração sábio e compreensivo para que eu possa pensar e falar corretamente e representá-Lo dignamente diante outros. Amém.

Roberto O. Gullón
União Argentina

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/10/

Traduzido por JAQ/GASQ

Texto bíblico: Eclesiastes 10



Eclesiastes 9 by Jeferson Quimelli
13 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: , ,

Comentário devocional:

Neste capítulo, Salomão nos apresenta de maneira muito expressiva que o melhor da vida é viver intensamente para Deus, aplicando a ela a verdadeira sabedoria divina.

Mas, infelizmente, os corações das pessoas estão cheios de maldade e há loucura em seus corações enquanto vivem.  Elas não vêem que o destino de todos é um só: depois da vida, juntar-se aos mortos (v. 3 NVI).

O fato de que a morte chegará a todos nós não significa de todo uma coisa ruim para os filhos e filhas de Deus, porque a morte será derrotada (1 Coríntios 15:26), assim como o inimigo que a trouxe a nós: “Quem está entre os vivos tem esperança” (v. 4a NVI). Portanto, que a cada dia, vivamos intencionalmente para Deus.

O ideal da vida não é a simples busca do prazer, mas sim a espera alegre e em paz da vinda de Deus. Um exemplo disso é a comunhão no casamento: “Desfrute a vida com a mulher a quem você ama, todos os dias desta vida sem sentido que Deus dá a você debaixo do sol” ( v. 9a NVI). Sua casa, seu trabalho, seus estudos e as demais atividades diárias tornam-se pequenos pedaços de céu quando você tem o amor de Deus.

A sabedoria é necessária para atingir compreensão e reflexão (v. 17). Mas a sabedoria não significa apenas o conhecimento intelectual, significa a grandeza moral. “aquele que é verdadeiro líder orará por um coração entendido, a fim de discernir entre o bem e o mal” (Profetas e Reis, p. 31).

Senhor, que eu possa alcançar pleno e maravilhoso sentido em minha vida ao buscar e alcançar a sabedoria celestial, transformando meus momentos diários em pequenos vislumbres do céu. Amém.

Pr. Emmanuel Oliveira Guimarães
Brasil

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/9/

Traduzido por JAQ/GASQ

Texto bíblico: Eclesiastes 9 



Eclesiastes 8 by Jeferson Quimelli
12 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: ,

Comentário devocional

Depois de falar sobre a injustiça e perplexidades da vida, Salomão nos ensina como nos mantermos firmes em tempos difíceis.

Ele começa afirmando que a sabedoria é superior a qualquer coisa que possamos ter. Um homem sábio sabe interpretar as experiências da vida e conhece bem a diferença entre maldade e a bondade e entre os valores da cultura atual as boas virtudes cristãs. 

Uma das recomendações dadas é: “obedeça às ordens do rei” (v. 2 NVI). O servo pode até estar certo, mas não seria sábio para ele desafiar o rei quando não necessário. Submissão às leis do país e de Deus é um requisito para desfrutar paz e segurança.

O homem sábio sabe quando falar e quando calar. Ele conhece os métodos e procedimentos corretos e os segue. Ele reconhece as oportunidades e as aproveita; há um tempo e lugar para tudo. Ele sabe, porém, que uma das limitações humanas que mais causa ansiedade é não poder prever o que acontecerá a seguir. Por isso, confia a Deus o seu futuro.

Salomão fala do que experimentou: aquele que faz o mal ao seu próximo destrói a si mesmo. Também viu pessoas más que se afastaram muito de Deus receberem elogios ao morrerem; porém elas foram esquecidas com o tempo (v. 10).

Nossas tarefas diárias têm um propósito –  elas servem como disciplina e edificação do nosso caráter. Por isso os homens não devem tentar ser sábios em sua própria opinião e acreditar que são capazes de entender as ações de Deus (v. 17). A atitude correta diante de Deus deve ser aceitar os dons que Ele nos dá e colocá-los em ação para Ele.

Querido Deus, preciso de Tua presença para me guiar a fazer o que é certo e para aprender a não depender de mim mesmo. Por favor, mantenha-me sempre junto de Ti. Amém.

Hugo Valda
Bolívia

 

Texto no blog mundial: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/8/
Traduzido por JAQ/JDS
Texto bíblico: Eclesiastes 8 



Eclesiastes 4 by Jeferson Quimelli
8 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Em Eclesiastes 4 , continuamos com os conselhos de rei Salomão. O capítulo é dividido em 3 partes:

Opressores e oprimidos

Salomão expressa o quanto lhe doía ver a condição e as lágrimas dos oprimidos (v. 1).  E também por ver que a inveja é o maior motivador de todo trabalho (v. 4).

A importância da unidade

O rei viu outra coisa tola: um homem sem família se cansar de tanto trabalhar em busca de riquezas. Em seguida, destaca o valor do trabalho em equipe a fim de obter melhores resultados. Se um cair, será ajudado por outro – a unidade os torna mais fortes.

Juventude e Sabedoria

O rei termina o capítulo descrevendo como um jovem pobre e sábio será mais estimado que um velho rei que não aceita qualquer conselho. As pessoas naturalmente seguirão o rapaz pelo seu discernimento e sabedoria.

Senhor, ajuda -me a não ter inveja das pessoas bem-sucedidas. Não me deixes fazer tudo sozinho. Por último, mas não menos importante, ajuda-me a reconhecer a verdadeira sabedoria e segui-la. Amém.

Bolívar Alaña

Chile

https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/4/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Eclesiastes 4 



Eclesiastes 2 by Jeferson Quimelli
6 de fevereiro de 2014, 6:44
Filed under: sabedoria | Tags:

Comentário devocional:

Em Eclesiastes 2 Salomão resume sua vida. Sua experiência foi muito ampla e diversificada (v. 1). Ele obteve poder (v. 9), riquezas (v. 8), alcançou um enorme desenvolvimento intelectual (v. 3, 9); construiu grandes coisas, plantou árvores, vinhas e jardins (v. 4), sistemas de irrigação (v. 6), encheu sua casa com servos, e os seus campos com vacas e ovelhas (v. 7). Ninguém podia se igualar a ele.

Salomão juntou ouro e prata e uma enorme variedade de objetos valiosos. Suas festas tinham os melhores músicos e instrumentos (v. 8) e, como se tudo isso não fosse suficiente, ele se dedicou sem restrições a satisfazer seus desejos e prazeres (v. 10, 25).

Ele tinha tudo, mas se sentia vazio (v. 11). Salomão conclui, como num lamento, depois de ter alcançado grandes realizações e experimentado tudo: “tudo é vaidade” (cf. v. 1, 11, 15, 17, 19, 21, 23, 26). Através da inspiração divina ele nos deixou uma grande lição: o que dá significado à vida é o nosso relacionamento com Deus (v. 26).

Quem trabalha somente para o hoje, não terá o amanhã. Aqueles cuja única preocupação é colocada nas coisas temporais morrerão com elas, e os que vivem para as coisas temporais não terão a eternidade (v. 21, 22).

Hoje é o nosso tempo de definirmos se seremos sábios ou tolos. Salomão nos desafia a definirmos corretamente nossas prioridades e a concedermos o primeiro lugar a Deus, a Fonte da Sabedoria. Jesus resumiu da seguinte maneira: “Buscai primeiro o Reino de Deus.” (Mat 6:33 ARA).

Senhor, por favor, me ajude a colocar o Seu Reino em primeiro lugar na minha vida. Amém.

Pr. Alfredo Hengen
Uruguai


https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/2/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Eclesiastes 2 



Eclesiastes 1 by Jeferson Quimelli
5 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags:

Comentário devocional:

Salomão, cheio de sabedoria, inicia este capítulo com questionamentos e preocupações, mas deixa-nos algumas verdades a ponderar.

Primeira verdade: a vida diária tem suas rotinas. O sol vai e vem, as gerações nascem e desaparecem. O perigo da rotina constante é que corremos o risco de perder a motivação para aquilo que é santo e eterno. Devemos olhar para o Senhor diariamente como se hoje fosse o nosso único dia de existência .

Segunda verdade: adquirir conhecimento de todas as coisas debaixo do sol não é tão importante assim. Para a nossa vida espiritual, o mais importante é o estudo das coisas eternas.

Terceira verdade: o conhecimento do mundo nem sempre soluciona os problemas da alma. Somente a sabedoria celestial, derivada de um relacionamento íntimo com Deus, irá trazer a paz completa ao coração do homem.

Querido Senhor, dá-me a verdadeira sabedoria que resulta em paz conTigo. 

Pr. André Dantas

Brasil

 

https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/ecc/1/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Eclesiastes 1  



Provérbios 28 by Jeferson Quimelli
1 de fevereiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: , ,

Comentário devocional:

“Quem repreende o próximo obterá por fim mais favor do que aquele que só sabe bajular ” (v. 23 NVI). É dificil acreditar nessas palavras, na cultura em que vivemos. A cultura atual ensina que não devemos repreender a ninguém. E se uma pessoa se sente repreendida, então alguém deve ter feito alguma coisa errada. 

Sendo honesto comigo mesmo, tenho que admitir que sou repreendido todos os dias, quando estudo a Palavra de Deus. A Bíblia está cheia de palavras de sabedoria que me edificam, mas ela também me corta profundamente, porque com frequencia desejo seguir caminhos contrários à Palavra de Deus. Você poderia se perguntar por que um verdadeiro amigo desejaria ferir a outro amigo. Mas quando paramos para pensar, entendemos que pelo fato de sermos pecadores, as justas palavras de Deus irão nos ferir repetidas vezes.  

Deus é um amigo de verdade que não me lisonjeia com Suas palavras, um amigo que quer o melhor para mim. Ele constantemente deseja me refinar para que eu esteja apto para o céu. Sou eternamente grato pela maneira como Ele trabalha comigo.

Amigos superficiais, ou colegas, raramente se sentem confortáveis em apontar nossos pontos negativos, entretanto verdadeiros amigos encontram coragem para fazê-lo de maneira amorosa.

Provérbios 27:17 diz: “Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro.” (NVI). Nossa missão é preparar e refinar nossos amigos para o céu.

“Querido Senhor, muito obrigado por me repreenderes e me mostrares áreas em que preciso melhorar. Ajuda-me a apontar, de maneira cuidadosa e amorosa, os pontos negativos de familiares e amigos. E quando outros apontarem meus defeitos, que eu receba agradecido as suas palavras. Amém”.

John Huynh
Hope Channel, EUA

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/28/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Provérbios 28 



Provérbios 27 by Jeferson Quimelli
31 de janeiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: , ,

Comentário devocional:

É interessante observar que quando Salomão pediu sabedoria E NÃO riquezas, Deus lhe deu sabedoria E riquezas ( 2 Crônicas 1:10-12 ). 

Precisamos de muita sabedoria para lidar adequadamente com os bens materiais. O próprio Jesus diz que a riqueza sem a sabedoria é muito perigosa (Mateus 19:24). A Bíblia mostra claramente que a sabedoria divina  é o ponto de partida  para obter o conhecimento que nos permite lidar adequadamente com todas as coisas: “O temor do Senhor é o princípio do conhecimento, mas os insensatos desprezam a sabedoria e a disciplina.” (Provérbios 1:7)

Infelizmente , o rei Salomão era um homem como nós. Ele tinha a capacidade de escolher e o poder para implementar o que ele havia escolhido. Ao analisarmos sua vida, aprendemos que apesar de seu grande começo com Deus ele tinha muitas fraquezas de caráter e e estas, por fim, o impediram de exercer a influência como lider para a qual Deus o havia chamado, por ter corrompido o seu coração casando com quem não conhecia e amava ao Senhor (1 Reis 11:1-3 ).

Salomão, na verdade, experimentou a sabedoria de dois modos: primeiro como um presente divino e, depois, obtendo-a na “escola das experiências difíceis “, a partir das conseqüências de suas decisões erradas. 

No entanto, para que não nos sintamos compelidos a apontar o dedo julgador para Salomão, lembremo-nos de que fazemos o mesmo quando agimos de modo contrário a sabedoria, a qual é uma dádiva divina. 

A partir da soma de tudo o que viu e experimentou, Salomão chega a compreender plenamente que a fraqueza humana só causa danos. Nós simplesmente não podemos confiar em nossos próprios sentidos, razão e  intuições. Como uma poderosa profecia, Provérbios 27 começa assim: “Não se gabe do dia de amanhã, pois você não sabe o que este ou aquele dia poderá trazer” (NVI).

Pai Celestial, preciso de Sua ajuda. Não quero usar o que me confiaste para ferir a outros ou para desonrar o Teu nome. Conceda-me não apenas conhecimento, mas sabedoria. Amém.

Joe Sloan
Hope Channel , EUA

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/27/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Provérbios 27 



Provérbios 20 by Jobson Santos
24 de janeiro de 2014, 0:10
Filed under: sabedoria | Tags: , , ,
Comentário devocional:

“Os ouvidos que ouvem e os olhos que vêem foram feitos pelo Senhor” Provérbios 20:12 NVI .

Eu presumo que você acredite nesta afirmação  incrivelmente simples. O Senhor fez os nossos olhos e ouvidos. Enquanto você lê isso, eu lhe ouço dizer: “Espere, não foi Ele quem fez todas as minhas outras partes também?” Você está certo, Ele fez. Então, o que existe de profundo nesse provérbio? Vamos explorar o conceito por um momento para ver se não há mais o que pensar.
Em primeiro lugar, tanto os olhos como os ouvidos são incrivelmente complexos, maravilhosamente competentes e incrivelmente delicados. Se os seus olhos estão funcionando corretamente, você vê imagens coloridas com grande clareza, muitas cores com uma enorme variedade de brilho, muito melhor do que as melhores câmeras podem detectar.
E se os seus ouvidos estão funcionando corretamente, você ouve muitas faixas de frequências nas mais diferentes amplitudes. Não podemos sequer compreender plenamente a beleza da estrutura e função dos olhos e ouvidos que nos foram dados. E mesmo que possamos compreender plenamente o que já é conhecido agora, não há comparação com o que um dia seremos capazes de ver e ouvir (1 Coríntios 2:9).
Em segundo lugar e mais importante, esses detectores de luz e som são os principais instrumentos utilizados por nós para aprendermos sobre o mundo em que vivemos e sobre o nosso Criador. Se nos forem retirados os olhos e ouvidos, tudo que nos resta é a recepção por meio do toque, gosto e cheiro. A perda de audição e visão não nos impede totalmente de conhecer a respeito de Deus, mas sem olhos e ouvidos torna-se cada vez mais difícil aprender do Seu amor e graça. Então, precisamos guardar cuidadosamente estas avenidas da alma, tanto física como espiritualmente.
Em terceiro lugar, se um rico benfeitor dá a você e a mim um dom inestimável, um presente ideal para o aprendizado, a verdadeira gratidão por esse presente seria usá-lo adequadamente ao invés de mostrar desrespeito desperdiçando-o em atividades que nos afastam do doador.
Então, quando Salomão está dizendo “Os ouvidos que ouvem e os olhos que vêem foram feitos pelo Senhor”, eu o ouço dizendo que eu deveria usar esses dons incríveis para a honra e glória do supremo Criador. Eu o ouço me pedindo para sintonizar esses sentidos literais e espirituais nas revelações do Espírito Santo. Ele está me exortando a estar alerta aos sussurros do Espírito.
 
Mateus 13:13-15 e Marcos 8:18 registram o próprio Jesus falando de olhos e ouvidos que não vêem ou ouvem. Estátuas de madeira, pedra e bronze podem ter olhos e ouvidos, mas não vêem nem ouvem.  
Senhor Deus, criador dos meus ouvidos e meus olhos, por favor, capacita-me a Te enxergar como realmente és. Por favor, permita-me ouvir Tua voz mansa e delicada falando ao meu coração. Que eu possa usar esses dons incríveis para trazer a Ti honra e glória neste mundo de trevas e confusão. Amém.
David A. Steen
Andrews University
Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/20
 
Traduzido por JAQ/GASQ/JDS
 
Texto bíblico: Provérbios 20  http://biblia.com.br/novaversaointernacional/proverbios/pv-capitulo-20/



%d blogueiros gostam disto: