Reavivados por Sua Palavra


Salmo 146 by jquimelli
31 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , ,

Comentário devocional

Minha mãe tem 74 anos e é viúva. Meu pai morreu de câncer de rim quando eu tinha apenas cinco anos e mamãe não se casou novamente. Crescer em uma casa de mãe viúva com três filhos pequenos não foi fácil, mas mamãe sempre disse que nós tinhamos um lugar especial no coração de Deus.

Ela encontrou a força que precisava para criar três filhos no temor do Senhor em passagens bíblicas como o verso 9 (NVI): “O Senhor protege o estrangeiro e sustém o órfão e a viúva…” (ver também Êx. 22:22 e Deut. 10:18). 

Algumas vezes as circunstâncias difíceis nos traziam tristeza, mas esses momentos eram superados pela prática de relembrarmos as bênçãos recebidas.

Como diz o verso 5, feliz é aquele que coloca sua confiança e esperança no Senhor. 

Somos encorajados a falarmos mais sobre as bênçãos e a exaltarmos o que Deus tem feito por nós: “Se mais louvores de Deus tivessem lugar agora, esperança e coragem e fé aumentariam constantemente” (PR, cap. 15, p. 202).

Sim, todos nós precisamos de mais esperança, coragem e fé nestes dias do fim dos tempos. Louvemos mais a Deus e Lhe demos glória, pois Ele é digno. Amém.

Thandi Klingbeil
Tennessee , EUA
Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/146

Traduzido por JAQ/GASQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 146 



Salmo 145 by jquimelli
30 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Na prática judaica este salmo acróstico, de louvor a Deus como Rei, era recitado pela manhã e à noite, no momento do sacrifício. Começar e terminar o dia com expressões de louvor e ação de graças é uma prática que pode realmente prolongar a sua vida e mantê-la saudável. 

Os pesquisadores não chegaram a um consenso de como isso acontece, mas sabemos que as pessoas positivas e gratas tem maior resistência a doenças, mais bem-estar físico e mental e redução do risco de morte por doença cardíaca. Salomão, o homem mais sábio que já caminhou sobre a Terra, disse: “O coração alegre é um bom remédio” (Provérbios 17:22).

Como Cristãos, o objeto do nosso louvor é Deus. Ele é “misericordioso e compassivo, lento em irar-Se, rico em amor” e “tem compaixão por todos.” Ele não nos trata como merecemos, mas é “amoroso para com tudo o que Ele fez.”

O louvor não beneficia apenas a nós mesmos, não é um assunto apenas entre nós e Deus. Pense no poderoso exemplo que damos e as impressões que passamos aos nossos filhos e às gerações seguintes quando, juntos, celebramos a fidelidade de Deus e Sua realeza em nossas vidas.

Louvar a Deus precisa estar em nossa programação diária, a despeito de nossas circunstâncias atuais. Deus não muda e Sua misericórdia, perdão, amor e fidelidade para conosco são constantes.

Louvai-o! Louvai-o!

Thandi Klingbeil
Tennessee , EUA 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/145/

Traduzido por JAQ/GASQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 145 



Salmo 144 by jquimelli
29 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags:

Comentário devocional:

Neste salmo, Davi reconhece que tudo o que ele era e tinha sido capaz de fazer viera de Deus e de Sua bondade. 

Foi Deus Quem fez de Davi um guerreiro bem sucedido e rei. Foi Deus Quem ganhou suas batalhas.

Hoje podemos não lutar em guerras como Davi, mas  lutamos uma batalha espiritual contra os poderes do mal (Efésios 6:12). Nesta batalha do fim dos tempos precisamos reconhecer Aquele que é o nosso Refúgio, a nossa Rocha, nosso Libertador e nosso Escudo.

É encorajador saber que, apesar de sermos seres finitos e de nossa vida aqui na terra ser apenas um fôlego ou uma sombra fugaz na eternidade, Deus Se lembra de nós. Deus, que se revelou no Monte Sinai através de fumaça, relâmpagos e terremoto, está disposto a mostrar-Se em nossas batalhas com o mesmo poder indiscutível que Ele se mostrou no topo daquela montanha.

Certamente não somos todos abençoados com prosperidade material, crianças saudáveis e bonitas, ou uma vida livre de desastres ou derrotas, mas o último verso resume tudo: quando Deus é o Senhor de nossas vidas, somos abençoados. Assim como Davi, podemos cantar uma nova canção de louvor a respeito de todas as bênçãos que recebemos de Deus.

Thandi Klingbeil

Tennessee , EUA

 

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/144/

Traduzido por JAQ/GASQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 144  



Salmo 143 by jquimelli
28 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags:

Comentário devocional:

Nesta oração o salmista ora por perdão. Ele se aproxima de Deus, conhecendo seus pecados e sabendo que a justiça de Deus pode ocultá-los. 

Deus não tem netos – somente filhos. Todos nós precisamos da experiência pessoal de nos aproximar do trono da graça e receber o perdão. Nossa experiência com o Todo-Poderoso não pode ser uma relação de segunda mão. “Quando você tem confiança no Poderoso, a sua experiência não é emprestada, é a sua própria ” (Exaltai-O, p 185).

O anseio por uma profunda compreensão pessoal de Deus surge de uma sede interior que só pode ser acalmada por Deus. Este desejo é tão grande que o salmista se compara a uma terra sedenta por chuva. É um milagre contemplar o que a chuva pode fazer pela terra seca e ver como a nova vida brota do pó.

Temos uma maravilhosa promessa em Isaías 55:10-11 que a Palavra de Deus para nós é como a chuva para a terra e trará momentos de refrigério e nova vida.

Deus espera ansiosamente querendo que O desejemos de todo o nosso coração. Que possamos ir a Ele com o coração contrito, lendo Sua palavra e experimentando Sua fidelidade e perdão em um nível profundamente pessoal.

Thandi Klingbeil
Tennessee , EUA

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/143/

Traduzido por: JAQ/GASQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 143  



Salmo 142 by jquimelli
27 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Em 2012, mais de 44 milhões de pessoas na América do Norte sofriam de solidão. As estatísticas mostram que o número de pessoas que sofrem de solidão em uma escala mundial tem aumentado ao longo das décadas. 

A solidão tem sido definida como “uma resposta emocional complexa e geralmente desagradável ao isolamento.”A solidão pode ser complexa, porque suas causas são complexas –  podemos estar em uma sala cheia de pessoas e ainda experimentar a solidão, ou seja, o isolamento não é sempre geográfico ou físico.

Neste salmo, Davi está sozinho. Ele está sendo perseguido por Saul e se esconde em uma caverna, possivelmente em Adulão (1 Samuel 22:1, 4) ou En Gedi (1 Samuel 24:1-22). Ele está esgotado, desanimado, deprimido (v. 3, 4, 6), e, em certo, sentido aprisionado (v. 7). E se sente tão desesperadamente sozinho – “…ninguém se preocupa comigo” (v. 4 NVI). Este é o homem segundo o coração de Deus em um ponto realmente baixo de sua vida.

Não precisamos nos envergonhar de não estarmos bem – todos temos momentos em nossas vidas quando nos sentimos sem esperança, desanimados, solitários e até mesmo deprimidos.

O que Davi faz neste momento aparentemente escuro e sem esperança? Ele busca a Deus? Sim, ele faz isso. Mas há ainda mais. Ele busca a Deus com confiança. Mesmo que ele duvide de tudo em sua vida, Davi sabe que Deus conhece o seu caminho (v. 3) e está no controle de sua vida.

Davi se volta para Deus, reconhecendo que Ele é o único lugar de refúgio (v. 5). O único lugar onde Davi está seguro. Nós, também, só estaremos a salvo do inimigo na presença de Deus.

Davi se volta para Deus com suas prioridades corretamente definidas. Davi sabe que Deus é o seu quinhão [a sua herança] (v. 5 ARA).  A palavra quinhão refere-se ao terreno destinado às tribos de Israel. Os levitas não receberam parte – O Senhor era a sua herança (Números 18:20). Da mesma forma, Davi se volta para Deus admitindo que as posses materiais não são uma prioridade – o amor e a presença de Deus são a sua maior herança.

Thandi Klingbeil
Tennessee , EUA

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/142/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 142



Salmo 141 by jquimelli
26 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Jesus nos ensina: “…não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do maligno…” (Mat 6:13 NKJV). Esta também é a oração de Davi neste salmo – libertação dos maus e ser livrado da tentação.

Sua oração é um grito desesperado por ajuda, mas também um ato de adoração, tendo em vista que sua oração é comparada com o incenso que era queimado nos cultos no Antigo Testamento.

“Enquanto empenhados em nosso trabalho diário, devemos erguer a alma ao Céu em oração. Estas petições silenciosas sobem como incenso perante o trono da graça, e o inimigo é confundido. O cristão cujo coração é assim firmado em Deus não será derrotado. Nenhum artifício do mal poderá destruir sua paz. Todas as promessas da Palavra de Deus, todo o poder da graça divina, e todos os recursos de Jeová estão empenhados em garantir a sua libertação” (OE p. 254). 

Davi tem consciência de sua necessidade de libertação de seus inimigos e da tentação (v. 4). E ele mantém seus olhos em Deus (v. 8) – ele sabe onde buscar ajuda. 

Davi também está preocupado com as palavras que fala (v.3). Às vezes, nós, também, somos tentados a dizer palavras insensatas, sem tato, indelicadas ou mesmo desonestas. Precisamos orar como Davi para que Deus livre nossos corações do mal, pois “…a boca fala do que está cheio o coração” (Mateus 12:34, NIV).

Outro belo sentimento surge deste salmo. Davi valoriza a amizade verdadeira (v. 5). Os verdadeiros amigos ajudam a nos manter no caminho do bem e da salvação (ainda que seja “estreito e apertado”) e tem a coragem de nos dizer quando estamos indo na direção errada. 

Que nós também valorizemos os verdadeiros amigos e os abençoemos quando eles nos derem conselhos sábios, vindos de Deus.

Thandi Klingbeil

Tennessee , EUA

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/141/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 141



Salmo 140 by jquimelli
25 de dezembro de 2013, 0:00
Filed under: Salmos | Tags: , ,

Comentário devocional:

A quem recorremos quando enfrentamos situações difíceis, algumas até com risco de vida? Às vezes (sejamos honestos) recorrer ao Libertador não é a nossa primeira ação. Gostamos de “consertar” as dificuldades no trabalho, em casa ou na igreja com nossa própria sabedoria e experiência. E muitas vezes apenas reagimos aos problemas que surgem em vez de nos adiantarmos aos problemas e orarmos por livramento de Deus antes que precisemos dEle.

Eu aprendi algumas aplicações importantes para a minha vida neste Salmo:

1. Em nenhum lugar o salmista reclama de Deus por permitir que os homens maus o façam sofrer. Como é fácil reclamar quando as coisas não vão bem! Ajuda-me a não reclamar, Senhor!

2. A expressão da fé e confiança que o salmista tem em Deus (v. 6) me inspira a ter mais fé . “Tu és o meu Deus!” Querido Jesus, me ajudaste e protegeste no passado e  sei que o farás novamente!

3. A importância de escolher bem as palavras é ressaltada no verso 3. As palavras podem ser usadas como armas para destruir e derrubar (Efésios 4:29; Tiago 3:1-10) ou para curar e construir. Senhor, eu quero utilizar palavras que dão vida e trazem cura (Provérbios 18:21; Provérbios 12:18; 15:4).

4. O salmo termina (v. 13) com uma bela garantia que encontra eco em Apocalipse 22:3-4.Obrigado porque o justo viverá para sempre na Tua presença, nosso Deus. Amém.

Thandi Klingbeil

Tennessee , EUA



Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/140/

Traduzido por JAQ/JDS

Texto bíblico: Salmo 140  




%d blogueiros gostam disto: