Reavivados por Sua Palavra


I Samuel 12 – quinta, 20.12.2012 by Jeferson Quimelli
20 de dezembro de 2012, 0:30
Filed under: Sem categoria
Texto bíblico à I Samuel 12
Texto de hoje do blog da Bíblia:
Depois de salvar a cidade de Jabes-Gileade, Saul foi coroado rei. Na cerimônia de coroação, Samuel, o profeta, falou ao povo, invocando o testemunho de todos sobre sua vida de retidão e justiça. E todos testemunharam positivamente.
Samuel, então, os lembrou de todas as coisas poderosas que o Senhor havia feito por Israel no passado através de líderes como Moisés e Arão. E também depois, quando Israel orou e clamou ao Senhor por socorro, Ele usou homens como Gideão para salvá-los de seus inimigos. Samuel continuou: “E quando Naás, rei dos amonitas, ameaçou tomar a cidade de Jabes-Gileade, o Espírito do Senhor veio sobre Saul, que estava arando no campo, e ele derrotou os amonitas para você. No entanto, você insistiram em ter um rei, quando o Senhor era o seu rei e tinha feito grandes coisas para vocês. Então aqui está o rei a quem você pediram. Agora obedeçam ao Senhor e se vocês e seu rei continuarem a seguir ao Senhor tudo irá bem com vocês. Mas se não, a mão do Senhor será contra vocês, como Ele foi contra vossos pais quando eles desobedeceram. “
Para mostrar ao povo o poder do Senhor, Samuel orou por trovões e chuva. O Senhor ouviu a oração de Samuel e enviou trovões e chuva. Então o povo temeu sobremaneira ao Senhor e ao Seu profeta Samuel porque estavam na época da colheita do trigo, quando não mais havia tais tempestades.  No entanto, Samuel encorajou o povo e disse: “Não tenham medo. Vocês não agiram corretamente em pedir um  rei. Porém sigam ao Senhor e O sirvam de todo o coração e Ele não abandonará o Seu povo. E que Deus não permita que eu peque por não orar por vocês e continuar a lhes ensinar o caminho bom e direito.”
A primeira lição neste capítulo é óbvia. Aqueles que afirmam ter o dom da profecia, bem como todos os líderes precisam ser tão honestos e justos como Samuel. Em tudo o que fazem, todos eles devem ser capazes de dizer: “O Senhor é a nossa testemunha.”
A segunda importante lição é que devemos aceitar Jesus como nosso rei, aceitar seus profetas e acreditar que, se alguma coisa precisa ser ajustada no comando do trabalho, Ele irá acertar as coisas no Seu devido tempo.
A terceira lição é que não pequemos por não orar por nossa igreja e por aqueles que são escolhidos para pregar e ensinar o que é certo.
Jack J. Blanco
Universidade Adventista do Sul
Trad JAQ



%d blogueiros gostam disto: