Reavivados por Sua Palavra


Apocalipse 18 by jquimelli

Comentário devocional:

A sétima praga prevê a queda de Babilônia e Apocalipse 18 descreve o evento em detalhes. Sua destruição é tão devastadora que seus ex-amantes, os reis da terra, “chorarão e se lamentarão por ela. Amedrontados por causa do tormento dela, ficarão de longe e gritarão: “Ai! A grande cidade! Babilônia, cidade poderosa! Em apenas uma hora chegou a sua condenação!” (Apoc. 18:9-10). Três vezes diz “em uma hora”, como um sino a repicar sua condenação. Outras vozes em contraste gritam: “Celebrem o que se deu com ela, ó céus! Celebrem, ó santos, apóstolos e profetas! Deus a julgou, retribuindo-lhe o que ela fez a vocês” (v. 20). Há uma razão dupla para a sua condenação. O verso 23 revela o fascínio que aprisiona os que estão expostos a seus sutis caminhos; o v. 24 retrata o sofrimento daqueles que permanecem fiéis a Jesus. O engano e a intimidação sempre foram as ferramentas de Satanás e ele as emprestou para Babilônia.

Antes que Deus acabe por completo o reinado dessa cidade que comercializa um evangelho corrompido e doutrinas falsas, Ele tem um último convite a fazer: “Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam!” (18:4) Entre as multidões que se associaram com a Babilônia espiritual estão muitos a quem Deus chama de “meu povo”. Eles simplesmente cresceram na Babilônia e nunca conheceram outra maneira de expressar sua devoção a Deus. Mas agora eles foram esclarecidos quanto ao evangelho puro e a verdadeira obediência. Deus não perdeu de vista esses verdadeiros e dedicados crentes que ainda estão em Babilônia.

Existe hoje uma igreja verdadeira dentro da falsa, e uma igreja falsa dentro da verdadeira. Há aqueles que seguem a Deus com o melhor de sua compreensão, em meio à perversão religiosa; e há aqueles que, apesar de serem expostos à luz gloriosa, não filtrada, do evangelho, têm apenas uma aparência de espiritualidade revestindo seus corações não santificados. Nos dias finais do drama da salvação haverá uma mudança de lealdades. Muitos que agora estão em Babilônia irão atravessar a linha para se juntar àqueles que obedecem aos mandamentos de Deus e tem a fé de Jesus; muitos que agora se associam com os santos de Apocalipse 14:12 passarão para o lado da escuridão devido a pressão da perseguição e a atratividade do engano.

A experiência sincera com Deus, hoje, determinará as decisões finais de amanhã.

Garth Bainbridge
Australia

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/rev/18/
Traduzido por JAQ/JDS
Texto bíblico: Apocalipse 18 
Comentários adicionais: http://apocalipsecomentadoversoaverso.blogspot.com.br/



Provérbios 14 by jquimelli
18 de janeiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: , , ,

Comentário devocional:

Ao você meditar sobre Provérbios 14, hoje, qual verso te pareceu mais familiar? Deixe-me adivinhar. Foi o versículo 12? “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte” (NVI).

Ou, talvez, para você que é fazendeiro, seja a passagem bem-humorada que sugere que se você tem um boi terá que jogar fora muito estrume com uma pá (“Onde não há bois o celeiro fica vazio, mas da força do boi vem a grande colheita”, verso 4 NVI). Com a força de um boi, um agricultor pode fazer muito, mas certamente, há “consequências” que precisam ser retiradas para fora. Isso me faz lembrar o ditado de que minhas decisões nem sempre são limpas e corretas, mas meu trabalho é manter minha vida limpa.

Eu estou lutando para aprender a agradecer sempre a Deus pelas escolhas na minha vida, principalmente as que precisam de posterior correção. Em quase todos os casos onde coisas erradas aconteceram foi porque eu tinha opções e haviam decisões que precisavam ser tomadas. Faço isso, aquilo, ou, até mesmo outra coisa? 

Cada escolha tem suas consequências, algumas das quais não são muito boas. Tendo um boi eu posso ter mais terra arada, mas haverá sempre pilhas de estrume para limpar (e certamente o boi precisa comer mais feno…). Ter a liberdade de escolha é uma bênção incrível, uma razão para agradecer a Deus. Pense no que seríamos se não tivéssemos esta capacidade.

A vida trancafiado na solitária de uma pequena cela, sem poder escolher nada, é livre de decisões. Uma vida lutando pela próxima respiração em uma cama de hospital, totalmente dependente das habilidades e recursos da equipe médica, tem muito menos opções ainda. Então, agradeço a Deus pelas escolhas que posso fazer, mesmo que nem sempre opte pelas mais acertadas. No entanto, pela graça de Deus, ainda sou livre para fazer escolhas.

Para cada decisão que eu faço na vida, creio que Provérbios 14:12 seja um dos mais importantes guias de vida ou morte. Salomão, o homem mais sábio que já viveu, está dizendo que aquilo que me parece certo pode me levar à morte eterna. Provérbios 3:6 afirma o mesmo de uma forma positiva: “Reconhece-O [o Senhor] em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas” (ARA).

Senhor, que todas as escolhas que eu fizer hoje sejam guiadas pelo Espírito Santo. Amém.

David A. Steen
Professor Emérito
Universidade Andrews

Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/14/

Traduzido por JAQ/GASQ

Texto bíblico: Provérbios 14 



Provérbios 10 by jquimelli
14 de janeiro de 2014, 0:00
Filed under: sabedoria | Tags: ,

Comentário devocional:

Enquanto estudava aviação no estado de Washington, nos Estados Unidos, passei por um período difícil na minha vida. Um dia, estudando na faculdade, decidi roubar o pequeno avião no qual tinha feito meu treinamento para um vôo solo e depois derrubá-lo. 

Quando já estava no ar, entretanto, imaginar minha mãe recebendo as notícias sobre a minha morte me afligiu muito. Então eu decidi pilotar o avião por um tempo e, depois, fugir. Apontei o avião para o norte e, várias horas depois, me encontrei parado e sem combustível em um aeroporto desabitado no Canadá.

Eu nunca vou esquecer o rosto de minha mãe  quando ela me retirou de uma delegacia de polícia canadense, dois dias depois. Quando ela me tirou da cela, seus olhos estavam vermelhos de lágrimas e de preocupação e com profundas linhas de dor em seu rosto depois de duas noites sem dormir.

Quando meu avião não retornou para o aeroporto, a minha mãe passou horas temendo que eu houvesse caído com ele enquanto  um grupo de resgate procurava por mim. Então, após me acharem, ela entendeu que tinha que ir para o Canadá me buscar .

De fato, como disse Salomão: O filho sábio dá alegria ao pai; o filho tolo dá tristeza à mãe” (v. 1 NVI).

Eu me lembro daquele momento em minha vida sempre que eu tenho que tomar decisões importantes. Nunca mais quero entristecer meus pais novamente e eu me pergunto se meus atos lhes trarão alegria ou tristeza. A resposta sobre se eu estou honrando meus pais ou não tende a revelar se os meus planos também estão em harmonia com a vontade do Senhor. Eu nunca mais quero entristecer meu Pai celestial – e é isso o que mais importa.

Andrew McChesney
Jornalista na Russia



Texto original em: http://revivedbyhisword.org/en/bible/pro/10/

Traduzido por JAQ/GASQ

Texto bíblico: Provérbios 10 




%d blogueiros gostam disto: