Reavivados por Sua Palavra


HEBREUS 2 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
20 de novembro de 2021, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos” (v.1).

O tema sobre o ministério dos anjos e a divindade de Cristo é mais importante do que de fato temos compreendido. Paulo se referiu a ele quando incitou os hebreus cristãos a se apegarem mais firmemente “às verdades ouvidas”. Se os anjos são instrumentos divinos na obra de auxiliar os herdeiros dos tesouros celestes, tanto mais Cristo realizou a fim de assegurar a eterna herança dos salvos. Nas declarações de Cristo encontramos a razão porque somente Ele poderia cumprir o plano da salvação: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (Jo.14:6). “Eu sou a ressurreição e a vida” (Jo.11:25). Jesus é a vida! E só a Vida poderia destruir “aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo” (v.14). Por mais que os próprios anjos se oferecessem para sofrer o martírio de seu Senhor, como seres criados eles não têm vida em si mesmos, portanto, seria um sacrifício inútil.

Prestes a iniciar o Seu ministério, “foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo” (Mt.4:1). Como um anjo de luz magnificente, Satanás se revelou como um enviado de Deus a fim de socorrer o Salvador em Sua dificuldade. Como no Éden, o apetite foi apresentado como algo que deveria logo ser saciado. Mas ao contrário da queda do primeiro Adão, o segundo Adão, ainda que faminto pelo período de jejum prolongado, revelou a firmeza de quem havia Se alimentado na segura fonte de nutrição divina: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Mt.4:4). E a vitória de Cristo sobre a adversário é conferida a todo aquele que escolhe se apegar às verdades de Sua Palavra com firmeza tanto mais quanto percebe “que o Dia se aproxima” (Hb.10:25). “Pois, naquilo que Ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados” (v.18).

A vida de Jesus era completamente respaldada na Palavra da Verdade. De igual modo, Ele espera não menos fidelidade e integridade por parte de Seu povo. Aquele que, “por um pouco, tendo sido feito menor que os anjos, Jesus, […] para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todo homem” (v.9), e que por Sua obra vitoriosa nos está preparando um lugar em Seu reino (Jo.14:1-3), nos convida a ir ter com Ele e dEle obtermos o caráter que nos habilitará a morar com os santos anjos: “e aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração” (Mt.11:29). Se “por meio de sofrimentos, o Autor da salvação” (v.10) foi aperfeiçoado, também por meio de sofrimentos Deus há de aperfeiçoar o Seu povo, os provando, purificando e embranquecendo (Dn.11:35).

Semelhante a Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que por sua fidelidade e inquebrantável confiança em Deus, foram lançados na fornalha grandemente aquecida; como aqueles três jovens foram os únicos dentre o seu próprio povo a negar-se prestar uma adoração espúria, Deus há de revelar diante do Universo que bem no momento de maior prova, quando for exigido que se adore a imagem da besta (Ap.13:15), Ele possui um remanescente que se apegou com firmeza à Palavra da Verdade: “Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; ela invocará o Meu nome, e Eu a ouvirei; direi: é Meu povo e ela dirá: O Senhor é meu Deus” (Zc.13:9).

Eu convido a todos vocês, meus amados irmãos, para que, juntos, possamos estudar o livro “O Grande Conflito”, de Ellen G. White. Este livro tão revelador nos aponta para as cenas descritas na Palavra de Deus, especialmente as cenas finais, e, como o livro de Hebreus, nos ajuda a compreender melhor sobre a atuação de Cristo no santuário celestial. Eu estou dividindo o capítulo do dia em três partes e em três horários do dia paro um pouco para orar e fazer a leitura. Tem sido uma bênção em minha vida e eu espero que assim seja em sua vida também. Tempos ainda mais difíceis virão e precisamos, como nunca antes, seguir a ordem do Mestre: “Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem” (Lc.21:36). Como os três jovens hebreus, que possamos estar em pé na presença de Deus quando as fogueiras da perseguição forem reacendidas. Vigiemos e oremos!

Feliz sábado, remanescente do Senhor Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Hebreus2 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


1 Comentário so far
Deixe um comentário

bom sabado , Deus continue abencoando voces

Comentário por jeronimo paranagua




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: